Resenha - Best Of Poison - 20 Years Of Rock - Poison

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Você pode até não curtir o hard rock anos 80 com todo o visual e toda a imagem criada por estes norte-americanos, mas não poderá negar que os caras sabiam (e sabem fazer) um bom rock and roll. Um dos grandes representantes do movimento glam rock (ou posers como queiram), a banda, que diziam não conseguir durar 20 minutos, chega a seu vigésimo ano renovada, com sua formação clássica (Brett Michaels nos vocais, CC Deville na guitarra, Bobby Dall no baixo e Ricki Rockett na bateria) escorada por um bom CD ("Hollyweird") e com turnês que varreram os Estados Unidos.

Músicas ruins: As 100 piores segundo o Aol Radio BlogSlayer: Kerry King explica como se deve balançar a cabeça

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Esta coletânea, além de celebrar os 20 anos da banda, é mais uma justificativa para que os caras se lancem em turnê mais uma vez (num desses famosos pacotes hard anos 80) e dá a chance para os que nunca conheceram a banda de ver que debaixo da maquiagem sempre existiu música divertida e empolgante.

"Talk Dirty To Me", "I Want Action" e "Cry Tough" (do primeiro CD, "Look What The Cat Dragged In") já davam mostras de uma banda competente. Virtuosa? Não? Até que Ricki é um bom baterista, mas CC está longe de ser um virtuoso (embora seja um músico de talento). "Look What The Cat Dragged In", o cover de "Your Mama Don't Dance" e os sucessos "Unskinny Bop" e "Ride The Wind" (do sucesso "Flesh And Blood") ratificavam o que escrevo. Para quem gosta de baladas melosas e românticas, a banda entra com tudo com "Every Rose Has Its Thorn", "Something To Believe In" e "Life Goes On".

Dos anos mais recentes, a banda incluiu "Stand", um momento único de virtuosismo (com Richie Kotzen no lugar de CC) e que foi um grande sucesso na época, além de "The Last Song" (do CD de retorno "Power To The People") e a excelente "Shinning Star" (do citado "Hollyweird"). Quem gosta de surpresas irá curtir a versão para "Rock And Roll All Nite" do Kiss (influência confessa e presente na trilha sonora de "Less Than Zero") e a inédita "We're An American Band" (do GrandFunk Railroad), com a produção de Don Was, sob medida no estilo do Poison.

Uma boa coletânea, em que pese a ausência de material do CD "Crack A Smile And More" (com Blues Saraceno na guitarra) e do "MTV Unplugged" (que nunca saiu em CD, exceto algumas faixas no CD anteriormente comentado). Se você gosta, tem tudo, não tem nada novo aqui. Mas se você não conhece, vale conferir como eram (e ainda são) legais as bandas de hard-rock dos anos 80.

2006 - Capital Records (IMPORTADO)

Site Oficial: http://www.poisonweb.com




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Poison"


Bret Michaels: como ele se sente vendo a filha modelo posando de maiôBret Michaels
Como ele se sente vendo a filha modelo posando de maiô

Poison: Slash comenta como foi a audição para a bandaPoison
Slash comenta como foi a audição para a banda


Músicas ruins: As 100 piores segundo o Aol Radio BlogMúsicas ruins
As 100 piores segundo o Aol Radio Blog

Slayer: Kerry King explica como se deve balançar a cabeçaSlayer
Kerry King explica como se deve balançar a cabeça


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336