Matérias Mais Lidas

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemBruce Dickinson revela qual é sua música preferida do Iron Maiden

imagemNova Fã que descobriu Metallica por Stranger Things quer cancelar banda e reúne provas

imagemTommy Lee postou uma foto com o "Dr. Feelgood" de fora

imagemRock in Rio libera ingressos extras e novamente dia do metal é único que não esgota

imagemSteve Perry revela o motivo ter recusado substituir Dave Lee Roth no Van Halen

imagemO hit da Legião que Renato Russo compôs para Cássia Eller e traz coincidência trágica

imagemJoão Gordo se reencontra com o amigo Iggor Cavalera; "Agora falta zerar com o vovô"

imagemA opinião de Brian May sobre Lemmy Kilmister e o Motörhead

imagemA reação de Jimi Hendrix ao assistir King Crimson ao vivo

imagemGordo diz que atualizou termos politicamente incorretos após puxão de orelha de filha

imagemIron Maiden e o Rock in Rio: em detalhes, o que exatamente a banda pediu para o evento

imagemOzzy Osbourne revela de qual de seus álbuns Lemmy Kilmister mais gostava


Stamp

Resenha - Blood and Belief - Blaze

Por Rafael Carnovale
Em 29/09/04

Nota: 9

"Você me queria morto, mas eu estou vivo!". Brada Blaze Bayley em "Alive", ótima faixa que abre seu quarto cd, o terceiro de estúdio. Passados os problemas com o Iron Maiden, e outros de ordem pessoal, Blaze ressurge com um cd matador, realmente o melhor de sua carreira. Ouvindo este novo trabalho, fica a certeza de que Blaze era muito mais do que apenas o vocalista do Iron Maiden de 1993 a 1998. Havia nele um potencial que só veio a explodir quando o mesmo saiu (ou foi saído) da Donzela.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Alive" e a pesada "Ten Seconds" mostram que Blaze continua fiel ao heavy metal, mas cada vez incorporando elementos novos, como pitadas thrash e hardcore, com um bom resultado. Já a faixa título é um "monstro" cadenciado, embalado por potentes guitarras e a voz competente de Bayley. Há espaço para músicas mais suaves, como "Life and Death" e a bonita "Regret", momentos mais atmosféricos e viajantes ("Tearing Yourself to Pieces") e heavies pesados com influência de Rage Against the Machine, como "Hollow Head".

O bom heavy metal ressurge revigorado em petardos como a excelente "Will to Win" (um "speed" que periga ser a melhor música do cd) e a cadenciada "The Path and the Way", que abrem caminho para a complexa "Soundtrack of My Life", a autobiografia de Blaze, que se abre totalmente nesta faixa, contando partes de seus problemas pessoais, que envolviam o excesso de álcool e problemas psicológicos, num heavy excelente, digno de encerrar um forte cd.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Blaze achou seu caminho e mostrou que é um grande artista, e também um bom cantor. Foram-se os tempos em que ele era alvo de cusparadas nos shows do Iron Maiden. Agora o mesmo tem vida própria e está bem vivo, como ele mesmo diz no cd.

Obrigatório.

Line Up:
Blaze Bayley – Vocais
Steve Wray – Guitarras
John Slater – Guitarras
Wayne Banks – Baixo
Jason Bowld – Bateria

Site oficial: http://www.planetblaze.com

Material Cedido por:
Century Media Brasil.
http://www.centurymedia.com.br
São Paulo (SP)

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de Blood and Belief - Blaze

Resenha - Blood And Belief - Blaze

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Guitarrista da banda de Blaze Bayley está com câncer incurável

Blaze explica por que o Andre Matos seria uma opção melhor para o Iron Maiden

Iron Maiden: "Eu teria gostado de ficar", diz Blaze Bayley

Blaze Bayley: voz do Andre Matos é muito mais Maiden que a minha

Blaze Bayley: "Andre Matos faria muito melhor do que eu"

Van Halen: o constrangedor encontro de Eddie com o Nirvana

A importância da revista Playboy na vida de alguns rockstars


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale.