Matérias Mais Lidas

Raimundos: Digão revela que recebeu proposta astronômica para reunião com RodolfoRaimundos
Digão revela que recebeu proposta "astronômica" para reunião com Rodolfo

Aquiles Priester: baterista se junta a Chitãozinho e Xororó em versão de EvidênciasAquiles Priester
Baterista "se junta" a Chitãozinho e Xororó em versão de "Evidências"

KK's Priest: banda com ex- membros do Judas lançará primeiro disco em maioKK's Priest
Banda com ex- membros do Judas lançará primeiro disco em maio

Megadeth: David Ellefson se manifesta após ser acusado de enviar nudes a menor de idadeMegadeth
David Ellefson se manifesta após ser acusado de enviar nudes a menor de idade

Eloy Casagrande: o meio metal perdeu espaço por anos e hoje respira por aparelhosEloy Casagrande
"o meio metal perdeu espaço por anos e hoje respira por aparelhos"

Metallica: a canção famosa da banda que James Hetfield acha uma porcariaMetallica
A canção famosa da banda que James Hetfield acha "uma porcaria"

Iron Maiden: Adrian Smith revela quando a banda pretende voltar a tocar ao vivoIron Maiden
Adrian Smith revela quando a banda pretende voltar a tocar ao vivo

Guns N' Roses: falta de planejamento fez Gilby ter que aprender a tocar tudo rapidinhoGuns N' Roses
Falta de planejamento fez Gilby ter que aprender a tocar tudo rapidinho

Slash: Myles Kennedy conta por que não se intimidou ao trabalhar com o guitarristaSlash
Myles Kennedy conta por que não se intimidou ao trabalhar com o guitarrista

Adrian Smith: preocupado com o futuro, ele acha que a Internet pode matar a músicaAdrian Smith
Preocupado com o futuro, ele acha que a Internet pode matar a música

Iron Maiden: cerveja Hellcat, produzida pela Brewdog, será lançada em breveIron Maiden
Cerveja "Hellcat", produzida pela Brewdog, será lançada em breve

Far Out Magazine: 10 artistas com terríveis álbuns de estréiaFar Out Magazine
10 artistas com terríveis álbuns de estréia

Rock Hall: no aperto, Iron Maiden e Foo Fighters entram no top 5 do voto popularRock Hall
No aperto, Iron Maiden e Foo Fighters entram no top 5 do voto popular

Rodolfo Abrantes: O sonho da minha mãe era eu voltar aos RaimundosRodolfo Abrantes
"O sonho da minha mãe era eu voltar aos Raimundos"

King Crimson: com visual excêntrico, Robert Fripp e Toyah homenageiam The ProdigyKing Crimson
Com visual "excêntrico", Robert Fripp e Toyah homenageiam The Prodigy


Korzus
Edu Falaschi - Vera Cruz
Pentral

Resenha - Far Away - Crushing Blow

Por Sílvio Costa
Em 05/10/04

Nota: 8

A primeira impressão que passa o Crushing Blow é que eles são (ou tentam ser) mais um dos incontáveis clones do Nightwish que proliferam na cena européia desde o surgimento e sucesso do quinteto finlandês. Mas no heavy metal, assim como na vida, conclusões precipitadas raramente são acertadas, e basta dar uma ouvida mais atenta nas 10 faixas de Far Away para que se constate que esse grupo francês não tem quase nada que lembre os milhares de grupos de gothic/symphonic metal europeus, que exploram à exaustão a imagem de suas cantoras, não importando muito o quanto elas são capazes de cantar. De clone do Nightwish, portanto, o Crushing Blow tem pouco. Na verdade, apesar da presença forte de alguns elementos "modernos" em sua música, o Crushing Blow soa "old school" e não tem medo de agregar elementos que poderiam até soar datados, mas que foram retrabalhados de modo a dar ao som da banda originalidade e coesão.

O heavy metal do Crushing Blow é um emaranhado de influências que partem do próprio Nightwish e passam por grupos que investem mais em peso e acréscimo de elementos sinfônicos a sua música, como Angra e Rhapsody, embora sem a destreza dos primeiros ou a pompa dos segundos. As linhas melódicas seguem o elevado padrão estabelecido pelos maiores grupos de power metal da atualidade, o que serve apenas para comprovar a competência de Guillaume e Benjamin no comando das guitarras. A bateria poderosa e veloz de Patrick bem que poderia ser mais diversificada, mas mesmo assim o resultado final impressiona pela vontade que dá de bangear ao longo da audição do CD.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Os vocais de Audrey ficam prejudicados em virtude do fortíssimo sotaque da moça. É bom lembrar que a própria Tarja Turunen passou por dificuldades semelhantes (ainda que em menor grau) nos primórdios do Nightwish. Nada que esforço e um pouco mais de estrada não consertem. De maneira genérica, ela se aproxima mais de Kimberly Goss (Sinergy) que da própria Tarja, uma vez que sua voz tem um punch mais "heavy" e menos lírico. Distanciando-se das bandas escandinavas que apresentam mais ou menos a mesma proposta apresentada pelo Crushing Blow, a banda optou por acelerar seu heavy metal e evitar "confusões" com a cena gótica européia, já mais que saturada atualmente. Além disso, a ausência de teclados (acidental, já que a banda perdeu seu tecladista pouco antes de as gravações começarem) acaba ajudando a diferenciar o som do Crushing Blow, tornando-o mais compacto e menos floreado. A opção por um som mais direcionado para a guitarra acabou por criar temas muito intensos, como é o caso da faixa-título e da poderosíssima "Humanity".

Infelizmente, a Haunted Records, que lançou o disco por aqui e tem feito um excelente trabalho desde o início de suas atividades, vacilou com relação à arte gráfica do álbum do Crushing Blow. Aqui no Brasil o disco não foi lançado com a mesma capa européia, e o encarte não traz absolutamente nenhuma informação sobre a banda. Nem mesmo o nome dos integrantes. Pena que um trabalho tão bom tenha sido prejudicado por um detalhe tão sem importância.

Banda:
Audrey Bucci – Voz
Patrick Prunetti – Bateria
Guillaume Stamm – Guitarra
Benjamin Truelle – Guitarra
Gerald Krist - Baixo

Site Oficial: www.chez.com/crushingblow

Haunted Records: www.hauntedrecords.com.br

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

💬 Ler e postar comentários


MOPD
Arte Musical
Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Metallica, Guns, Slipknot, Kiss: tombos, erros e fatos engraçadosMetallica, Guns, Slipknot, Kiss
Tombos, erros e fatos engraçados

Heavy Metal: os maiores álbuns da história para os gregosHeavy Metal
Os maiores álbuns da história para os gregos


Sobre Sílvio Costa

Formado em Direito e tentando novos caminhos agora no curso de História, Sílvio Costa é fanzineiro desde 1994. Começou a colaborar com o Whiplash postando reviews como usuário, mas com o tempo foi tomando gosto por escrever e espera um dia aprender como se faz isso. Já colaborou com algumas revistas e sites especializados em rock e heavy metal, mas tem o Whiplash no coração (sem demagogia, mas quem sabe assim o JPA me manda mais promos...). Amante de heavy metal há 15 anos, gosta de ser qualificado como eclético, mesmo que isto signifique ter que ouvir um pouco de Poison para diminuir o zumbido no ouvido depois de altas doses de metal extremo.

Mais matérias de Sílvio Costa no Whiplash.Net.