Resenha - Hardline II - Hardline

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar Correções  

9


O Hardline foi formado em 1992 por Neal Schon (Journey) e os irmãos Johnny Gioeli (Axel Rudi Pell) e Joey Gioeli. Com uma orientação para o Hard Rock pesado, lançaram um cd e interromperam suas atividades em 1993, por problemas pessoais e com sua gravadora na época. Eis que em 2001 a banda resolve voltar, mas sem o guitarrista Neal Schon, que só participa em uma faixa. Agora em 2002 sai "Hardline II", o segundo capítulo desta banda, que mostra um hard fincado no rock anos 80 de Poison, Bon Jovi e Motley Crue, muito bem feito e com uma banda super entrosada.

publicidade

De cara o cd abre com a pesada "Hold Me Down", que mostra que os irmãos Gioeli estão antenados com o rock anos 90, mas sem esquecer suas raízes, seguida da suave porém cativante "Y" (saudade dos anos 80) e da excelente "Paralyzed", cujo pique é sensacional (duvido que essa faixa não grude em sua cabeça com extrema facilidade). O cd alterna faixas mais agressivas e extremamente grudentas, como as pesadas "Do or Die", a rock-pop "Your Eyes" e a extremamente pesada (quase heavy metal) "Weight", com belas baladas, como a pesada "Face the Night", a semi-acústica e grudenta "Hey Girl" (muito bom os vocais dobrados de Johnny). Todas esbanjando extrema qualidade e muito rock na veia,lembrando bem o rock anos 80, que até servia para anúncios de cigarro. O cd fecha com as melhores faixas, a cativante (os riffs e solos são excelentes) "Way it Is, Way It Goes" e a mais chegada para o AOR estilo Journey "This Gift", com a guitarra inconfundível de Neal Schon.

publicidade

A banda é soberba: Johnny realmente é dotado de um vocal excelente, agressivo e melódico sem exageros e a dupla de guitarras Joey Gioeli e Josh Ramos cumpre seu papel com extrema habilidade, com riffs bem executados e absolutamente irrepreensíveis. A cozinha é discreta e eficiente, com o batera Bob Rock e o Baixista Chirs Maloney, com o complemento do eficiente tecladista Michael Ross.

publicidade

Ótimo cd, indicado para os amantes do bom Hard Rock... COMPRE!

Lançado na Europa pela Frotiers Records.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Queen: Estaríamos fazendo música se Freddie estivesse vivo, mas não sei de JohnQueen
"Estaríamos fazendo música se Freddie estivesse vivo, mas não sei de John"

U2: as 10 melhores músicas de todos os tempos da bandaU2
As 10 melhores músicas de todos os tempos da banda


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin