Gotthard: talento e criatividade inesgotáveis

Resenha - Domino Effect - Gotthard

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

8


O suíço Gotthard vem provando há tempos que o Hard Rock pode muito bem sobreviver longe dos modismos impostos pelo mercado musical. Há quinze anos lançando ótimos trabalhos sem nunca alterar sua formação, a banda vendeu mais de um milhão de discos somente em seu país e outros dois milhões ao redor do globo, já tendo nas costas uma platina tripla, cinco duplas, entre várias outras merecidas premiações. Ou seja, o grupo é dono de um currículo invejável.

Raul Seixas: Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Fotos de Infância: Yngwie Malmsteen

E o que este Gotthard tem de tão especial? É mais ou menos simples: "apenas" talento e uma criatividade aparentemente inesgotável, que se mantém novamente em "Domino Effect", seu décimo-segundo álbum de estúdio. O bom gosto com seus arranjos e o incrível senso de melodia – vide a sinergia instrumental de "Falling" – remetem diretamente à fase de ouro do Hard Rock, passando longe de qualquer estrutura mais moderna, algo que boa parte dos conjuntos nos dias de hoje vem utilizando.

Os grandes destaques individuais ficam para a atuação magnífica e prá lá de expressiva do vocalista Steve Lee, e ainda o trabalho da dupla de guitarristas, com seus riffs bem sacados e muitas vezes simples, complementados com a presença de ótimos solos, como o da faixa que abre o CD, "Master Of Illusion". E falar da música destes suíços e não citar o cuidado todo especial com seus refrões poderia ser uma falta grave…

O número de faixas pode parecer exagerado, mas a realidade é que as 14 canções são relativamente curtas, beirando os quatro minutos. A audição passa um clima muito otimista ao ouvinte com um repertório bem balanceado entre momentos mais pesados e muitas baladas – algumas poderosas, outras por demais melosas – perfeitas para se tocar nas rádios. Sobressai-se entre as mais pesadas a já mencionada "Master Of Illusion", "Gone To Far", "The Cruiser" e os refrões da faixa-título, enquanto as ocasiões amenas e introspectivas ficam garantidas com a classe de "The Call" e "Where Is Love When It’s Gone".

"Domino Effect" está entre os melhores álbuns do gênero lançado neste ano, essencial a quem aprecia Hard Rock melódico na linha de Whitesnake, Bon Jovi e o que era apresentado nos bons tempos do Aerosmith. E o melhor, este é mais um álbum do Gotthard que está saindo no mercado brasileiro, via Rock Brigade Records. Pode adquirir sem medo!

Formação:
Steve Lee - Voz
Leo Leoni - Guitarra
Freddy Scherer - Guitarra
Marc Lynn - Baixo
Hena Habegger - Bateria

Gotthard - Domino Effect
(2007 - Nuclear Blast / Rock Brigade Records - nacional)

01. Master Of Illusion
02. Gone To Far
03. Domino Effect
04. Falling
05. The Call
06. The Oscar Goes To
07. The Cruiser
08. Heal Me (Judgement Day)
09. Letter To A Friend
10. Tomorrow’s Ust Begun
11. Come Alive
12. Bad To The Bone
13. Now
14. Where Is Love When It’s Gone

Homepage: www.gotthard.com


Outras resenhas de Domino Effect - Gotthard

Resenha - Domino Effect - Gotthard

Resenha - Domino Effect - Gotthard




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Rock And Roll Hall Of Fame: 10 bandas elegíveis para 2018Rock And Roll Hall Of Fame
10 bandas elegíveis para 2018

Adeus: veja o último show de 10 rockstars que morreram nesta décadaAdeus
Veja o último show de 10 rockstars que morreram nesta década


Raul Seixas: Perguntas e respostas e curiosidades diversasRaul Seixas
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Fotos de Infância: Yngwie MalmsteenFotos de Infância
Yngwie Malmsteen


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin