Matérias Mais Lidas

Sepultura: Iggor explica como criou bateria de Refuse/Resist, unindo metal e sambaSepultura
Iggor explica como criou bateria de "Refuse/Resist", unindo metal e samba

Yngwie Malmsteen: guitarrista anuncia novo álbum Parabellum e libera single; ouçaYngwie Malmsteen
Guitarrista anuncia novo álbum "Parabellum" e libera single; ouça

Loudwire: o pior álbum de 25 grandes bandas de rock e heavy metal, por Joe DivitaLoudwire
O pior álbum de 25 grandes bandas de rock e heavy metal, por Joe Divita

Ozzy Osbourne: Clufetos diz que não foi fácil deixar Rob Zombie para tocar com o MadmanOzzy Osbourne
Clufetos diz que não foi fácil deixar Rob Zombie para tocar com o Madman

Dragonforce: cena metal nega a existência do racismo, segundo Herman LiDragonforce
Cena metal nega a existência do racismo, segundo Herman Li

Slipknot: o que Clown pensa sobre os Beatles?Slipknot
O que Clown pensa sobre os Beatles?

Alice In Chains: para Nancy Wilson era óbvio que Layne perderia a luta contra as drogasAlice In Chains
Para Nancy Wilson era óbvio que Layne perderia a luta contra as drogas

Iron Maiden: por que Paul Di'Anno adotava visual tão diferente de outros do metalIron Maiden
Por que Paul Di'Anno adotava visual tão diferente de outros do metal

Pensilvânia: do rock and roll ao death metal, 10 grandes bandas que surgiram no estadoPensilvânia
Do rock and roll ao death metal, 10 grandes bandas que surgiram no estado

Alter Bridge: a postura de Eddie Van Halen ao ir a show da banda, segundo MylesAlter Bridge
A postura de Eddie Van Halen ao ir a show da banda, segundo Myles

Anthrax: Scott Ian diz que ficou louco de ciúmes quando ouviu Metallica a primeira vezAnthrax
Scott Ian diz que ficou "louco de ciúmes" quando ouviu Metallica a primeira vez

Cannibal Corpse: Corpsegrinder diz qual é o vocalista que mais o influenciouCannibal Corpse
Corpsegrinder diz qual é o vocalista que mais o influenciou

Bruce Dickinson: novo filme sobre o show de 1994 durante a guerra em SarajevoBruce Dickinson
Novo filme sobre o show de 1994 durante a guerra em Sarajevo

K.K. Downing: O verdadeiro Priest está dentro de mimK.K. Downing
"O verdadeiro Priest está dentro de mim"

Raimundos: Canisso reforça que Digão surtou pois chama até João Gordo de pela sacoRaimundos
Canisso reforça que Digão surtou pois "chama até João Gordo de pela saco"


Pentral
MOPD
Arte Musical

Resenha - Electric Joe Satriani - An Anthology - Joe Satriani

Por Ricardo
Em 03/02/04

Você deve estar se perguntando como uma coletânea que ainda nem saiu já pode ter uma resenha, não é? Pois é que eu, como fã inveterado de Mr. Satch e possuidor de todo seu brilhante trabalho ao longo dos anos, constatei que essa nova coletânea de um dos melhores guitarristas da atualidade é um tipo de "Joe Satriani for dummies", ou seja, algo para alguém que nunca na vida nem ouviu falar do trabalho desse mestre (com exceção da faixa bonus japonesa do seu último trabalho e da faixa inédita).

Trata-se de uma coletânea double CD, em que Joe ilustra de forma clara e direta simplesmente o melhor de sua carreira. Cheguei também a outra conclusão: por mais que Mr. Satch junte músicas de seu vasto repertório, sempre vai faltar alguma coisa! mas vamos ao review...

O disco 1 já abre mandando quatro excelentes músicas de um dos trabalhos mais clássicos e conhecidos de Joe, "Surfing With The Alien", que são a ótima "Surfing With The Alien", a excelente e dançante "Satch Boogie" um dos muitos clássicos de Joe, a belíssima "Always With Me, Always With You", onde Joe dá uma aula de feeling e a porrada "Crushing Day"

A coletânea segue com outro de seus discos clássicos: "Flying In A Blue Dream". Joe aqui caprichou na seleção, mas como eu disse antes, sempre vai faltar coisa (como "The Phone Call", "Can't Slow Down", "Back To Shalla-Bal" e "Ride"), porém, temos aqui, nada mais do que a nata do disco, como a bela, clássica e viajante "Flying In A Blue Dream", a ótima e cheia de groove "The Mystical Potato Head Groove Thing", a bonita "I Believe" e "Big Bad Moon", mais um de seus super clássicos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A seguir, o (na minha opinião) melhor disco de Mr. Satch de todos os tempos, e seu maior clássico, "The Extremist", Satch traz realmente faixas clássicas desse trabalho de sua carreira, como a maravilhosa "Friends", a heavy e bluesy "The Extremist", "Summer Song", o maior de todos os clássicos de sua carreira, obrigatória em qualquer show de Satch, resumindo, hino de Satch, e a boa e funkeada "Why". Mais uma vez faltou coisa, "Cryin'", "Motorcycle Driver", "New Blues", eu até arriscaria a dizer, O DISCO TODO, de tão bom que é! Não tem jeito, sempre vai faltar!

A seguir, temos a ótima "Time Machine", de seu disco "Time Machine", que é o disco de demos que Satch fez antes de gravar seu debut. Senti falta de ótimas músicas desse disco também, como a interessante "Thinking Of You" e a boa "Crazy", mas já está de bom tamanho, para um disco não tão contemplado de Satch, porém igualmente bom. Chega-se ao final do disco 1 com "Cool #9", que como o próprio nome já diz, é bem legal, além de ser outro de seus grandes clássicos, e "Down, Down, Down", sinceramente, eu não sei o que deu dentro da careca de Satch de colocar essa música, quando poderia ter entrado outras ótimas como "S.M.F.", "Look My way" ou "Slow Down Blues". Porém, ela não deixa de ter uma certa introspecção e ser interessante, mas tem outras muito melhores.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mudamos para o disco 2, e ele já abre com a ótima e clássica "The Crush Of Love", do EP "Dreaming #11". A seguir, sons do disco que marca o fim da era "cabeluda" de Satch (que na verdade já começa no famoso "G3 Live In Concert"), pois lá está ele na capa de "Cristal Planet", imponente, mas sem cabelo! Não me pergunte porque! Enfim, lá estão mais clássicos de Joe, como a vibrante "Ceremony", a ótima "Crystal Planet", a excelente "Raspberry Jam Delta-V" com sua intro matadora e a maravilhosa "Love Thing", com mais um show de feeling de Joe!

A seguir, quem não conhece Joe, vai se deparar com algo estranho! Já vou adiantando: não é o mesmo rock vibrante que Joe vem fazendo ao longo dos anos, caro leitor! Estamos falando de um dos discos mais criticados de sua carreira, o "Engines Of Creation", que apesar de conter boas composições de Satch, vai para um lado mais techno industrial, com batidas características. As músicas aqui presentes desse disco ilustram muito bem o que você vai achar nele, como a funkeada e dançante "Borg Sex", porém com aquela batida eletrônica, característica de danceteria, e que fica mil vezes melhor ao vivo, como no "Live In São Francisco", a bonita "Until We Say Goodbye" a única que foge ao experimento techno rock do disco, porém tendo o mesmo clima, a boa "Devil's Slide", outra que fica bem melhor ao vivo e a interessante "Clouds Race Across The Sky", uma música mais viajante, apesar da batida eletrônica.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Graças ao bom Deus, Mr. Satch viu que não servia como DJ ou clubber (diferente de Jeff Beck, que parece ter gostado da coisa), e lançou um excelente disco para se redimir, o ótimo "Strange Beautiful Music". Aqui na coletânea, novamente faltou coisa, como "Oriental Melody", "Chords Of Life" e "Mountain Song, porém, temos duas ótimas canções dele que ilustram bem esse último lançamento inédito, como a belíssima "Starry Night" e a ótima e vibrante "Mind Storm", que resgata Joe do jeito que ele é e como queremos que ele seja! A seguir, temos duas faixas "quase" inéditas: a vibrante "Slick", que deu para todos verem um pedaço na internet, e ela mostrou-se ser muito legal, com um riff muito legal, e a boa "The Eight Steps", que não é bem inédita! Simplesmente é a faixa bonus da versão japonesa de "Strange Beautiful Music".

A coletânea termina com duas ótimas faixas do Debut de Mr. Satch, entitulado "Not Of This Earth", a interessante "Not Of This Earth" e a bonita "Rubina". Realmente, uma excelente coletânea, imperdível para qualquer pessoa que goste de boa música, independente se conhece ou não Joe. Para os fãs como eu, serve como um ótimo artigo de colecionador, além de ter as faixas inéditas que não estão em outro disco de Joe, pelo menos por aqui. E para os "dummies" em Joe Satriani, uma excelente maneira de começar a conhecer e apreciar a música envolvente desse monstro da guitarra da atualidade! Quando sair, pode comprar, você não vai se arrepender!

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
Korzus
Edu Falaschi - Vera Cruz
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Metallica: vídeo reúne dezenas de riffs que teriam sido copiados de outras bandasMetallica
Vídeo reúne dezenas de riffs que teriam sido copiados de outras bandas

Joe Satriani: guitarrista escreveu dois álbuns durante a pandemiaJoe Satriani
Guitarrista escreveu dois álbuns durante a pandemia

Guns N' Roses: foi Joe Satriani quem indicou o guitarrista para a bandaGuns N' Roses
Foi Joe Satriani quem indicou o guitarrista para a banda


G3: Joe Satriani criou projeto pois sucesso o isolou de todosG3
Joe Satriani criou projeto pois sucesso o isolou de todos

Joe Satriani: ele lamenta as críticas recebidas de Ritchie BlackmoreJoe Satriani
Ele lamenta as críticas recebidas de Ritchie Blackmore

Guitarristas: Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista FuzzGuitarristas
Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista Fuzz


Slayer: quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanistaSlayer
Quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanista

Guitarristas e vocalistas: os 10 melhores casamentosGuitarristas e vocalistas
Os 10 melhores "casamentos"