Matérias Mais Lidas

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemEvanescence anuncia a saída da guitarrista Jen Majura

imagemLars Ulrich diz que shows do Metallica na América do Sul foram incríveis

imagemKiko Loureiro defende surgimento de banda que seria "Greta Van Fleet do Iron Maiden"

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemDo Ozzy ao Slayer: veja os momentos mais metal do desenho South Park

imagemRitchie Blackmore revela como o impactou a chegada de Jimi Hendrix na Inglaterra

imagemVinte excelentes músicas do Iron Maiden escritas pelo "chefe" Steve Harris

imagemSe vira nos 30: Andre Matos tomou cano de produtor e fez milagre pra agradar fãs

imagemOzzy Osbourne dá sua opinião sobre o streaming e dispara contra Spotify; "É uma piada"

imagemO clássico dos Rolling Stones que levou mais de 30 anos para ser tocado ao vivo

imagemA visão de Arnaldo Antunes sobre sua timidez no período da adolescência

imagemFreddie Mercury revelou em 1985 como foi conciliar carreira solo e o Queen


Resenha - Black Rose - Black Rose

Por Rafael Carnovale
Em 16/02/03

Nota: 7

Uma banda sueca... um quinteto... a primeira impressão? Mais uma banda de power metal! Nada disso... o quinteto sueco Black Rose aposta na sonoridade hard rock... prova de que o estilo, que muitos julgavam acabado e condenado ao esquecimento vem continuamente ganhando espaço, através do retorno dos grandes nomes (vide os últimos lançamentos de Poison, Motley Crue, Journey) e com o surgimento de novas bandas, como Emerald Rain (não tão nova assim), Frontline e este Black Rose.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Faixas como "Fallen Angel" e "Coming Home" nos remetem ao hard do século XXI, aonde as guitarras são bem complementadas por teclados, e os refrões continuam grudantes e pegajosos. Já "Yesterday’s Gone Forever" e "Night and Day", com suas levadas mais cadenciadas, lembram o Whitesnake de "Slip of the Tongue".

A banda também investe no chamado AOR ("Adult Oriented Rock") ou "rock de cigarro" na contagiante "Belong Together", na bonita (que bom uso dos teclados) "Keep On (Looking for Love)" e nas boas baladas "Forever Lost" (lembrou o Journey de "Arrival"). O cd pode ser considerado de ótima qualidade, pois todas as músicas pescam direta ou indiretamente algo de hard/heavy/AOR. Falta sim originalidade, mas sobra qualidade, numa produção que não compromete, mas poderia ser bem melhor (o som soa um pouco abafado).

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Quer mais destaques? Ouça o heavy "No Way Out" e a cadenciada "SpaceWalk". A banda é competente e coesa. Um pouco mais de cuidado na produção e talvez uma definição maior de estilo (a banda transita por todos os estilos do hard, sem se identificar com algum) poderão ser muito úteis. Um bom cd.

Line Up:
Johan Spinord – Vocais
Anders Haga – Baixo
Ola Carlsson – Guitarras
Peter Haga – Bateria
Magnus Vesterlund – Teclados

Material Cedido Por:
Rock Brigade Records.
http://www.rockbrigade.com.br
São Paulo (SP)

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale.