Resenha - Jaded - To/Die/For

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Sílvio Costa
Enviar correções  |  Ver Acessos


O cenário europeu, particularmente na Escandinávia, está vendo surgir uma infinidade de bandas que mesclam hevay metal tradicional com aquela vertente do rock pesado muito comum até meados dos anos 80, que ficou conhecida como gothic rock ou pós-punk. Pois bem, exemplos disto não faltam (os finlandeses do HIM talvez sejam o exemplo mais bem acabado do que estou falando)e o To/Die/For é mais uma banda a apostar neste estilo em franca ascensão e que agora parece começar a querer conquistar também as Américas.

Lemmy: sob investigação, em 2008, por exibir insígnia nazistaHumor: Não basta ouvir Master Of Puppets para ser Thrash

Este é o terceiro álbum da banda formada pelo ex-baterista do Sinergy Tonmi Lillman (que deixou a banda de Kimberly Goss justamente para se dedicar a este projeto). De cara, o vocal, que lembra muito o Information Society, e o abuso de sintetizadores deixam claro que este não é um disco muito fácil de se gostar. Entretanto, para quem aprecia um trabalho feito de maneira despretenciosa, interessante e, até certo ponto, único, este Jaded vai agradar muito.

O disco abre com a pesadíssima "Dying Embers", com direito a vocalizações agressivas de Jape Perätalo (que, recentemente, deixou a banda) e solos de guitarra muito bem sacados.Na seqüência, uma música um pouco mais lenta, que, esta sim, lembra muito (mas muito mesmo) a fase inicial do Information Society. Em "Too Much Ain't Enough" o peso retorna, ao lado de uma melodia hipnótica, criada pela dobra de teclado e guitarra, com características marcadamente pop. O disco segue nesta alternância entre temas mais pop e mais pesados, mas sem desandar em termos de qualidade em nenhum momento.

Para quem aprecia Evereve, HIM, Crematory, Century etc, o To/Die/For é uma excelente escolha.

Tracklist:
01. Dying Embers
02. (I Just) Died in Your Arms
03. Too Much Ain't Enough
04. The Unknown II
05. Jaded
06. Fall Strains
07. Forever
08. Años de Dolor
09. Silence Tells More

Line-up:
Mika Ahtianen - Guitar
Tonmi Lillman - Drums
Jape Perätalo - Vocals
Joonas Koto - Guitar
Marko Kangaskolkka - Bass




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "To Die For"


Lemmy: sob investigação, em 2008, por exibir insígnia nazistaLemmy
Sob investigação, em 2008, por exibir insígnia nazista

Humor: Não basta ouvir Master Of Puppets para ser ThrashHumor
Não basta ouvir Master Of Puppets para ser Thrash


Sobre Sílvio Costa

Formado em Direito e tentando novos caminhos agora no curso de História, Sílvio Costa é fanzineiro desde 1994. Começou a colaborar com o Whiplash postando reviews como usuário, mas com o tempo foi tomando gosto por escrever e espera um dia aprender como se faz isso. Já colaborou com algumas revistas e sites especializados em rock e heavy metal, mas tem o Whiplash no coração (sem demagogia, mas quem sabe assim o JPA me manda mais promos...). Amante de heavy metal há 15 anos, gosta de ser qualificado como eclético, mesmo que isto signifique ter que ouvir um pouco de Poison para diminuir o zumbido no ouvido depois de altas doses de metal extremo.

Mais matérias de Sílvio Costa no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336