Resenha - Appetite for Destruction - Guns N' Roses

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Jr.
Enviar Correções  

Com certeza, um dos melhores álbum de hard rock dos anos 80. O disco de estréia do Guns N' Roses certamente é um dos mais populares da história do rock. Com grandes faixas, como "Welcome to the Jungle", "Nightrain", que se tornaram clássicos do grupo e do rock/hard rock. Outras menos pesadas como "Paradise City" e a histórica "Sweet Child O'mine", responsável por colocar o disco em primeiro lugar no mundo durante cinco semanas. O LP na época, vendeu cerca de 20 milhões de cópias, ganhando quinze vezes o disco de platina só nos Estados Unidos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Axl Rose nos vocais, Slash e Izzy Stradlin nas guitarras, Duff Mckagan no baixo e Steven Andler na bateria, foi a primeira e melhor formação do grupo até hoje. Essa formação também destaca-se por ser a única a seguir o modelo mais pesado do grupo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Welcome to the Jungle" é uma abertura perfeita para o disco, pesada do início ao fim, um verdadeiro hard rock de primeira. Até hoje o Guns executa essa música em seus shows empurrado por um público fanático por esta faixa. Depois desta abertura estupenda, vem "It's so Easy", que é uma continuação do hard rock da primeira música, não deixando a peteca cair.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Depois vem "Nightrain", que na minha opinião é simplesmente a melhor música do Guns N' Roses. Um hard rock tão puro, que chega muito perto do heavy metal tradicional. Uma música que faz o ouvinte delirar, já no começo, com um ótimo riff de guitarra, que marca a introdução, e vai até o final, sempre com o mesmo peso. Nas duas músicas seguintes, "Out ta Get Me" e "Mr. Brownstone", se mantém o peso do início do disco, e com a mesma qualidade nota 10! São faixas indescritíveis, simplesmente demais.

Surgem, então, algumas mais lentas, como "Paradise City", que possuem uma linha bem hard no meio da música e "My Michelle", que pode ser considerada uma linha mais punk, só que com um início bem mais lento. "Think about You", mais uma típica do hard rock e por último "Sweet Child O'Mine", o maior sucesso do Guns. Para fechar bem o disco, "You're Crazy", "Anything Goes" e "Rocket Queen". As duas primeiras um bom hard rock com chegadas ao punk, um estilo que todos os integrantes do Guns admiram. A útlima, com certeza um heavy metal, que verdadeiramente mostra o lado mais pesado do Guns N'Roses.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Axl estreou mandando muito bem no vocal, em uma de suas melhores fases. Slash detona em todos os solos e Steven Adler é o verdadeiro baterista do Guns.

Enfim, uma obra impecável.


Outras resenhas de Appetite for Destruction - Guns N' Roses

Guns N' Roses: em 1987, o álbum que definiu uma geraçãoGuns N' Roses
Em 1987, o álbum que definiu uma geração

Em 21/07/1987: Guns N' Roses lança o "Appetite for Destruction"

Guns N' Roses: Um clássico definitivo do rockGuns N' Roses
Um clássico definitivo do rock

Guns N' Roses: Em 1987, o lançamento de Appetite For DestructionGuns N' Roses
Em 1987, o lançamento de Appetite For Destruction

Guns N' Roses: Em meio a laquê, a brutal estreia em 1987Guns N' Roses
Em meio a laquê, a brutal estreia em 1987

Guns N' Roses: o último grande álbum de rock feito a mãoGuns N' Roses
O último grande álbum de rock feito a mão


Cli336 Cli336 Cli336 CliIL Cli336