Matérias Mais Lidas

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemEvanescence anuncia a saída da guitarrista Jen Majura

imagemLars Ulrich diz que shows do Metallica na América do Sul foram incríveis

imagemKiko Loureiro defende surgimento de banda que seria "Greta Van Fleet do Iron Maiden"

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemDo Ozzy ao Slayer: veja os momentos mais metal do desenho South Park

imagemRitchie Blackmore revela como o impactou a chegada de Jimi Hendrix na Inglaterra

imagemVinte excelentes músicas do Iron Maiden escritas pelo "chefe" Steve Harris

imagemSe vira nos 30: Andre Matos tomou cano de produtor e fez milagre pra agradar fãs

imagemOzzy Osbourne dá sua opinião sobre o streaming e dispara contra Spotify; "É uma piada"

imagemO clássico dos Rolling Stones que levou mais de 30 anos para ser tocado ao vivo

imagemA visão de Arnaldo Antunes sobre sua timidez no período da adolescência

imagemFreddie Mercury revelou em 1985 como foi conciliar carreira solo e o Queen


Resenha - Lullabies To Paralyze - Queens of The Stone Age

Por Rafael Guzzo Peres
Em 23/03/05

Hoje, dia 22 de março de 2005, está sendo lançado Lullabies to Paralyze (em português, "Canções de Ninar para Paralisar"), quarto álbum da banda californiana Queens of the Stone Age. Mas, para desespero da gravadora, milhares de pessoas já têm o disco desde o início do ano. Culpa da Internet e de "alguém" que deixou as músicas escaparem. A banda não se pronunciou sobre o assunto e não parece estar tão preocupada com o fato.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Prejuízos para a gravadora à parte, ao ouvir o disco logo se vê que depois de mandar o baixista Nick Oliveri embora, o guitarrista e vocalista Josh Homme pôde trabalhar como quis, sem interferência do careca-barbudo. E o resultado é Lullabies to Paralyze. Em primeiro lugar, é preciso dizer que o novo álbum empolga, ao mesmo tempo que decepciona. A empolgação vêm ao ouvir as nove primeiras músicas e constatar o talento de Josh como compositor.

Abrindo o disco, Mark Lanegan dá a dica de que Lullabies to Paralyze é um álbum conceitual. Ao som de um violão, o ex-vocalista do Screaming Trees sussurra a letra de "This Lullaby", uma verdadeira canção de ninar. Quem pensa que vai ficar paralisado se engana. Sem a influência do ex-baixista, Josh suavizou as melodias e injetou psicodelia no som da banda, que manda ver nas maravilhosas "Medication", "Tangled Up in Plaid", "Burn the Witch" e "Little Sister".

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Cheia de guitarras "a la" Led Zeppelin e com melodia "sabbathica", "Everybody Knows that You’re Insane" parece pedir a voz sacana de Nick, o que não tira o brilho da canção. Em "I Never Came", a banda traz à tona uma balada, mas não deixa a bola cair. Com guitarras no estilo U2 e excelente melodia, a música é o ápice da liberdade de Josh na condução do QOTSA. "Someone’s in the Wolf" é psicodélica e sinistra do início ao fim, cheia de vocalizações suaves e melodia assombrosa, chega a meter medo. Mas, o brilho do álbum pára por aí.

A partir da décima faixa "Blood is Love", começa a se perceber o quanto Nick faz falta ao QOTSA, mais, talvez, por encarnar o espírito da banda do que pelas composições. "Skin on Skin" mostra a vertente experimental presente em Lullabies to Paralyze, mas não mantêm o gás do início do disco. A agitada "Broken Box" faz o clima esquentar de novo, com sua pegada pop e animada.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Ao terminar constata-se que o quarto álbum é, provavelmente, o quarto melhor do grupo. Mas, para uma banda como o Queens of the Stone Age, o pior ainda pode ser considerado excelente. Rock n’ Roll até a medula, em um mundo aonde o estilo é dominado por "mudernices", "manos" e scratches, Lullabies to Paralyze é item obrigatório para quem curte rock de verdade.


Outras resenhas de Lullabies To Paralyze - Queens of The Stone Age

Resenha - Lullabies To Paralyze - Queens Of The Stone Age

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

imagemMorte de ex-vocal do QOTSA levou a fake news sobre morte de Rainha Elizabeth

imagemEddie Vedder homenageia Mark Lanegan durante show realizado em Seattle; assista aqui

Screaming Trees e QOTSA: morre aos 57 anos o vocalista Mark Lanegan

Josh Homme ameaçou matar namorado de sua ex-esposa na véspera do Natal


QOTSA: vocal se sente ofendido e rebate, "Jay Z que vá se fuder"