Matérias Mais Lidas

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemO clássico dos Rolling Stones que levou mais de 30 anos para ser tocado ao vivo

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemRitchie Blackmore revela como o impactou a chegada de Jimi Hendrix na Inglaterra

imagemOzzy Osbourne é visto caminhando com dificuldade ao sair de estúdio

imagemOzzy Osbourne dá sua opinião sobre o streaming e dispara contra Spotify; "É uma piada"

imagemA simpatia de James Hetfield ao conversar com pais de bebê que nasceu durante show

imagemKiko Loureiro defende surgimento de banda que seria "Greta Van Fleet do Iron Maiden"

imagemMetallica faz doação para complexo de saúde e educação em Curitiba

imagemFreddie Mercury revelou em 1985 como foi conciliar carreira solo e o Queen

imagemRobert Trujillo conta como uma abelha e "migué" quase causaram treta com James Hetfield

imagemLars Ulrich diz que shows do Metallica na América do Sul foram incríveis

imagemA visão de Arnaldo Antunes sobre sua timidez no período da adolescência

imagemLuciano Hang processa vocal do Fresno e quer indenização de R$ 100 mil por danos morais


Resenha - Enthrone Darkness Triumphant - Dimmu Borgir

Por Sílvio Costa
Em 10/05/03

O Dimmu Borgir sempre fez um tipo muito peculiar de Black Metal. Calcado em teclados muito bem colocados (mesmo antes de isso virar um modismo entre as bandas do estilo) e sem jamais abrir mão da potência sonora, o som dos noruegueses sempre foi diferenciado. Na época do lançamento deste hoje clássico da banda, as comparações com Cradle of Filth e outras bandas do gênero pareciam inevitáveis. Entretanto, o Dimmu Borgir diferenciava-se (como faz até hoje) por se preocupar com detalhes de produção de modo a deixar o seu som pesado e, ao mesmo tempo, nítido. O talento do multitarefas Peter Tägtgren (Hypocrisy, Pain, etc.) na produção desta porrada só o torna ainda mais obrigatório.

Logo de início somos brindados com a incrível "Mourning Palace". Um riff inesquecível e uma grande performance de Shagrath. "Spellbound (by the Devil)" é outro clássico da banda, que a executa em shows ainda hoje. Na seqüência, é a vez do ex-batera Tjodalv dar uma aula de agressividade na magnífica "In Death´s Embrace". Em todas as músicas, fica evidente que o tecladista Stian Aarstad, apesar da performance de palco completamente bizarra, completava a banda de maneira perfeita.

Pode-se dizer, sem sombra de dúvida, que este disco é um clássico do metal extremo e - por quê não? - um clássico da música pesada de modo geral. Rico em detalhes e viciante, mesmo para quem não é muito fã do estilo, este Enthrone Darkness Triumphant é a perfeita trilha sonora para os mais sombrios pesadelos.


Outras resenhas de Enthrone Darkness Triumphant - Dimmu Borgir

Resenha - Enthrone Darkness Triumphant - Dimmu Borgir

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Wacken: TV alemã posta retrospectiva da edição de 2007 do festival com muitos showsWacken: TV alemã posta retrospectiva da edição de 2007 do festival com muitos shows

Membros do Dimmu Borgir e Behemoth vão do rock ao punk em single do Black River

Metal sinfônico: os 25 melhores álbuns do estilo, em lista da Metal HammerMetal sinfônico: os 25 melhores álbuns do estilo, em lista da Metal Hammer

Rammstein: e se Du Hast fosse tocada por Slipknot, Immortal, Ghost, AC/DC e outros?Rammstein: e se "Du Hast" fosse tocada por Slipknot, Immortal, Ghost, AC/DC e outros?




Sobre Sílvio Costa

Formado em Direito e tentando novos caminhos agora no curso de História, Sílvio Costa é fanzineiro desde 1994. Começou a colaborar com o Whiplash postando reviews como usuário, mas com o tempo foi tomando gosto por escrever e espera um dia aprender como se faz isso. Já colaborou com algumas revistas e sites especializados em rock e heavy metal, mas tem o Whiplash no coração (sem demagogia, mas quem sabe assim o JPA me manda mais promos...). Amante de heavy metal há 15 anos, gosta de ser qualificado como eclético, mesmo que isto signifique ter que ouvir um pouco de Poison para diminuir o zumbido no ouvido depois de altas doses de metal extremo.

Mais matérias de Sílvio Costa.