Matérias Mais Lidas

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemBruce Dickinson revela qual é sua música preferida do Iron Maiden

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemRock in Rio libera ingressos extras e novamente dia do metal é único que não esgota

imagemO hit da Legião que Renato Russo compôs para Cássia Eller e traz coincidência trágica

imagemJoão Gordo se reencontra com o amigo Iggor Cavalera; "Agora falta zerar com o vovô"

imagemO clássico dos Paralamas do Sucesso que Lobão acusou de plágio

imagemNova Fã que descobriu Metallica por Stranger Things quer cancelar banda e reúne provas

imagemSteve Perry revela o motivo ter recusado substituir Dave Lee Roth no Van Halen

imagemRob Halford compartilha a foto mais metal da semana; "O Rei e Eu"

imagemIron Maiden e o Rock in Rio: em detalhes, o que exatamente a banda pediu para o evento

imagemOzzy Osbourne revela de qual de seus álbuns Lemmy Kilmister mais gostava

imagemJimmy Page conta como convenceu Robert Plant a formar o Led Zeppelin

imagemO hit de Nando Reis inspirado em clássico do Led Zeppelin e na relação com sua mãe

imagemKing Diamond fala sobre retorno do Mercyful Fate; "Isso não é uma reunião"


Dream Theater 2022

Resenha - Spiritual Beggars - Ad Astra

Por Rodrigo Simas
Em 08/06/00

Nota: 9

A banda de Michael Amott (guitarra, também do Arch Enemy, junto com seu irmão Chris Amott) lança mais um cd, sem perder a qualidade dos anteriores, sempre com lançamentos de muito valor. O Spiritual Beggars continua pesado, sujo, com muita influência do rock dos anos setenta e também influências sabbathianas, fazendo uma mistura com originalidade e rendendo assim excelentes discos.

É bem legal ver uma banda com o peso que eles tem, usando Mellotron e tocando riffs totalmente rock’n’roll, só que com uma distorção mil vezes mais pesada do que a usada na época. E tudo isso intercalado com cavalgadas no melhor estilo Doom Metal, bateria sentando a porrada, e vocais precisos - feitos pelo também baixista Spice - com agressividade na medida certa e muito bem encaixados no estilo da banda.

É nesse contexto que ótimas composições aparecem, sendo impossível ficar com o pescoço parado. Como por exemplo na destruidora Blessed (que riff!!!) ou na primeira música do cd, Left Brain Ambassadors, (que mostra bem as influências setentistas), ou ainda nas matadoras Save Your Soul e Escaping The Fools, onde a veia black sabbath surge de modo demolidor, fazendo com que mais um vez Tony Iommi seja lembrado, mostrando assim a importância que sua banda teve para o heavy metal.

O encarte é bem psicodélico, desde a capa até o seu interior, também remetendo aos anos setenta. Mais um grande lançamento neste ano. Original, muito pesado, sem frescuras, e principalmente muito honesto.

Ouça sem se empolgar ou bater a cabeça e ganhe um prêmio... ou de repente eles são muito metal para você.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

The Simpsons: 10 melhores aparições de roqueiros no desenho

Fotos de Infância: Red Hot Chili Peppers


Sobre Rodrigo Simas

Designer, carioca e tricolor. Começou a ouvir música aos 11 anos, com Iron Maiden, Metallica e Rush. Tem como hobby quase profissional, a música. Além de produzir shows e eventos, trabalhou por 5 anos em loja especializada em Heavy Metal, e já escreveu para alguns sites e revistas de música. Hoje escuta de tudo um pouco, e cada vez mais descobre que existem apenas dois tipos de música: a boa e a ruim, independente do estilo. Bandas e artistas favoritos: Dave Matthews Band, Peter Gabriel, Rush, Iron Maiden, Led Zeppelin, Ben Harper, Radiohead, System of a Down... e a lista continua...

Mais informações sobre

Mais matérias de Rodrigo Simas.