Resenha - Millennium Metal Chapter One - Metalium

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Quando foi mencionado em 1999 que o guitarrista Chris Caffery (Savatage), o batera Mike Terrana (Rage, Axel Rudi Pell) estariam integrando o Metalium, muitos imaginaram que este supergrupo, completado por Lars Ratz (baixo), Henning Basse (ex-Brainstorm - vocal) e Mathias Lange (Guitarras) era um projeto dos dois primeiros. Ledo engano: ambos eram convidados de Lars, que junto com Mathias e Henning formam o núcleo base da banda, que permanece até hoje, tendo tido como integrantes o ex-Savatage Jack Frost (no lugar de Chirs) e o batera Mark Cross (atual Helloween).Mas muitos concordavam... mas um supergrupo de heavy metal na área e com ares de grandiosidade.

Rock Progressivo: as 25 melhores músicas de todos os temposBeavis e Butthead: como eles seriam se fossem reais?

"Circle of Fate" era apenas o começo forte para a rapidíssima "Fight" e a cadenciada "Dream of Doom". A banda bebia direto no power oitentista e no speed clássico germânico, tendo lançado um excelente petardo de estréias. Faixas como a ótima "Break the Spell" e a suja "Revelation" davam a tônica do cd. Um aglomerado heavy de altíssima qualidade. Sobrava garra em "Void of Fire" (com seus riffs agressivíssimos) e na mais hard/heavy "Strike Down the Heathen" (a melhor do cd).

A banda, como era de imaginar, era perfeita. As guitarras de Chris e Mathias soavam perfeitas, e o baixo de Lars era pulsante, assim como a pegada da bateria de Mike. Henning Basse mostrava um de seus melhores trabalhos como vocalista, depois de lançar o belo "Unholy" pelo Brainstorm. Seu tom agudo não era irritante e ele sabia como poucos usar sua voz com versatilidade. Após a pesadíssima "Metalians", que fecharia o cd, a banda ainda apresentaria duas surpresas (bônus da versão brasileira). Uma versão superpesada de "Smoke on The Water", que arrancou elogios de Roger Glover pela originalidade, e o arregaçado cover de "Burning" do Accept (presente no tributo a banda em seu primeiro volume).

O Metalium passaria por mudanças na formação. Mas este "debut" já mostrava que a banda vinha para ficar. E ficou até hoje! Long Live the Metalians!!!

Site oficial: http://www.metalium.de

Material Cedido por:
Hellion Records
http://www.hellionrecords.com
São Paulo (SP)




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Metalium"


Luís Ricardo: rockstars mostram como se cospe fogo de verdade!Luís Ricardo
Rockstars mostram como se cospe fogo de verdade!


Rock Progressivo: as 25 melhores músicas de todos os temposRock Progressivo
As 25 melhores músicas de todos os tempos

Beavis e Butthead: como eles seriam se fossem reais?Beavis e Butthead
Como eles seriam se fossem reais?

Musas: Algumas das beldades do Rock e Metal nacionalMusas
Algumas das beldades do Rock e Metal nacional

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1983Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1983

Loudwire: as 10 melhores músicas do Slipknot segundo o siteLoudwire
As 10 melhores músicas do Slipknot segundo o site

Slipknot: como a banda roubou o seu primeiro álbum do estúdioSlipknot
Como a banda roubou o seu primeiro álbum do estúdio

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1991Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1991


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336