Matérias Mais Lidas

imagemPaul Di'Anno detona Regis Tadeu após vídeo em que critica seu encontro com Iron Maiden

imagem"A ingenuidade do fã do Iron Maiden é um negócio que beira o patético", diz Regis Tadeu

imagemBruno Valverde diz que preconceito contra ele veio mais da igreja do que dos metaleiros

imagemFãs protestam contra Claustrofobia após banda fazer versão de música do Pantera

imagemA dura crítica de Angus Young a Led Zeppelin, Jeff Beck e Rolling Stones em 1977

imagemGeezer Butler, Heavy Metal e a clássica canção do Black Sabbath inspirada por Jesus

imagemStjepan Juras retruca comentário de Regis Tadeu sobre reencontro de Di'Anno e Harris

imagemIggor Cavalera manda ver em "Dead Embryonic Cells" ao vivo; confira drumcam

imagemDavid Coverdale diz que hit "Is This Love" seria gravada por Tina Turner

imagemComo foram os últimos meses de Renato Russo e a causa da sua morte

imagemMichael Anthony diz que "Van Halen III" foi "a coisa mais louca que a banda já fez"

imagemA banda de forró que uniu Nenhum de Nós, Legião, Titãs e Paralamas na mesma música

imagemComo era a problemática relação do Angra no "Aurora Consurgens", segundo produtor

imagemMorre Andy Fletcher, tecladista e membro fundador da banda Depeche Mode

imagemNovo álbum do Krisiun será lançado em julho; veja capa e tracklist


Stamp

Resenha - Inside Your Soul - Hangar

Por André Toral
Em 09/10/01

Nota: 8

Já tendo lançado seu segundo álbum, ou seja, "Inside Your Soul", o Hangar confirma sua forte presença no cenário brasileiro entre os fãs de heavy metal. Primeiramente, é preciso dizer que a banda veio com uma proposta aperfeiçoada, em comparação ao seu primeiro trabalho: "Last Time". O peso constante caracteriza parte disso e podemos notar que, somado a este fato, o crescimento e amadurecimento instrumental e de produção foi algo que superou muito as expectativas.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

O Hangar foi daquelas bandas que já iniciaram suas atividades como verdadeiros profissionais, e a tendência evolutiva se confirmou aqui. O que está sendo dito pode ser provado se escutarmos a faixa- título, pesada e rápida, com uma bateria estupenda e riffs verdadeiramente inspirados e próprios para uma abertura digna de nota máxima; aliado a isso, temos um refrão vibrante e solo melódico. Dando continuidade, "The Massacre Triology" é dividida em três partes interessantíssimas: "Part I – Sailing the Sea of Sorrow" traz peso com pique arrastado e até mesmo faraônico por vezes, além de alguns pequenos efeitos nos vocais e muita rapidez nos pedais da bateria; "Part II – To Tame a Land" (nada a ver com Iron Maiden!), como continuação, apresenta belos dedilhados e teclados que antecedem a aceleração existente e que nos faz lembrar um heavy melódico com excelente trabalho em bases de guitarra; "Part III – Five Hundred’s Enough" mostra um heavy classudo, onde só faltou um vocal mais agressivo.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

E não a toa o Hangar veio para se firmar, tanto que "Savior" é um ótimo exemplo, sem contar "Legions of Fate" que mostra um dos melhores (senão o melhor) bateristas do país; é ponto alto do álbum. Já as duas partes de "Living in Trouble" se destacam por serem agressivas e possuírem desempenho instrumental notável. "No Command" e "Falling in Disgrace" revelam um Hangar menos preocupado em detalhes, partindo mais para um campo direto e reto. Para finalizar, escondida, se encontra o cover de "Perfect Strangers" do Deep- Purple. Bem, fã é fã, e dificilmente aceitará qualquer mudança num clássico consagrado. A banda manteve os teclados praticamente no mesmo timbre que o original e as bases tiveram algumas alterações em face da bateria, que por vezes descaracterizou a música. Já o vocalista cantou num tom idêntico a James La Brie (Dream Theater), no memorável cover que se encontra no álbum " A Seassons of Change", obtendo ótimo resultado.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Enfim, é algo que depende de interpretação. Individualmente, Michael Polchowizc melhorou desde o primeiro álbum, passando a cantar de maneira mais contida e natural e, assim, passando a integrar o "hall" de vocalistas do 1º escalão no Brasil; é verdade que uma vez ou outra, nesta proposta com mais peso do Hangar, fica faltando mais agressividade em sua voz. Eduardo Martinez é um destaque por sí só, já que as bases e riffs de guitarra beiram o absurdamente perfeito!

Seus solos também se destacam, e é mais um para a lista de guitarristas privilegiados por aqui. Nando Mello também tem participação importante, já que, em comparação com "Last Time", o Hangar tenha optado por um instrumental mais elaborado; o baixo está mais encorpado, o que preenche com maestria todas as composições.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Por fim, Aquiles Priester...o que falar dele? Que é o melhor batera de metal no Brasil? Que foi a escolha exata para o Angra? Somente ouça com atenção "Inside Your Soul" e sinta a fúria contida em suas batidas e viradas. Sobre os convidados especiais, temos as presenças de Fábio Laguna (atual Victoria, toca todos os teclados), Ronaldo Simolla (vocalista do Delpht) e Eduardo Ardanuy (Dr. Sin). Quanto a produção – é de Aquiles Priester - , está perfeita! Coisa de padrão internacional, mesmo. O mesmo vale para a ilustração de capa, além da luxuosa embalagem. Por fim, a verdade é que o Hangar deu seu maior passo, e se a seqüência for tão bem sucedida... Saibam: a banda não é promissora; o seu sucesso já é real!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Para acessar o site oficial do Hangar: www.hangar.mus.br
Para contactar o Hangar: [email protected]

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

imagemA visão de Fábio Laguna sobre o fato de o Hangar ter tido 5 vocalistas diferentes




Sobre André Toral

Formado em Administração de Empresas. Curte Hard clássico dos anos 70 e início dos 80; Heavy Metal é sua religião.

Mais matérias de André Toral.