Resenha - Figure Number Five - Soilwork

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 7


Três anos consecutivos lançando novos álbuns de estúdio às vezes causam mazelas, super exposição, e cansaço. Falando assim a impressão que fica de "Figure Number Five" é de um desastre, o que está muito distante da realidade. Porém, este trabalho de 2003 não vem com a sede de seus antecessores e é carregado por bastante apelo comercial.

Soilwork: banda lança nova música, "Feverish" e anuncia novidades; confiraDave Mustaine: 10 coisas que você não sabia sobre ele

Apesar de inegavelmente bem executado e composto, este quinto álbum decepciona um pouco depois do aclamado e, sem dúvida, grandíssimo "Natural Born Chaos" (2002), com o genial Devin Townsend (Strapping Young Lad) na produção extraindo do Soilwork o melhor que poderia dar, o seu limite.

O bom gosto da banda não está em questão, mas sim a linha que decidiram seguir. Absolutos no disco anterior, os vocais limpos excedem-se em "Figure Number Five"; ultrapassam o papel de peças chaves, ficando expostos demais, literalmente dividindo a cena com as vocalizações death, as quais dantes predominavam. É onde a agressividade cai categoricamente e a melodia, bem... ela segue, mas abandonada por um lado mais visceral, pelo menos no Soilwork, não funciona.

O disco no geral é muito bom, mas eles foram longe demais e vacilaram na busca do mais acessível. Quem sabe seja hora de tirar férias depois de três anos acelerados? Escrever outra história, como aqui eles tentam, mas de modo diferente, relendo o passado com mais cuidado? Seria uma boa e certamente estarei então ansioso aguardando pelo que eles apresentarão.

Site Oficial - http://www.soilwork.org

Björn "Speed" Strid (Vocais)
Peter Wichers (Guitarras)
Ola Frenning (Guitarras)
Sven Karlsson (Teclados)
Ola Flink (Baixo)
Henry Ranta (Bateria)

Material cedido por:
Nuclear Blast - http://www.nuclearblast.de
Caixa Postal 1240 São Paulo SP 01059-970 BRASIL
Telefone: (0xx11) 3097-8117
Fax: (0xx11) 3816-1195
Email: brasil@nuclearblast.de


Outras resenhas de Figure Number Five - Soilwork

Resenha - Figure Number Five - SoilWorkSoilwork: em 2003, o trabalho definitivo da banda




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Soilwork"


Soilwork: banda lança nova música, "Feverish" e anuncia novidades; confiraSoilwork: show da banda em Singapura é cancelado por razões médicasEm 19/10/2007: Soilwork lança o álbum Sworn To A Great Divide

Metal sueco: site elege as dez melhores bandas da SuéciaMetal sueco
Site elege as dez melhores bandas da Suécia

Pra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 2002Pra ouvir e discutir
Os melhores discos lançados em 2002


Dave Mustaine: 10 coisas que você não sabia sobre eleDave Mustaine
10 coisas que você não sabia sobre ele

Edu Falaschi: os dez vocalistas brasileiros preferidos deleEdu Falaschi
Os dez vocalistas brasileiros preferidos dele


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336