Resenha - Spit It Out - Naked Beggars

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

9


Enquanto o Cinderella dá uma de Bela Adormecida, não mostrando mais as caras, dois de seus membros, Jeff Labar (guitarra) e Eric Brittingham (baixo) seguem firme com sua nova banda, Naked Beggars, já na ativa desde 2004. A formação aqui se completa com Inga Brittingham (vocalista e esposa de Eric), Kris Casamento (guitarra), Kristine Basuell (teclados e violino) e por fim Shawn Hughes (bateria). Este pessoal está chegando ao seu segundo registro, "Spit It Out", e já adianto: não procure semelhanças com o extinto Cinderella...

Apesar de certa preocupação com o aspecto visual da coisa, a proposta aqui é o mais puro rock´n´roll calcado nos anos 70 – mas sem soarem desatualizados – pra lá de contagiante e, mesmo bem influenciados por feras do porte de Ted Nugent, Led Zeppelin e até mesmo os primórdios do Kiss, estes músicos têm experiência de sobra para não serem meras cópias. Longe disso. Há riqueza de ritmos, com muito hard rock, nuances do blues, algo de psicodélico e ainda o rock sulista está presente em sua música.

publicidade

A audição de "Spit It Out" flui de forma excelente, se sobressaindo o ótimo trabalho das guitarras, com grandes solos, e a própria Inga (cuja voz lembra vagamente Linda Perry, do 4 Non Blondes), que passa grande entusiasmo com sua atuação. As faixas que mais se destacam são "Hole In The Wall", pesadona e com riffs marcantes e LaBar mandando muito bem em seu solo, além da própria faixa-título, dois rockaços de primeira. Ainda seguindo esta linha mais pesada, "Ain’t Your Mama", bem suja, e "Creep", onde o maior destaque é a presença de um violino bem invocado.

publicidade

Mas este registro também possui seus momentos amenos em bonitas baladas como "What’s The Question", orientada pelo piano, onde a emocional Inga novamente se sai muito bem e "Too Late", que encanta pelas influências do rock sulista com grandes refrões. E este belo álbum fecha com a acústica "Lullaby", com certo cheiro country, que acaba deixando o ouvinte querendo mais.

publicidade

Este é um disco que será apreciado até mesmo pelo mais ferrenho detrator do Cinderella. Aliás, depois de escutar Naked Begars e seu "Spit It Out", o Cinderella soará mais farofa do que nunca... Um registro que poderia muito bem ser lançado em território verde-amarelo. É esperar para ver.

Talvez esperar muito...

Naked Beggars - Spit It Out
(2006 / SMA Music – importado)

publicidade

01. Hole In The Wall
02. Spit It Out
03. Ain’t Your Mama
04. What’s The Question
05. Get It On
06. Creep
07. Nothin But Trouble
08. Too Late
09. Lies
10. Caught With The Meat In Your Mouth
11. Playin’ The Fool
12. Lullaby

Homepage: www.nakedbeggars.net




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Ghost: uma foto assustadora dos bastidores do Rock In RioGhost
Uma foto assustadora dos bastidores do Rock In Rio

Roadrunner: os dez melhores vídeo-clipes da gravadoraRoadrunner
Os dez melhores vídeo-clipes da gravadora


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin