Resenha - Labyrinth - Labyrinth

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Descer o sarrafo no Labyrinth é tão perigoso quanto indecoroso. É fato que os italianos lançaram alguns trabalhos razoáveis apenas, e racionalmente paralisaram suas atividades por três anos. Porém, são bons músicos e têm a adesão de um público que entende do que fala e interage com o conjunto.

Presença de Palco: dicas para iniciantesGuns N' Roses: funkeiro assassina clássico máximo da banda

O auto-intitulado selando o retorno de Rob Tyrant e companhia - desta vez usando os nomes reais, Roberto Tiranti, por exemplo - é bom sinal para os fãs. Evitando riscos, eles soltam dez faixas permeando constantemente o estilo peculiar da banda, o qual, por sinal, raramente encontraremos em tal nível noutras agrupações.

Surpreendente não é. Tampouco criativo ou próximo de "No Limits" (1996) e "Return To Heaven Denied" (1998). Contudo, o álbum atingiu validade no raciocínio "vamos fazer nosso básico para ver no que dá". Resultado favorável e inclusive algumas composições suplantando a simplicidade pensada para a feitura do disco.

Coletando "Livin' In A Maze", "Nerverending Rest" e "Hand In Hand", ouvimos músicas que carregam suaves inovações, quase imperceptíveis, e belíssimas letras acopladas a passagens semi-acústicas, as quais destacam os teclados de Andrea De Paoli.

O power metal melódico italiano volta e bem... prontinho pra virar moda de gravadora brasileira de novo... desespero de alguns e felicidade de outros.

Site Oficial: http://www.labyrinthmusic.it

Formação:
Roberto Tiranti (Vocais)
Andrea Cantarelli (Guitarras)
Andrea De Paoli (Teclados)
Cristiano Bertocchi (Baixo)
Mattia Stancioiu (Bateria)

Material cedido por:
Century Media Records / Nuclear Blast - http://www.centurymedia.com.br
Caixa Postal 1240 São Paulo SP 01059-970 BRASIL
Telefone: (0xx11) 3097-8117
Fax: (0xx11) 3816-1195
Email: brasil@centurymedia.com.br




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Labyrinth"


Metal Melódico: os 10 melhores álbuns dos anos 90 - Parte 1Metal Melódico
Os 10 melhores álbuns dos anos 90 - Parte 1


Presença de Palco: dicas para iniciantesPresença de Palco
Dicas para iniciantes

Guns N' Roses: funkeiro assassina clássico máximo da bandaGuns N' Roses
Funkeiro assassina clássico máximo da banda


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336