Resenha - Tenth Dimension - Blaze Bayley

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fábio Faria
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O segundo álbum de um conjunto sempre gera uma expectativa muito grande, já que pode ser decisivo, principalmente se ele lançou um “debut” bem sucedido. É justamente nessa situação que se encontra o grupo Blaze, liderado pelo ex-vocalista do Iron Maiden, Blaze Bayley, e seus companheiros, os guitarristas Steve Wray e John Slater, o baixista Rob Naylor e o baterista Jeff Singer. Felizmente esse pessoal passou no teste e apresenta um novo material inspiradíssimo, cheio de peso, melodia e alguns elementos novos em relação ao primeiro trabalho.
5 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores5000 acessosAndreas Kisser: "Eloy Casagrande talvez não seja humano"

“Tenth Dimension”, lançado na Europa pela SPV, é um álbum de Heavy Metal Tradicional como só os britânicos sabem fazer, sem virtuosismo exagerado nem extravagâncias musicais, e que serve como um tapa na orelha daqueles que duvidavam da capacidade de Bayley como cantor e compositor. Trata-se de um disco conceitual no melhor estilo conspiração “Arquivo X”. De acordo com o próprio Blaze, a estória fala sobre um cientista que tem suas pesquisas roubadas por um determinado “governo”, que deseja usá-las como arma.

O enredo foi todo idealizado pelos cinco integrantes, o que confirma o fato de Blaze não ser somente um projeto do ex-vocalista do Maiden, e sim, uma banda de verdade. As doze canções foram compostas em sua maioria pelo quarteto Bayley, Wray, Naylor e Slater. Este último, ainda é o responsável pela ilustração da capa do CD “Tenth Dimension”. O trabalho de equipe resulta numa identidade musical muito positiva. Fato realçado pela sonoridade que o produtor Andy Sneap ajudou a dar ao álbum: destaque para as guitarras poderosas e para o som da bateria, assim como em “Silicon Messiah”, que ele também produziu.

Algumas músicas como “Stranger to The Light” e “End Dream” seguem a linha do disco anterior, enquanto que em “Leap Of Faith” e “Speed Of Light”, nota-se inspirações explícitas nas guitarras do Iron Maiden. Existem também novas influências e elementos até então nunca usados. A começar pela canção “Kill and Destroy”, que logo no início surpreende com um riff bem ao estilo thrash metal da segunda metade dos anos 80, lembrando o Metallica daquela época. Depois, as surpresas (positivas) ficam por conta das baladas “The Truth Revealed” e “Meant to Be”, está última, além de uma performance inspirada de Blaze, conta com uma sessão de cordas e vocais femininos (que ficaram a cargo da cantora Michelle Houston). Além dessas, entre os destaques do disco estão as canções “Tenth Dimension” (refrão contagiante), “Nothing Will Stop Me” e “Land of the Blind”.

Mas, e o vocal do Blaze? Bom, quem já era fã vai perceber a evolução do cara, e quem não era vai se surpreender. Mesmo com algumas supostas limitações, o vocalista demonstra que os anos com o Iron Maiden lhe foram úteis como aprendizado, sem contar o amadurecimento natural de um vocalista na casa dos trinta e poucos anos. Livre das amarras impostas por Steve Harris, Blaze prova que tem todas as condições de se firmar no cenário metálico europeu. Fazendo música adequada para o seu timbre de voz, o cantor tem promissores anos de carreira pela frente.

Track List:

01 - Forgotten Future
02 - Kill and Destroy
03 - End Dream
04 - The Tenth Dimension
05 - Nothing Will Stop Me
06 - Leap of Faith
07 - The Truth Revealed
08 - Meant to Be
09 - Land of the Blind
10 - Stealing Time
11 - Speed of Light
12 - Stranger to the Light

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Tenth Dimension - Blaze Bayley

1055 acessosBlaze Bayley: "Tenth Dimension" é um álbum mediano

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Iron MaidenIron Maiden
Steve Harris assiste show do Metallica no Canadá

5 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores324 acessosBruce Dickinson: voando em um bombardeiro da II Guerra Mundial0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Iron Maiden"

Iron MaidenIron Maiden
Ainda temos muita coisa boa pela frente, diz Harris

Iron MaidenIron Maiden
Bruce "subjuga" Britney Spears em 2001

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez vocalistas que cantam mais agudo

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Blaze Bayley"0 acessosTodas as matérias sobre "Iron Maiden"

Andreas KisserAndreas Kisser
"Eloy Casagrande talvez não seja humano"

Raul SeixasRaul Seixas
O alerta sobre as drogas em carta psicografada?

Collectors RoomCollectors Room
Vinícius Neves, do Stay Heavy, mostra a sua coleção

5000 acessosDave Navarro: conheça a filha atriz pornô do músico5000 acessosSepultura: Pavarotti gravou uma versão de "Roots Bloody Roots"?5000 acessosElvis Presley: De que ele morreu?5000 acessosLady Gaga: fã de Iron Maiden e Black Sabbath?5000 acessosGhost: a banda é um projeto solo meu, assume Tobias Forge2324 acessosDio: os álbuns com o vocalista, do pior para o melhor

Sobre Fábio Faria

"Maidenmaníaco" convicto, nascido em 1973, passou a escutar Rock com 10 anos de idade. Primeiro disco adquirido foi "Destroyer" do Kiss. Logo depois conheceu o álbum "Killers" do Iron Maiden, e a identificação foi instantânea. Curte todos os estilos e sub-estilos do Rock e do Metal. Sem preconceito, escuta desde Black Sabbath, Yes, Janis Joplin, Slayer, In Flames, Sex Pistols até Dream Theater, U2, Blind Guardian, Slipknot, Carcass, etc. Bandas favoritas: Iron Maiden e Beatles.

Mais matérias de Fábio Faria no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online