Resenha - Além Do Que Os Olhos Podem Ver - Oficina G3

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Maurício Gomes Angelo
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 9


Depois da saída do vocalista PG, que coincidentemente ou não, trouxe com ele uma época de álbuns mornos e açucarados em excesso por parte do grupo, a impressão que "Além do Que os Olhos Podem Ver" deixa é que o Oficina G3 estava ávido por demonstrar seu verdadeiro talento.

Vícios: As 10 melhores músicas sobre drogasRockstars: as esposas mais lindas do rock - 1ª parte

E não há melhor resposta para seu recente passado enfadonho do que a trinca de abertura: "Mais Alto", "Réu ou Juiz" e "Meu Legado" trazem tudo que andava escondido, externado com timidez, e os coloca na linha de frente.

Há grandes passagens de prog-rock (utilizando os recursos eletrônicos com a competência comum ao segmento) e generosas doses de hard rock sem perder a típica aura pop que ainda assim vem renovada.

E quando "Através da Porta" mantém este ritmo up-tempo técnico/agressivo é que tens plena certeza de que as coisas não irão desandar novamente, enquanto a faixa-título é uma ótima power-ballad. O exercício constante de bom gosto continua com "A Lição" e "O Fim é só o Começo", climas quase psicodélicos/bluezzísticos permeados por um sentimentalismo consciente e linhas vocais marcantes.

Grooves incomuns e a contributiva participação do violino em "Amanhã", solos feeling-virtuosos como o de "De Olhos Fechados" e o ótimo dueto entre Juninho e Marcão (Fruto Sagrado) em "Sem Trégua" - valorizado por se tratar de uma das melhores faixas do álbum - são apenas alguns exemplos dentre várias composições dotadas de arranjos inspirados e harmonias belíssimas aos ouvidos. Juninho Afram toma a responsabilidade de assumir os vocais com tranqüilidade e exala competência, apresentando também um de seus melhores desempenhos nas seis cordas, sendo que o longínquo entrosamento com Duca e Jean obviamente é traduzido em músicas de interpretações soberbas. Nada de estrelismos, exagero, falta de bom senso, "Além do Que os Olhos Podem Ver" é um álbum que não perde o fôlego em seus 49 minutos de duração. Retrato de uma banda que além de resgatar seu passado busca novas sonoridades.

As letras de conteúdo espiritualista estão mais apuradas e exibem grande nexo com a realidade, trazendo percepções puramente reflexivas. Até a arte gráfica foge do modorrento padrão utilizado de forma incansável anteriormente.

Começaram a recuperar o tempo perdido magistralmente, produziram não só o melhor trabalho da banda como de toda a história do rock cristão brasileiro e também um álbum singular para o BRock contemporâneo, qualidade e equilíbrio em evidência, prestígio em ascensão, musicalidade de volta aos trilhos. Caminho que os recoloca na vanguarda e que os levará fatalmente ao inegável reconhecimento nacional.

Formação:
Juninho Afram (Vocal/Guitarra)
Duca Tambasco (Baixo)
Jean Carllos (Teclados)
Lufe (Baterista convidado)

Site Oficial: www.oficinag3.art.br


Outras resenhas de Além Do Que Os Olhos Podem Ver - Oficina G3

Resenha - Além do Que os Olhos Podem Ver - Oficina G3




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Oficina G3"


Oficina G3: Juninho Afram critica líderes evangélicos por ódioOficina G3
Juninho Afram critica líderes evangélicos por ódio

Oficina G3: o Brasil não é essa desgraça como todos afirmam!Oficina G3
"o Brasil não é essa desgraça como todos afirmam!"

Rock Cristão: as principais bandas nacionaisRock Cristão
As principais bandas nacionais


Vícios: As 10 melhores músicas sobre drogasVícios
As 10 melhores músicas sobre drogas

Rockstars: as esposas mais lindas do rock - 1ª parteRockstars
As esposas mais lindas do rock - 1ª parte

Mick Jagger: em cerimônia na escola do filho em São PauloMick Jagger
Em cerimônia na escola do filho em São Paulo

Góticas: 10 grandes bandas do gênero na Inglaterra dos anos 80Góticas
10 grandes bandas do gênero na Inglaterra dos anos 80

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?Slash
Por que ele usa óculos escuros o tempo todo?

Pink Floyd: versão ao vivo de Dogs vira trilha de animaçãoPink Floyd
Versão ao vivo de "Dogs" vira trilha de animação

Metallica: Lars Ulrich pede bênção ao papa em encontro casualMetallica
Lars Ulrich pede bênção ao papa em encontro casual


Sobre Maurício Gomes Angelo

Jornalista. Escreve sobre cultura pop (e não pop), política, economia, literatura e artigos em várias áreas desde 2003. Fundador da Revista Movin' Up (www.revistamovinup.com) e da revrbr (www.revrbr.com), agência de comunicação digital. Começou a escrever para o Whiplash! em 2004 e passou também pela revista Roadie Crew.

Mais matérias de Maurício Gomes Angelo no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336