Resenha - Melting the Rock - Magma

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar Correções  

9

Os paulistas do Magma são fãs assumidos do bom e velho Rock and Roll... e não negam tal fato. Em sua primeira demo (que brevemente sairá em cd) eles investem diretamente no hard rock, altamente influenciado por bandas como Van Halen, Journey e Hanoi Rocks. Com um grande diferencial: contam com um vocal feminino: Raquel Giardini, que se sai muito bem. Legal vermos uma banda investindo no hard, principalmente com vocal feminino.

publicidade

A primeira faixa "Young Will", nos remete diretamente a "1984" (o disco) do Van Halen. Guitarras bem colocadas e vocais competentes fazem a faixa grudar na primeira audição. O mesmo se diz de rockões como "World of Sanity" , "Bittersweet" (com riffs poderosos de guitarra) e "Waking the World Go Round" (que saudade do hard dos anos 80!!). A banda também se dá muito bem nas baladas, como nas cativantes "Love Scars" e a semi-balada "The Mercenary".

publicidade

Mas os maiores destaques ficam para o baladão "Naivete", que vai ficar na sua mente por um bom tempo e no rockão "Vikings" que traz uma forte influência de Journey. Para encerrar... nada com um rockão arrasa quarteirão com o singelo título de "Rock Be Mine", com backings animalescos.

Banda competente, boa produção e uma sonoridade fantástica. Parabéns ao quarteto paulistano e que continue assim!

publicidade

Line Up:
Raquel Giardini – vocais
Renato Ângelo – Guitarras
Danilo Ângelo – Baixo
Ricardo Nascimento – Bateria

Contatos:
http://www.magmarock.cjb.net
[email protected]
Vitalino Zeale, 180
Valinhos – SP
Cep:12378-351

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Megadeth: os 10 bens mais preciosos de Dave MustaineMegadeth
Os 10 bens mais preciosos de Dave Mustaine

Heavy Metal: os 10 melhores solos de guitarra de todos os temposHeavy Metal
Os 10 melhores solos de guitarra de todos os tempos


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin