Atomic Rooster: técnica privilegiada com boa dose de peso

Resenha - Death Walks Behind You - Atomic Rooster

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ricardo Seelig
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Formado em 1969 pelo tecladista Vincent Crane e pela baterista Carl Palmer, o Atomic Rooster foi um dos grupos pioneiros no que ficou conhecido como Progressive Hard Rock. Companheiros no Crazy World Of Arthur Brown, Crane e Palmer moldaram uma sonoridade que unia a técnica privilegiada de ambos a uma dose generosa de peso, que resultou em uma das bandas mais originais do início dos anos 1970.
5000 acessosAngra: banda errou na escolha de Fabio Lione?5000 acessosSlipknot: Corey Taylor já pagou fã para deixar plateia

Após gravar seu primeiro disco, batizado simplesmente como "Atomic Rooster", o grupo perdeu Carl Palmer, que uniu-se a Keith Emerson e Greg Lake para dar à luz ao Emerson, Lake & Palmer. Com um novo line-up, que agora tinha o ex-Andromeda John Du Cann cuidando dos vocais e guitarras e Paul Hammond na bateria, a banda gravou um dos álbuns mais sombrios daquela época, "Death Walks Behind You".

Lançado em fevereiro de 1970, o disco já valeria pela fantástica faixa-título. Iniciando com uma frase sinistra do teclado de Crane, a música evolui para um hard rock vigoroso que demonstra toda a força dessa segunda formação do grupo. Uma das melhores aberturas de álbuns de todos os tempos, "Death Walks Behind You" é daquelas faixas que atingem a gente como um cruzado no queixo, nos nocauteando a cada mudança de andamento enquanto tentamos entender que diabos está acontecendo.

Mas, evidentemente, o disco não se resume a apenas uma faixa. "VUG" demonstra a veia progressiva do grupo, em uma instrumental voltada para o teclado de Crane. "Tomorrow Night", lançada como single, levou o nome da banda a um número maior de ouvintes, enquanto "Nobody Else" é outro exemplo da criatividade de Crane, Du Cann e Hammond. Indiscutivelmente, todas as oito faixas de "Death Walks Behind You" são excelentes, e o resultado é um álbum brilhante, que por si só coloca o Atomic Rooster lado a lado com os grandes nomes da história do hard rock.

Como curiosidade, vale citar que neste mesmo ano Vincent Crane tocou teclado no primeiro álbum da carreira solo de Rory Gallagher, batizado apenas com o nome do guitarrista e lançado pela Polydor somente em 1971.

Faixas:
1. Death Walks Behind You
2. VUG
3. Tomorrow Night
4. Seven Streets
5. Sleeping for Years
6. I Can't Take No More
7. Nobody Else
8. Gershatzer

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Atomic Rooster"

AngraAngra
Banda errou na escolha de Fabio Lione?

SlipknotSlipknot
Corey Taylor já pagou fã para deixar plateia

NirvanaNirvana
Polícia de Seattle libera novas fotos do corpo de Cobain

5000 acessosTatuagens: rabiscos horríveis com temática roqueira parte 15000 acessosNirvana: 20 coisas que você não sabia sobre "Nevermind"5000 acessosPower Metal: 10 álbuns essenciais do estilo5000 acessosMáscaras: colecionador tem todas as do Ghost, Slipknot e mais4376 acessosIron Maiden: Blaze Bayley acredita que era odiado pelos fãs4161 acessosBlaze Bayley: problemas mentais e depressão atrapalharam sua carreira

Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online