Resenha - Gothic Kabbalah - Therion

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Megalomania! Se existe um termo que define bem o Therion é este. Não bastasse ter gradativamente mudado de uma banda que executava um death metal agressivo para um metal orquestrado e pomposo, os caras ainda lançaram em 2004 dois CD's simultaneamente ("Lemuria" e "Sirius B"), saíram em turnê com Mats Léven (At Vance) como vocalista, lançam em 2006 um mega-box ("Celebrators Of Becoming") trazendo muitos dados sobre a banda (além de um show completo), para iniciar 2007 com um novo CD de estúdio, e ainda por cima um CD DUPLO! Os fãs que ainda estão se refazendo da maratona que é ver/ouvir/conferir o box "Celebrators Of Becoming" irão a loucura com este novo CD, já que o mentor/criador/membro original Christopher Johnsson resolveu democratizar a banda, e todos os membros puderam meter o bedelho no processo de composição. Com os vocais de Mats, e a participação de Snovy Shaw (Dream Evil, Mercyful Fate) como vocalista, estamos diante de uma empreitada curiosa: como será este Therion mais "democrático"? E como a banda se sairá depois de projetos tão ousados e desafiadores?

Pensadores e autores que inspiraram o Heavy Metal: Friedrich NietzscheBayley, Wilson e Cherone: grandes erros na história de grandes bandas

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

De cara "Der Mitternachtlowe" soa mais suave e menos pomposa do que a banda vem apresentando, embora conserve os elementos que já caracterizam o Therion: orquestras, vocais femininos, e mudanças de andamento. Já "Gothic Kabbalah" supreende por ser bem mais enxuta e direta do que estamos acostumados a ouvir em se falando de Therion. "The Perennial Sophia" soa gótica e agradável, com um leve acento pop, enquanto que "Son Of Stables Of Time" é pesada e épica, mas de fácil assimilação.

Já imaginou o Therion se engajando no "folk-metal"? Pois é o que você ouvirá em "Trul", surpreendente. Quem está acostumado com o lado mais obscuro da banda encontrará espaço na boa "The Wand Of Abaris" e na suave "Three Treasures", enquanto que "Path To Arcady" , "Chain Of Minerva" e 'The Falling Stone" incorporam pitadas de metal tradicional ao intrincado som da banda (nem tão intrincado assim neste CD). Quem sentiu falta das complexidades musicais do Therion irá se deliciar com "Adulruna Rediviva", e seus 14 minutos de mudanças de andamento e orquestrações.

A democracia é benéfica em todas as esferas, e isto se reflete neste CD, bem mais acessível e assimilável que seus predecessores. Contudo, falta uma identidade musical que Christopher estabeleceu ao longo dos anos, coisa que um novo CD com a mesma proposta irá solidificar. Não será fácil entender o que se passa no Therion, mas enquanto você procura entender, ouça o CD, que ficou bem legal.

Formação:
Christopher Johnsson - Guitarras
Kristian Niemann - Guitarras
Johan Niemann - Baixo
Petter Kalsson - Bateria

Nuclear Blast/Laser Company - 2007 (NACIONAL)

Site Oficial: http://www.megatherion.com


Outras resenhas de Gothic Kabbalah - Therion

Resenha - Gothic Kabbalah - TherionResenha - Gothic Kabbalah - TherionTherion: Gothic Kabbalah é um álbum acessível




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Therion"


Metal sinfônico: os 10 melhores segundo o TeamRockMetal sinfônico
Os 10 melhores segundo o TeamRock

HailMetal.com: Os cinqüenta melhores álbuns de Death MetalHailMetal.com
Os cinqüenta melhores álbuns de Death Metal


Pensadores e autores que inspiraram o Heavy Metal: Friedrich NietzschePensadores e autores que inspiraram o Heavy Metal
Friedrich Nietzsche

Bayley, Wilson e Cherone: grandes erros na história de grandes bandasBayley, Wilson e Cherone
Grandes erros na história de grandes bandas


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

adGoo336