Matérias Mais Lidas

imagemKerry King explica por que não assumiu o posto de guitarrista do Megadeth

imagemVeja diz que David Coverdale só passa vergonha nas redes sociais

imagemMike Portnoy e a música do Rush que virou um grande sucesso do Guns N' Roses

imagemQuando Jimi Hendrix chamou Eric Clapton para subir no palco e afinar sua guitarra

imagemA resposta de John Lennon quando perguntado se retornaria aos Beatles em 1975

imagemSlash explica por que rejeitou Corey Taylor no Velvet Revolver

imagemO clássico dos Paralamas que Gilberto Gil escreveu a letra e ditou pelo telefone

imagemPaul Di'Anno recebe autógrafo de Rivellino e fica feliz da vida; "Te vejo ano que vem?"

imagemO clássico da Legião inspirado em novela da TV Globo e acusado de plagiar The Doors

imagemCinco músicas que são covers, mas você acha que são as versões originais - Parte 2

imagemRitchie Blackmore em 1978 sobre o Kiss, Fleetwood Mac, Yardbirds e Led Zeppelin

imagemQuantos discos o Guns N' Roses vendeu no Brasil e no mundo? Veja os números

imagemBob Dylan explica a diferença entre suas composições e as de Paul McCartney

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1984 é um ano vital para o metal

imagemTodd La Torre diz que os verdadeiros cantores de heavy metal estão em extinção


Resenha - Truth - Bleeding Through

Por Ben Ami Scopinho
Em 17/09/06

Nota: 8

Metalcore de caráter, brutal e veloz. Tudo em "The Truth" aponta para este fato, desde o belíssimo e sangrento trabalho gráfico em preto-e-branco e, naturalmente, as canções. O norte-americano Bleeding Through vem dando muito de si e construindo uma carreira aparentemente sólida, cujo álbum "This Is Love, This Is Murderous" (já lançado no mercado brasileiro) alcançou boa repercussão na mídia especializada, permitindo que o conjunto tocasse no Ozzfest 2004, entre vários outros festivais, além de viagens pela Europa, Austrália e Japão.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

A boa fase de sua carreira continua com este seu terceiro registro que, na época de seu lançamento, alcançou a 48º posição nos charts de seu país. Um bom número que compensou a maciça campanha promocional sobre este trabalho. Mas, independente desta propaganda em cima do Bleeding Through, a banda merece todo o reconhecimento, pois conseguiu se esquivar da mesmice que já vem rondando o metalcore há algum tempo.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Todos os elementos estão presentes: o Thrash, Death e Hardcore, vozes gritadas e outras limpas. Mas a aproximação com a ferocidade do Black Metal é um dos pontos importantes que coloca a banda em outro nível, além dos teclados de Marta, que criam todo um ambiente obscuro e moderno. Tudo está muito coerente e direto, e vale mencionar a ótima produção de Rob Caggiano (Cradle of Filth, A Life Once Lost), que deixou tudo soando de forma cristalina.
É um prazer escutar "For Love And Failing", "Confession", "Kill To Believe" e "Hollywood Prison" (com teclados muito interessantes), canções totalmente raivosas, daquelas que farão seus vizinhos pensarem em uma possível mudança de residência. Este disco traz a presença de Nick 13 (Tiger Army) na complexa "Dearly Demented", e a de Ben Falgoust (Soilent Green) na melódica "Line In The Sand", que se destoa por ser uma balada com vozes limpas, apenas um momento de descanso para os ouvidos.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Um dos álbuns mais raivosos que escutei neste gênero e que aponta para uma promessa e tanto num futuro próximo. O amante de música agressiva tem muitas chances de realmente apreciar "The Truth" e até mesmo aquele que tem preconceito em relação ao metalcore poderá vir a respeitar o nome Bleeding Through.

Formação:
Brandan - Voz
Scott - Guitarra
Brian - Guitarra
Ryan - Baixo
Marta - Teclados
Derek - Bateria

Bleeding Through - The Truth
(2006 /Trustkill - Liberation Music Company – nacional)

01. For Love And Failing
02. Confession
03. Love In Slow Motion
04. The Pain Killer
05. Kill To Believe
06. Dearly Demented
07. Line In The Sand
08. She's Gone
09. Tragedy Of Empty Streets
10. Return To Sender
11. Hollywood Prison
12. The Truth

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Homepage: www.bleedingthrough.com

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Exodus: "Rick Rubin é uma verdadeira fraude", diz Gary Holt


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho.