Tenebre: cria do jurássico Sisters Of Mercy

Resenha - Heart's Blood - Tenebre

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

8


Olha aí o jurássico The Sisters Of Mercy mostrando suas crias! Uma nova geração de bandas vem rendendo verdadeiras homenagens à velha escola gótica, e entre elas está o Tenebre, na ativa desde 1996. Natural da Suécia, o grupo lançou originalmente este excelente "Heart’s Blood" em 2005, que está chegando um tanto quanto atrasado ao mercado brasileiro – mas antes tarde do que nunca! – via Hellion Records.

Com uma sonoridade acertadamente longe de ser obsoleta, "Heart’s Blood" coloca o conjunto numa posição confortável em relação a outros nomes em evidência e que fazem um som similar, como HIM e The 69 Eyes. Na verdade, este disco poderá ser bem mais acessível do que muitos dos leitores poderiam imaginar, com todo seu rock´n´roll pesadão, profundo, calculadamente tristonho e, quem diria, com vários solos realmente muito bons!

publicidade

E o álbum acaba cativando por toda a simplicidade de sua proposta, e só não é melhor pelo fato de a atuação do vocalista Charles Metz, que imprime um sentimento gótico com maestria, não parece ter preocupação alguma em arriscar e aumentar o alcance de sua voz. Mas sem problemas! Há faixas que funcionam incrivelmente bem como a abertura "Silver Flame", cujo instrumental remete ao The Cult; a própria "Heart’s Blood", com boas doses de Danzig e, por fim, a curtinha e acústica "Night Reborn", onde o Tenebre mostra sua faceta amena e fecha a audição com muita classe.

publicidade

Alguns até poderão considerar o Tenebre algo bem aborrecido, mas não se pode agradar a todos, não é mesmo? Mas ainda assim "Heart’s Blood" tem apelo para atrair as atenções de grande fatia do público rock´n´roll, em especial àquela mais interessada pelo lado maisntream do gênero. Com certeza merece uma boa conferida!

Formação:
Charles "Aznavour" Metz - voz
Michael Drivedown - guitarra
Richard Lionheart -guitarra
Jenny Drystone - baixo
Ivana Satana - teclado
Al Bino - bateria

publicidade

Tenebre - Heart’s Blood
(2005 / Regain Records – 2008 / Hellion Records – nacional)

01. Silver Flame
02. Mistress Of The Dark
03. Serpent’s Fire
04. Shine
05. Blue
06. Pray
07. Nightmare
08. Black Void Nirvana
09. Heart’s Blood
10. Night Reborn

Homepage: www.tenebre.com


Outras resenhas de Heart's Blood - Tenebre

Tenebre: não vai mudar o mundo, mas desce redondo




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Punk Rock: seja feio, beba muito, e nunca penteie o cabeloPunk Rock
Seja feio, beba muito, e nunca penteie o cabelo

Metallica: Veja como fica seu nome com o formato do logo da bandaMetallica
Veja como fica seu nome com o formato do logo da banda


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin