Resenha - Missa Mercuria - Missa Mercuria

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Parece que a onda do momento são as óperas rock. Músicos talentosos vêm investindo nisto ao redor do mundo e os trabalhos têm surpreendido com resultados muito bons. Neste caso, é bom que os brasileiros dêem uma olhada para o próprio umbigo, já que dentro desta nova mania, um dos melhores resultados fica com o Cartoon e seu disco "Bigorna".

Poeira: Rockstars e as bandas que eles sonhavam fazer parteMilhões: Os eventos com maior público da história da música

Missa Mercuria é um destes grandiosos projetos, e envolve músicos de Vanden Plas, Silent Force, Pink Cream 69, Edenbridge, além do percussionista Pedro Weiss e de duas ótimas cantoras adicionais, uma de soul, Lori Williams, e a outra uma incrível soprano chamada Isolde Grouß.

Não há muito que duvidar da qualidade das músicas, embora seja sempre importante indagar e conferir de perto, sem se guiar apenas por nomes. No caso de "Missa Mercuria", a boa expectativa se confirma num hard rock melódico com alguns toques progressivos geralmente puxando mais para o lado do Vanden Plas. Acrescentando ainda que Dennis Ward está na produção, temos a segurança de um excelente som e instrumentos bem acertados.

O problema reside na história contada, a qual prega logo de início que "os Deuses não são seres superiores", também apontando para as barbaridades que cometemos contra a natureza, nós mesmos, e nosso planeta em geral. Contudo, estas divindades, as quais, segundo o enunciado, estariam dentro de nós, mostram-se, no decorrer das faixas, donas de um saber que humanos comuns não possuiriam. Ciência da solução para todos os problemas e atrocidades mencionadas. Enfim, deram um nó no próprio rabo e precisam tomar umas aulas com Queensryche, Fates Warning, Pain Of Salvation e outros.

O disco é ótimo, apesar de seus construtores terem aberto a possibilidade do edifício ruir logo por seu alicerce. Se você não liga pra letras e quer mais é que este crítico idiota se dane, aí então é que deve mandar bala mesmo e comprar o álbum imediatamente.

Site Oficial: http://www.missamercuria.com

Material cedido por:
Hellion Records - http://www.hellionrecords.com
Rua 24 de Maio, 62 - Lojas 280 / 282 / 308 - Centro.
São Paulo - SP - BRASIL
CEP: 01041-900
Tel: (11) 5083-2727 / 5083-9797 / 5539-7415
Fax: (11) 5549-0083
Email: hellion@uol.com.br


Outras resenhas de Missa Mercuria - Missa Mercuria

Resenha - Missa Mercuria - Missa Mercuria




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Missa Mercuria"


Poeira: Rockstars e as bandas que eles sonhavam fazer partePoeira
Rockstars e as bandas que eles sonhavam fazer parte

Milhões: Os eventos com maior público da história da músicaMilhões
Os eventos com maior público da história da música

Cults: 10 álbuns influentes que fracassaram nas vendasCults
10 álbuns influentes que fracassaram nas vendas

Gosto duvidoso: As piores capas da história do Rock e Heavy MetalGosto duvidoso
As piores capas da história do Rock e Heavy Metal

Slash: Comentários sobre Guns, pornstars e Michael JacksonSlash
Comentários sobre Guns, pornstars e Michael Jackson

Guns N' Roses: as duas mulheres que conduziram a reuniãoGuns N' Roses
As duas mulheres que conduziram a reunião

Testament: Hetfield é o músico mais influente da geraçãoTestament
"Hetfield é o músico mais influente da geração"


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.