Resenha - Gemini Five - Black:Anthem

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Otávio Augusto Juliano
Enviar Correções  

7


Segundo álbum desta banda sueca, que mostra sua intenção de se firmar definitivamente no cenário musical, com um Hard Rock bem trabalhado, acrescido de diversos elementos musicais modernos.

Se você já ouviu o CD Babylon Rockets e gostou do som dos caras, numa primeira audição deste novo álbum vai cair da cadeira. O som se apresenta bastante diferente, com fortes influências de Marilyn Manson e Rammstein, caracterizando-se por uma sonoridade muito mais moderna e obscura.

publicidade

Mais uma vez Tin Star (vocal) se destacou pelas ótimas composições, mas não espere um álbum muito parecido com o primeiro. Apenas numa segunda ou terceira audição você vai passar a perceber a qualidade deste disco, muito bem produzido, diga-se de passagem.

São 13 faixas ao todo. Destaques ficam por conta de "When The Body Speaks", lançado como single há alguns meses atrás, com refrão pegajoso e bons riffs de guitarra; "Bring On The Monkey", que no início apresenta algumas inserções que se assemelham a tiros de raio laser; a faixa-título, "Black:Anthem", que tende mais para o estilo balada, estilo esse que também caracteriza a última música do álbum, a legal e bem cadenciada "Silent Night". "Flesh For Fantasy" (nada de semelhante com a balada do Billy Idol) e "Insane is Sane" também merecem algum destaque.

publicidade

Se você curtiu muito o primeiro CD da banda, prepare-se para ter surpresas com este segundo lançamento. Ótimo, por sinal, que o álbum já esteja circulado por aqui em versão nacional (lançado pela Hellion Records), assim você não corre o risco de se queixar do gasto com um importado. Se você gostou de Babylon Rockets e ainda curte Marilyn Manson e um pouco de sonoridade mais moderna e comercial, compre Black:Anthem sem medo de errar.

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Heavy Metal: cinco discos necessários dos anos setentaHeavy Metal
Cinco discos necessários dos anos setenta

Led Zeppelin: O lendário encontro com o Rei do Rock, Elvis PresleyLed Zeppelin
O lendário encontro com o Rei do Rock, Elvis Presley


Sobre Otávio Augusto Juliano

Otávio é paulistano, tem 29 anos e faz algo nada a ver com o Rock: é advogado. Por gostar muito de música e não possuir talento algum para tocar instrumentos musicais, tornou-se um comprador compulsivo de cds. Sempre interessado em leitura ligada ao Rock e Metal, começou a enviar algumas pequenas colaborações para a Whiplash e hoje contribui principalmente com textos relacionados ao Hard Rock, estilo musical de sua preferência. De qualquer forma, é eclético e não dispensa álbuns de todas as demais vertentes do Metal, sendo fã incondicional de W.A.S.P., Mötley Crüe e dos trabalhos do guitarrista Steve Stevens.

Mais matérias de Otávio Augusto Juliano no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin