Resenha - Highbreed - Scars Souls

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Passados oito anos desde o lançamento de "Troia", os cariocas do Scars Souls finalmente voltam à ativa com um novo CD. Mesmo se mantendo em atividade durante todo esse tempo, com mudanças de formação e na sonoridade, a banda permaneceu um tanto quanto sumida da grande mídia especializada. Mas os caras resolveram voltar com tudo, e estão disponibilizando esse novo CD num luxuoso "slipcase", como que para marcar com estilo sua volta ao cenário. A banda já vinha pondo os pés no prog-metal desde o final dos anos 90, e "Highbreed" é a continuação dessa evolução.

MTV: experts indicam as maiores bandas de Heavy MetalNew York Times: os 100 melhores covers de todos os tempos

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

De cara nota-se que a banda optou por depurar o prog-metal que já vinha executando, incluindo riffs mais tradicionais, como na excelente "Addiction" (uma levada a lá Iron Maiden). "Warnings" retoma o lado mais prog, com os teclados em evidência e em destaque, além da bela voz de Andréa Palmieri, que consegue ser coerente, simples e eficiente. "Feelings" reforça esse lado prog, com mudanças de andamento, mas tudo isso intercalado a muito peso, muitos riffs, e uma bateria muito precisa (a cargo de Adilson Jr, com o experiente Ricardo Piccoli como baixista e Rogério Segall nas seis cordas).

Outro grande destaque pode ser dado ao instrumental "Solitude", pela beleza de seus oito minutos e a boa colocação dos instrumentos, que a fazem soar progressiva, mas sem enjoar o ouvinte. A banda entra com tudo no prog nas longas "Inori" e "Yokan", mas novamente com um trabalho de guitarras de alto nível, oscilando entre o peso do heavy e a harmonia e conjunto do progressivo, que fazem do CD uma obra interessantíssima, até mesmo para quem não curte prog-metal. As letras falam sobre o desespero do ser humano, e sua busca pela melhor existência, conflitos internos, e tudo o que ronda esse curioso ato que se chama viver.

Um grande CD. A banda mostra ter muito talento, e fino trato para desenvolver um estilo intrincado como o progressivo, e mixá-lo ao peso do metal e aos vocais femininos. Muito futuro para esses caras, afinal estamos diante do metal brazuca!

Masque Records - 2006 (NACIONAL)
http://www.masquerecords.com

Site Oficial: http://www.scarssouls.com




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Scars Souls"


MTV: experts indicam as maiores bandas de Heavy MetalMTV
Experts indicam as maiores bandas de Heavy Metal

New York Times: os 100 melhores covers de todos os temposNew York Times
Os 100 melhores covers de todos os tempos


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL