Matérias Mais Lidas

imagemMaiden faz homenagem a Eddie, do Stranger Things, que foi inspirado em tragédia real

imagemA prática mesquinha de bandas que Edu Falaschi considera "desrespeitoso com o fã"

imagemOs dez álbuns de Heavy Metal favoritos de Rob Halford, e os dez de qualquer gênero

imagem10 músicas dos Beatles das quais Paul McCartney não gostava

imagemRichard Fortus diz que Axl Rose danificou as cordas vocais

imagemQuando Dave Mustaine mostrou como tocar uma música do Metallica de forma mais pesada

imagemJoão Gordo diz que era um "bolsominion homofóbico" e explica motivo

imagemLed Zeppelin: Crítica de George Harrison fez Jimmy Page compor "The Rain Song"

imagemMembros do Metallica ficaram deslumbrados com "Master Of Puppets" em "Stranger Things"

imagemO mega sucesso do Led Zeppelin que era pra ser uma piada mas se tornou um hino

imagemO clássico dos Stones que foi escrito em um motel e não deixou Keith Richards satisfeito

imagemSlash explica porque o Guns N' Roses faz shows de 3 horas e meia

imagemAerosmith: O pior e o melhor álbum da discografia segundo Joe Perry

imagemO que Lemmy Kilmister aprendeu trabalhando como roadie de Jimi Hendrix

imagemIan Gillan e a sua opinião sobre John Lennon como vocalista: "É o cara!"


Stamp
Airbourne 2022

Candlemass: queda pelo lado obscuro da existência

Resenha - Death Magic Doom - Candlemass

Por Giorgio Moraes
Em 30/10/09

Com 23 anos de serviços prestados ao bom e velho Rock n' Roll, uma banda ainda precisa provar alguma coisa pra alguém? Talvez realmente não precise, mas para o Candlemass isso não pode ser motivo para que se passe a produzir discos ruins. Prova disso é o excelente "Death Magic Doom", 10º trabalho dos doomers suecos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A fórmula não foi mexida: Doom com fortíssimas pitadas de Heavy. Isso já se vê (e ouve) em "If I Ever Die", música que abre caminho para as guitarras arrastadas de Lars Johansson e Mappe Bjorkman; para o poderoso vocal de Robert Lowe; para a correta bateria de Jan Lindh; e para o baixo pulsante de Leif Edling. Ao longo de mais de 51 minutos, somos brindados com pérolas como "The Bleeding Baroness"; "Demon Of The Deep"; House Of 1000 Voices"; e "Dead Angel".

É inegável que o Candlemass bebe na fonte do Black Sabbath: melodias arrastadas, construídas em cima de riffs graúdos e emolduradas por letras que tratam da queda do ser humano pelo lado obscuro da existência. Creio não ser exagero afirmar que o Doom, em si, beba dessa fonte.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Destaque para o encarte - simples, direto e objetivo - e para a produção em estúdio. A mixagem de Chris Laney (cultuado músico sueco) conseguiu dar quilos extras aos já carregados riffs de guitarra. O "tapa" final ficou por conta da masterização comandada por Soren von Malmborg.

O Ministério da Saúde Musical adverte: aperte o play!

Para conhecer mais:
http://www.myspace.com/candlemass


Outras resenhas de Death Magic Doom - Candlemass

Resenha - Death Magic Doom - Candlemass

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Finlandia 2022
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Candlemass lançará "doom lager", uma cerveja "escura como a noite"

Candlemass terá "Epicus Doomicus Metallicus" remasterizado e com bônus pelos 35 anos




Sobre Giorgio Moraes

Giorgio Moraes, 33 anos, é formado em Letras. Natural do Rio de Janeiro, ele reside a 20 anos em São Luis do Maranhão. Tem em seu currículo shows como Raimundos, Detonautas, Skank, e a histórica apresentação dos Stones em Copacabana, no ano de 2006. Escritor, atualmente divulga seu 1º Ebook de poesia.

Mais informações sobre

Mais matérias de Giorgio Moraes.