Resenha - Take your shoes off - Robert Cray

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Haroldo
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 7

1.999/Rykodisc (importado)

Confesso que não esperava muita coisa deste recém lançado cd de Robert Cray, o 12º de sua carreira. Afinal, indeciso entre o blues, o pop e a soul music, Cray parecia não saber qual direção seguir e acabou por produzir álbuns monótonos e pouco inspirados ultimamente.

Em "Take your shoes off" Cray mantém a diversidade de estilos e a mesma banda de sempre, mas desta vez melhorou a pontaria. Com um vocal simplesmente impecável, fez um dos melhores blues de sua carreira - "Let me know" -, confessional e cortante, além do solo super melodioso que dá vontade de emprestar o ombro ao nosso herói abandonado. Logo em seguida outra boa surpresa, "It's all gone", um soul divino que parece estar sendo cantado por Al Green e acompanhado por Steve Cropper, tal a semelhança de arranjos. Cray também acerta em "What about me", um rhythm'n'blues à antiga, e em "Tollins Bells", blues lento e compassado do mestre Willie Dixon.

No saldo final, é claro que Robert Cray ainda está devendo bastante desde a fase "hits" de "Strong Persuader", mas fica quase perdoado após as múltiplas audições de "Let me know".


Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Robert Cray"


Manowar: o dia em que a banda arregou pro Twisted SisterManowar
O dia em que a banda arregou pro Twisted Sister

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1984Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1984


Sobre Paulo Haroldo

Ex-comerciante, divorciado (liberdade ainda que tardia). Preferências musicais: Hard Rock (principalmente anos 70), Blues, Heavy Metal sem podreira, Progressivo (não confundir com ProgMetal), e todo bom rock/pop feito sem samplers, computadores e outros artifícios eletrônicos que só servem para mascarar falsos músicos. Exterminador de hip-hoppers...

Mais matérias de Paulo Haroldo no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336