RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemThe Cure: 5 bandas que o vocalista Robert Smith já declarou odiar

imagemBruce Dickinson é confirmado como uma das atrações do Summer Breeze 2023

imagemTodos os rockstars que já recusaram ser condecorados pela rainha Elizabeth II

imagemOs álbuns de outros estilos musicais que Dave Mustaine indica para quem é headbanger

imagemGuns N' Roses compartilha foto incrível de show realizado em São Paulo

imagemBarbosa ficou em 2º em concurso de guitarrista mais sexy e perdeu para astro internacional

imagemArnaldo explica por que saía do palco quando Titãs tocava hit de "Cabeça Dinossauro"

imagemRafinha Bastos e João Gordo debatem piada sobre Wanessa e discutem papel do humor

imagemCom tempo de sobra, Bruce Dickinson também faz segurança em show do Iron Maiden

imagemBittencourt explica óbvio motivo para convidar "Cara do Crepúsculo" para papel do Batman

imagemKiko Loureiro explica a química da atual formação do Megadeth

imagemManeskin e o grande temor que Gastão Moreira tem em relação à banda

imagemDavid Coverdale lista seus 20 álbuns preferidos do rock britânico

imagemO setlist "gordo" e vídeos do último show da turnê de 2022 do Guns N' Roses pelo Brasil

imagemO que esperar dos shows de Helloween e Hammerfall no Brasil, segundo os músicos


NFL Steve Harris

Resenha - Figure Number Five - SoilWork

Por Rodrigo Simas
Em 26/08/03

Nota: 7

O quinto CD do "SoilWork" traz a banda sem o produtor Devin Townsend, que havia contribuído na sonoridade de "Natural Born Chaos", o lançamento anterior. Este "Figure Number Five" nada mais é do que uma continuação de seu predecessor, sendo bastante similar ao que o "Soilwok" já havia produzido (talvez pelo curto tempo entre um e outro, apenas 1 ano).

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Quando a banda resolve apostar nos grandes riffs de guitarra, com "punch" e muita pegada, como é o caso de "Overloaded" e "Strangler", que também misturam os vocais agressivos com os mais limpos, o resultado é muito satisfatório, e mostra porque o "Soilwork" está crescendo a cada lançamento. Porém grande parte do repertório do CD se assemelha bastante com bandas como o "In Flames" e isso fica latente na primeira faixa "Rejection Role", que apesar de ser bem legal, chateia pela falta de originalidade.

A mixagem ficou por conta do já famoso Fredrik Nordstrom, no estúdio Fredman, que já trabalhou com bandas como "Dark Tranquility", "In Flames" e "Arch Enemy", para citar apenas algumas.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Vale ressaltar a qualidade sonora e o cuidado com cada detalhe da produção. Outros destaques ficam para a excelente "Figure Number Five", "Departure Plan", com boas melodias e bastante original, e a diferente "Mindmaker".

O "SoilWork" está no caminho certo, consegue fazer sucesso com os fãs de música mais extrema e até com os que ouvem sons mais melódicos, e, se apostar em um estilo próprio, buscando mais originalidade, tem tudo para ser uma das melhores bandas surgidas no estilo.

O CD ainda vem com duas músicas bônus: "Wake Up The Call" e "Steel Bath Suicide", que não são tão legais e não são bem produzidas, se comparadas com o material presente em "Figure Number Five".

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Faixas:
01. Rejection Role
02. Overloaded
03. Figure Number Five
04. Strangler
05. Light The Torch
06. Departure Plan
07. Cracking The Sirens
08. BrickWalker
09. The Mindmaker
10. Distortion Sleep
11. DownFall
12. Wake Up The Call
13. Steel Bath Suicide


Outras resenhas de Figure Number Five - SoilWork

Resenha - Figure Number Five - Soilwork

Resenha - Figure Number Five - Soilwork

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Dirk Verbeuren, baterista do Megadeth, diz que já pensou em desistir da música

Resenha - Övergivenheten - Soilwork

Soilwork afirma que vai continuar e vai fazer shows em memória de David Andersson

"Farei o meu melhor para continuar nosso legado musical", diz Björn Strid, do Soilwork

The Night Flight Orchestra vai continuar na ativa após morte de David Andersson

Nuclear Blast lamenta morte de David Andersson, guitarrista do Soilwork

Bastian Thusgaard, do Soilwork, se despede de David Andersson com mensagem tocante

Dirk Verbeuren, baterista do Megadeth, se despede de David Andersson

David Andersson: 30 músicas para relembrar o guitarrista da banda Soilwork

The Night Flight Orchestra faz postagem emocionante dedicada ao guitarrista David Andersson

Morre aos 47 anos David Andersson, guitarrista do Soilwork

Bastian Thusgaard, baterista do Soilwork, mostra como se toca "Dreams Of Nowhere"

O disco do Iron Maiden que mudou para sempre a vida de Björn Strid, do Soilwork

Soilwork lança "Övergivenheten", seu novo álbum de estúdio

Soilwork lança vídeo oficial de "Valleys Of Gloam", faixa do novo álbum

Soilwork: baterista foi esquecido no aeroporto quando a banda veio fazer shows no Brasil

Quadrinhos: qual banda de rock os heróis da DC ouviriam?

Suécia: 20 bandas de metal que não são nem de Gotemburgo, nem de Estocolmo

Kiss: como foi demitir Eric Carr em seu leito de morte

O Whiplash.Net protege algumas bandas e prejudica outras?


Sobre Rodrigo Simas

Designer, carioca e tricolor. Começou a ouvir música aos 11 anos, com Iron Maiden, Metallica e Rush. Tem como hobby quase profissional, a música. Além de produzir shows e eventos, trabalhou por 5 anos em loja especializada em Heavy Metal, e já escreveu para alguns sites e revistas de música. Hoje escuta de tudo um pouco, e cada vez mais descobre que existem apenas dois tipos de música: a boa e a ruim, independente do estilo. Bandas e artistas favoritos: Dave Matthews Band, Peter Gabriel, Rush, Iron Maiden, Led Zeppelin, Ben Harper, Radiohead, System of a Down... e a lista continua...

Mais informações sobre

Mais matérias de Rodrigo Simas.