Kaleidoscope: acabaram moldados pela psicodelia inglesa

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Aline Luz, Fonte: Limbo do Rock
Enviar correções  |  Ver Acessos

Marcados por mudanças de nome e sonoridade, acabaram moldados pela psicodelia inglesa.

História do Rock: dos primórdios aos anos 70Bateristas: os trinta mais ricos do mundo

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Tangerine Dream - 1967
Tangerine Dream - 1967

Kaleidoscope era uma banda de rock psicodélico inglesa, que em 1963 se chamava The Sidekicks e em 1965 tornaram-se The Keys, duas tentativas de figurarem no cenário Mod/Beat.

Mas foi com o rock psicodélico que ganharam seu maior reconhecimento, misturando rock com lirismo folk e experimentações sonoras que eram frequentes ao cenário. O som não era inovador, mas não devia nada aos melhores da época.

Com esta atitude principesca, estavam bem dentro da psicodelia inglesa, cujos moldes foram ditados pelos Beatles e o Pink Floyd: Experimentalismo e revival de antiguidades.

Em 1969, tiveram que mudar de nome devido uma banda californiana homônima. Em 1970 viraram Fairfield Parlour. Lançaram um disco bem mais folk. A mesma pegada principesca.

Dentre seus maiores feitos está a participação no festival da Ilha de Wight, o Woodstock da Inglaterra, para o qual compuseram uma canção: Let the World Wash In.

Faintly Blowing - 1969
Faintly Blowing - 1969

Nos deixaram dois maravilhosos álbuns: Tangerine Dream (1967) e Faintly Blowing (1969). Como Fairfield Parlour gravaram apenas From Home to Home (1970), e nos anos 90, novamente como Kaleidoscope, terminaram um álbum intitulado White Faced Lady (1991).

Com vocês, uma faixa do disco Tangerine Dream, de 1967: Mr. Small the Watch Repairer Man.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Kaleidoscope"


História do Rock: dos primórdios aos anos 70História do Rock
Dos primórdios aos anos 70

Bateristas: os trinta mais ricos do mundoBateristas
Os trinta mais ricos do mundo


Sobre Aline Luz

Formada em Artes Visuais e fã de rock desde pequena.

Mais matérias de Aline Luz no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL