Matérias Mais Lidas

imagemJames Hetfield e esposa Francesca se divorciam após 25 anos de união

imagemNando Reis e a linda música que Samuel Rosa dispensou por ter recebido na hora errada

imagemAs seis músicas do Metallica que Dave Mustaine ajudou a escrever

imagemCinco músicos que começaram vida nova após saírem de grandes bandas de heavy metal

imagemO comovente relato de Kiko sobre como foi gravar em meio ao câncer de Mustaine

imagemAnitta é a maior roqueira que existe hoje no Brasil, diz integrante do Titãs

imagemJanis Joplin: última gravação dela em vida foi feita para um Beatle

imagemAs faixas do "Black Album" que James Hetfield e Lars Ulrich não curtem

imagemLegião Urbana e a surpreendente música que serviu de base para "Ainda é Cedo"

imagemAC/DC: Rick Rubin recorda a problemática produção de "Ballbreaker"

imagemRaul Seixas: o clássico que presta homenagem ao brega e foi feito com Paulo Coelho

imagemAs 10 melhores versões metal de músicas pop dos anos 1980, em lista da Metal Hammer

imagemJoão Gordo relembra proposta de fazer propaganda de calmante com Dado Dolabella

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemOzzy comenta a brutal honestidade de Lemmy quando estava próximo da morte


Dream Theater 2022

Resurrecturis: agressividade extrema e melodias mais fáceis

Resenha - Non Voglio Morire - Resurrecturis

Por Ben Ami Scopinho
Em 06/11/09

Nota: 8

Oriundo da Itália e com uma trajetória que está beirando sua segunda década, o Resurrecturis pode ser considerado como um dos nomes pioneiros da música extrema de seu país. Chegando agora ao seu terceiro CD, "Non Voglio Morire" (em português: "Não quero morrer") é a primeira de duas partes fortemente autobiográficas e que abordarão as maiores paixões, trabalho e arte, de seu próprio mentor e guitarrista Carlo Strappa.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ainda que o Resurrecturis seja reconhecido como uma banda de Death Metal, agora foi necessário ampliar sua abrangência musical para expressar os mais variados sentimentos e, assim, dar vazão ao processo de desenvolvimento de um ser humano, desde a fragilidade do adolescente furioso à consciência da vida adulta. Portanto não se teme a experimentação, o que culmina em uma verdadeira cacofonia ao se passear pela agressividade extrema e melodias mais fáceis, seja na parte instrumental, seja na parte vocal.

É inegável que, individualmente, as canções não apresentem nada que seja realmente genial – em várias ocasiões são até mesmo óbvias – mas ainda assim o repertório possui segurança e conquista a atenção do ouvinte, como na brutal "Fuck Face"; ou em "The Artist", que é mais atmosférica, eletrônica e com vozes femininas; além de "Where Shall I Go From Here?", de apelo mais tradicional e emocional. Foram citadas apenas três faixas, mas é importante salientar que este é um trabalho conceitual e, como tal, deve ser degustado em sua totalidade. E aí, meus caros, toda essa combinação sonora se torna realmente interessante.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Embalado em digipack refinadíssimo, tudo em "Non Voglio Morire" é curiosamente incomum. Sua capa de cores vibrantes, sua mescla de estilos musicais... E, como se fosse pouco, esta é uma edição limitada que apresenta um DVD com o vídeo de "The Fracture", seu respectivo making of, seção de fotos e, o melhor, a apresentação do Resurrecturis no festival 'Fuck The Commerce’ em 2006, onde tocam quatro músicas. O disco é digno de elogios e está todo disponível para download no site oficial dos italianos, dê uma conferida!

Contato:
http://www.resurrecturis.com

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Formação:
Janos Murri - voz e guitarra
Carlo Strappa - guitarra e voz em "In Retrospective"
Manuel Coccia - baixo
Alessandro Vagnoni - bateria

Resurrecturis - Non Voglio Morire
(2009 / Casket Music - importado)

CD:
01. The Origin
02. Prologue
03. Fuck Face
04. Corpses Forever
05. The Artist
06. Save My Anger
07. Calling Our Names
08. After The Show
09. The Fracture
10. Away From The Flock
11. Where Shall I Go From Here?
12. Walk Through Fire
13. In Retrospective

DVD:
- The Fracture (video)
- Making Of
- Photo Gallery
- Credits
- Live

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Fotos de Infância: Gene Simmons, do Kiss

Marilyn Manson: ele removeu costelas para praticar autofelação?


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho.