Clamus: esbanjando sintonia na diversidade dos arranjos

Resenha - Frontière - Clamus

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

9


Grande Clamus! Esta excelente banda do Ceará vem dando seu sangue há anos para mostrar sua música, já tendo tocado pelas mais variadas regiões deste imenso Brasil enquanto divulgava o EP "II" (01) e o debut "Influences" (05), cuja considerável fusão de Thrash, Death e pitadas de Heavy Metal Tradicional, cantado em inglês, francês e português – sim, três idiomas! – conquistou o público.

Marcelo Maiden: Uma impressionante coleção de ítens do Iron Maiden

Autismo: rockstars famosos autistas, ou com suspeita de autismo

Tendo encontrado seu estilo musical e ‘modus operandi’, a banda explorou ainda mais essas características, o que refletiu positivamente em seu mais novo registro, "Frontière". O Clamus esbanja sintonia na diversidade de seus arranjos, onde a faceta melódica está um pouco mais forte em inúmeras ocasiões, enquanto a mescla dos idiomas está ainda mais intrínseca.

Tudo isso, somado ao fato de o Clamus fazer uso de três vocalistas, confere uma sonoridade realmente peculiar à sua música, tendo em "Pétrea" praticamente uma síntese da atual fase do grupo. Mas essa é apenas a faixa de abertura, e canções como "Abstratas Demandas", "Irruption", a faixa-título ou "Mid-Term" levam o ouvinte a uma incrível viagem através de um Heavy Metal elaborado por quem precisa (e consegue!) provar algo a alguém.

Novamente fazendo uso do Estúdio Digisound, em Fortaleza, "Frontière" foi produzido por Fabrício Carvalho (Somberlain, Facada) e a própria banda. E, para comemorar sua primeira década de atividades, o Clamus desenvolveu um distinto projeto gráfico, onde o disco e encarte estão embalados por uma espécie de pacote, tudo repleto com as bonitas e delirantes ilustrações que completam o conceito do álbum. E não acabou: também há o vídeo para "Petra".

"Frontière" possui tal auto-afirmação que me questiono sobre os critérios de avaliação de alguns selos desse país... Como esse registro pode estar saindo de forma independente?!? De qualquer forma, este esforçado álbum é totalmente recomendado ao headbanger que não abre mão de Carcass, Nevermore, Morbid Angel e até mesmo Arch Enemy.

Contato:
http://www.clamus.org
http://www.myspace.com/clamusmetal

Formação:
Lucas Gurgel - voz e guitarra
Joaquim Cardoso - voz e guitarra
Felipe Ferreira - voz e baixo
Clerton Holanda - bateria

Clamus - Frontière
(2009 / Independente - nacional)

01. Pétrea
02. Abstratas Demandas
03. Irruption
04. Mersault
05. Entr´acte
06. La Frontière
07. Desir
08. Sympatia Malevolens
09. Mid-Term




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Marcelo Maiden: Uma impressionante coleção de ítens do Iron MaidenMarcelo Maiden
Uma impressionante coleção de ítens do Iron Maiden

Autismo: rockstars famosos autistas, ou com suspeita de autismoAutismo
Rockstars famosos autistas, ou com suspeita de autismo


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin