Resenha - But the Past Ain't Through With Us - Curl Up and Die

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 5


Quer um sinônimo para insanidade e loucura? Ouça este EP dos americanos do Curl Up And Die. Após lançarem em 2001 seu primeiro cd ("Unfortunately We're Not Robots"), esses doentes mentais voltam com 2 EP's lançados em 2003. O primeiro chamou-se "We May Through Be With the Past..." e este novo lançamento, contendo singelas 4 músicas, é sua continuação. O que mais pode-se dizer desta banda? Eles fazem o experimentalismo do Fantomas (banda de Mike Patton, ex-Faith No More) parecer brincadeira de criança. Numa só música jogam hardcore, melodia, eletrônica e milhões de efeitos nos vocais. O que virá agora neste novo cd?

Europe: toco de Lemmy, pito de Freddie, mijada com Axl RoseBon Jovi: Larissa Riquelme dançando com os seios de fora

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A resposta é simples: hardcore. A banda deu uma pisada nas misturas e se focou apenas em fazer um hardcore bem insano, com vocais urrados ao extremo. Faixas como a doentia "Nuclear Waste? Bring that Shit (We Want a State Full of Radiated Super Heroes)" e a velocíssima "If this Band Thing Doesn't Pan We're Joining The Army" fazem da audição uma loucura, não havendo como entender a proposta da banda. Uma hora fazem um som totalmente diferente do outro, sendo rápido, pesado, e sem os exageros eletrônicos de outrora.

Para se ter uma idéia da cabeça dos caras, eles colocaram uma faixa cujo nome está em CÓDIGO MORSE! A mesma é um hardcore lento e pesado, bem cadenciado e até interessante. A insanidade se encerra com a doce "God is in His Heaven. All is Right with The World", aonde alguns efeitos eletrônicos dão o ar da graça... e nada mais!!!! Só sons desconexos.... isto está longe de poder ser chamado de som experimental.

Talvez eu esteja errado e algum dia o Curl Up And Die seja aclamado como uma banda de grande sucesso, mas no momento o máximo que posso recomendar e que você ouça o cd com muita calma antes de pensar em comprar.... se possível ouça junto com o primeiro cd da banda, aí talvez você compreenda a loucura destes americanos.

Site Oficial: http://www.curlupanddie.net

Line Up:
Jesse Fitts - Bateria
Matt Fuchs - Guitarra
Gustavo Mendoza - Baixo
Mike Minnick - Vocais

Lançado em 2003 pela Revelation Records.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Curl Up And Die"


Europe: toco de Lemmy, pito de Freddie, mijada com Axl RoseEurope
Toco de Lemmy, pito de Freddie, mijada com Axl Rose

Bon Jovi: Larissa Riquelme dançando com os seios de foraBon Jovi
Larissa Riquelme dançando com os seios de fora


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336