Resenha - Meteora - Linkin Park

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


O Linkin Park apareceu nos idos de 2001 com seu primeiro cd, "Hybrid Theory" vendendo muito bem e com "tours" que rodaram os EUA e Europa, inclusive participando do festival OZZFEST. Nesses dois anos, seguiram-se um DVD, um cd de remixes, um cd de lados-b, e nada de novo no front. Eis que no meio de 2002, a banda se reúne para dar início ao processo de parto de seu segundo cd. Com uma estrégia que pode ser considerada meteórica, nada melhor do que chamar o cd de "METEORA". Mas como em todas as bandas de New Metal que aparecem fica a seguinte pergunta: OK, o primeiro cd fez sucesso... mas como será o segundo?

Axl no AC/DC: O fiasco que se transformou numa surpreendente uniãoSlayer: quando Cronos deixou Tom Araya de olho roxo

A resposta é... a mesma coisa. "Don't Stay", a primeira música, parece saída de "Hybrid Theory", com seus vocais rapeados e gritados, e a parede de guitarras, assim como "Living From You". A banda parece investir mais no lado "rap" da coisa, como na interessante "Somewhere I Belong" (cujo começo se encaixaria bem em qualquer bom cd de rap) e em "Hit the Floor", aonde temos literalmente um rap embalado por algumas guitarras e os vocais rapeados de Mike Shinoda ganham mais destaque.

Mas nem tudo é igual à teoria híbrida do primeiro cd. "Easier to Run" se mostra bem diferente, com mais efeitos eletrônicos e um clima de semi-balada que contrastada com as guitarras pesadas, pode ser de longe uma das melhores coisas que o LP já produziu. Outras que merecem destaques são a pesada "Faint" (aonde as guitarras se colocam bem a frente da eletrônica).

O resto do cd se mostra bem diversificado, mas seguindo duas linhas de execução, uma apostando mais na eletrônica, com o metal em segundo plano, como em "Breaking the Habit" e "Nobody's Listening" (um rap) e faixas que procuram dar mais ênfase ao peso e aos vocais agressivos, como a ótima "Figure.09", a semi melódica e arrastada (mas não menos interessante) "From the Inside" e a mais pesada e que rivaliza com "Easier to Run" como a melhor do cd, aonde a banda consegue finalmente o que pretendia desde seu primeiro cd, criar um estilo, que mixa o peso das guitarras do rock com camadas de efeitos eletrônicos.

O Linkin Park não fez ainda seu disco definitivo, mas este "METEORA" de longe mostra-se bem melhor do que o repetitivo "Hybrid Theory", com maior consistência e maior uso de recursos... a banda está acertando aos poucos... resta ver o que o destino reserva a esses garotos nervosos. Não deixe de dar uma olhada na parte multimídia, que contém clipes e making of.

Site Oficial: http://www.linkinpark.com

Site Recomendado: http://www.lpunderground.com

Line Up:
Chester Bennington - Vocais
Rob Bourdon - Bateria
Brad Delson - Guitarras
Joseph Hann - Samplers
Phoenix - Baixo
Mike Shinoda - DJ, Vocais, Samplers

Lançado no Brasil pela Warner Records em 2003.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Linkin Park"


The Voice: candidatos fazem batalha cantando Linkin ParkThe Voice
Candidatos fazem batalha cantando Linkin Park

Corey Taylor: pelo menos eles têm coragem, diz sobre Linkin ParkCorey Taylor
"pelo menos eles têm coragem", diz sobre Linkin Park


Axl no AC/DC: O fiasco que se transformou numa surpreendente uniãoAxl no AC/DC
O fiasco que se transformou numa surpreendente união

Slayer: quando Cronos deixou Tom Araya de olho roxoSlayer
Quando Cronos deixou Tom Araya de olho roxo


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

adGooILQ