Resenha - Duality Conflicts - Exiled on Earth

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

"No Trigger, No Lays, No Overdubs, No Effects. WARNING! IT's NOT POWER METAL". Ousadia ou auto-afimação? O quarteto italiano Duality Conflicts existe desde 1995 (inicialmente com o nome de Maelstrom) mas devido a mudanças em seu "line-up" este DEMO-CD só foi gravado em 2002. A banda tem fortes influências do cenário oitentista, como Slayer, Iron , Metallica e ainda incorpora a seu som algumas pitadas de fusion e jazz. Como soaria esta mistura?

Cenografia: os pedestais mais bizarros do Rock e MetalJoe Satriani: por que ele não entrou no Deep Purple?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Where Darkness is always Pregnant" é uma paulada heavy metal fortemente inspirada pelo metal oitentista. Com um vocalista correto e uma produção bem acima da média, a mesma apresenta mudanças de ritmo bem interessantes. O mesmo acontece na cadenciada "The Illusory Ground of Betrayal", aonde o baixo se destaca, juntamente com uma bateria precisa.

A faixa título já possui maiores inspirações no "speed" germânico, com uma pitada de Motorhead. Uma sonoridade bem interessante e peculiar, que se ratifica na excelente "Turmoil", com um show coletivo de toda a banda.

Um excelente DEMO, e agora é hora do CD!

Line Up:
Tiziano Marcozzi - Vocais/Guitarras
Alex Croce - Guitarras
Luca Bianch - Baixo
Piero Arioni - Bateria

Contatos:
http://www.exiledonearth.it




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Duality Conflicts"


Cenografia: os pedestais mais bizarros do Rock e MetalCenografia
Os pedestais mais bizarros do Rock e Metal

Joe Satriani: por que ele não entrou no Deep Purple?Joe Satriani
Por que ele não entrou no Deep Purple?


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

Cli336x280