Resenha - Spotlight - Tir Na Nog

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Raul Branco
Enviar Correções  

7


Se você nasceu há menos de 20 anos, com certeza nunca ouviu falar do Tir Na Nog. Se, entretanto, nasceu há mais tempo, 30 ou 40 anos, provavelmente também não ouviu falar deles. Infelizmente, o Tir Na Nog nunca foi muito querido pela mídia (no Brasil nem lançaram seus discos), não obstante o talento enorme dessa dupla irlandesa, que brilhou no início dos anos 70 com uma luz pálida porém marcante.

publicidade

Os irlandeses Leo O'Kelly (vocal e violão) e Sonny Condell (vocal, violão, cravo e tambores africanos) formaram uma dupla que conseguiu um pequeno destaque em sua época, um daqueles grupos que muitos ouviram falar mas poucos ouviram tocar. Sua tentativa de ampliar as fronteiras do folk em direção ao rock, apesar de usarem instrumentos acústicos, foi bem sucedida e abriu caminho para muitas outras experiências no gênero.

publicidade

Agora, no início do séc. XXI, a Hux Records nos presenteia com uma espécie de coletânea ao vivo com as atuações de Leo O'Kelly e Sonny Condell entre 1972 e 1973, para a BBC Radio 1, gravadas em quatro ocasiões diferentes. A maior parte delas apresenta a dupla, com seus vocais e seus violões, mas as faixas 12 e 13 ("Cinema" e "Most Magical") trazem o acompanhamento de Dave Peacock (baixo), Andy White (bateria) e do irmão de Leo, Hugh O'Kelly (teclados). Infelizmente, essas faixas foram feitas a partir de cópias de segunda geração e a qualidade do som é muito inferior ao resto do disco, mas sua presença é importante pelo valor do registro do que era o som da dupla ao vivo com banda.

publicidade

As músicas são sucessos da dupla (como "Strong In The Sun" e "The Lady I Love"), um clássico de Bob Dylan ("It Takes A Lot To Laugh, It Takes A Train To Cry"), uma composição de outro grande nome do folkrock britânico, Nick Drake ("Free Ride"), com certeza um dos grandes momentos do CD, e um punhado de canções nunca gravadas. O som do Tir Na Nog, ao vivo, não difere muito do material de estúdio, principalmente pela competência de Leo e Sonny, com sua experiência de palco, abrindo shows de grandes nomes como Jethro Tull, Steeleye Span, Procol Harum e Cat Stevens.

publicidade

Se sua preferência é um som pesado, passe longe desse disco. Mas se, para variar um pouco, quiser ouvir o que uma dupla de
compositores/cantores pode fazer, vale a pena experimentar esta gravação de uma época em que, disco ao vivo acústico não era uma artimanha para faturar, mas uma opção artística. Se não é um disco básico para os fãs do folkrock, vale pelo desempenho da dupla e, principalmente, para quem ainda não tinha tido a chance de ouvir esta talentosa dupla irlandesa.

publicidade

Ficha Técnica:

"Spotlight" - Tir Na Nog

(Hux Records - Hux 021) - 2001

Leo O'Kelly (Vocais, violões)
Sonny Condell (Vocais, violões, cravo, tambores africanos e jew's harp)

Músicas:

Strong In The Sun (Leo O'Kelly)
Free Ride (Nick Drake)
Los Angeles (Leo O'Kelly)
Backwaterawhile (Sonny Condell)
Spotlight (Sonny Condell)
Come And See The Show (Sonny Condell)
The Same Thing Happening (Leo O'Kelly)
Teeside (Sonny Condell)
It Takes a Lot To Laugh, It Takes A train To Cry (Bob Dylan)
Piccadilly (Leo O'Kelly);
The Lady I Love (Sonny Condell)
Cinema (Leo O'Kelly)
Most Magical (Sonny Condell)

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Heavy Metal: o Diabo e personagens bíblicas nas capasHeavy Metal
O Diabo e personagens bíblicas nas capas

Legião Urbana: Eduardo e Mônica, uma análise psico-neuróticaLegião Urbana
Eduardo e Mônica, uma análise psico-neurótica


Sobre Raul Branco

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Raul Branco no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin