Resenha - Zero Order - Re:Aktor

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Lá vem mais uma banda que as gravadoras insistem em delimitar num campo de metal futurístico. Ê dureza, tudo bem, o Re:aktor então é mais um da família dos "Jetsons". Vindos de Portugal os cibernéticos integrantes da agrupação surgem como um dos maiores investimentos da Nuclear Blast d'agora para os próximos anos.

Nightwish: Participação de Dawkins em álbum irritou alguns fãsEdu Falaschi: o fax com convite de seleção para o Iron Maiden

Na verdade, eles não vêm de outro planeta como é sugerido, tampouco são o supremo de originalidade. Os portugueses certamente ouviram muito Sepultura durante a vida. Nos momentos mais interessantes dos brasileiros, certamente. Nessa influência, incluem a direção que o The Kovenant e o Theatre Of Tragedy deram em seus últimos álbuns, se considerarmos a questão do intenso uso de recursos eletrônicos, samples, etc.

É fato, entretanto, que o emprego de tais aparelhagens é exímio e pra quem curte Fear Factory, por exemplo, eles aparecem como um prato cheio. As guitarras aparecem bastante, pesadas, e incluindo solos, algo que não vemos muito em bandas dessa vertente. Bons músicos e uma agressividade que chega a lembrar o Nevermore por instantes.

O disco tem uma oscilação freqüente. O princípio é razoável, sem inspiração extra; eles têm seu grande estouro na metade, exatamente nas faixas cinco e seis, respectivamente "Stellarator" e "Sektor X-Lr8"; depois, jazem melhores do que nas primeiras músicas, no entanto não arrebentam com tanta força e criatividade.

Nexion e seus robozinhos vieram bem produzidos com a masterização de George Marino (Marilyn Manson, Metallica, etc.) e preparados para irem direto ao topo, mesmo com todas as críticas severas que certamente receberão. A cobrança para o sucessor de "Zero Order" será maior, mas de começo está muito bom.

Formação:
R.A.D. (Vocais)
Nexion (Guitarras)
D-Void (Guitarra - Baixo)
CA2 (Bateria)

Site Oficial: http://www.nuclearblast.de/band_show.php3?artist=670

Material cedido por:
Century Media Records / Nuclear Blast - http://www.centurymedia.com.br
Caixa Postal 1240 São Paulo SP 01059-970 BRASIL
Telefone: (0xx11) 3097-8117
Fax: (0xx11) 3816-1195
Email: brasil@centurymedia.com.br




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Reaktor"


Nightwish: Participação de Dawkins em álbum irritou alguns fãsNightwish
Participação de Dawkins em álbum irritou alguns fãs

Edu Falaschi: o fax com convite de seleção para o Iron MaidenEdu Falaschi
O fax com convite de seleção para o Iron Maiden

Queen: 10 coisas que você não sabe sobre Bohemian RhapsodyQueen
10 coisas que você não sabe sobre Bohemian Rhapsody

Cristina Scabbia: Símbolo sexual? Fico surpresa com isto!Cristina Scabbia
"Símbolo sexual? Fico surpresa com isto!"

Atores e música: As bandas de Russell Crowe, Keanu Reeves e Bruce WillisAtores e música
As bandas de Russell Crowe, Keanu Reeves e Bruce Willis

Dimmu Borgir: um clipe estrelado por Ronald McDonaldDimmu Borgir
Um clipe estrelado por Ronald McDonald

Guns N' Roses: Bach relembra fato bizarro após tumulto em St. LouisGuns N' Roses
Bach relembra fato bizarro após tumulto em St. Louis


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.