In Flames: O que esperar dos shows no Brasil

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Mateus Ribeiro
Enviar correções  |  Comentários  | 

Na próxima semana,a banda In flames voltará a fazer shows na América do Sul,após longos oito anos de espera. Naquela oportunidade, a banda fez apenas uma apresentação em solo brasileiro. No histórico show realizado naquele inesquecível 15 de fevereiro de 2009, a banda executou um setlist excelente, que reuniu músicas de praticamente todos os discos lançados até 2009. Tanto os fãs da fase antiga, quanto os da fase mais moderna a banda, saíram satisfeitos do Santana Hall naquele domingo.

135 acessosIn Flames: banda inicia hoje longa turnê pela América Latina5000 acessosSeparados no nascimento: Sarah Jessica Parker e o mascote Eddie

Pois é, nove anos e meio depois, a banda mudou (mais ainda) sua sonoridade, e passou por mudanças cruciais em sua formação. Jesper Strömblad (que não veio ao Brasil naquela oportunidade) saiu da banda em 2010, e dali em diante, a mudança se tornou assustadora. Após alguns lançamentos no mínimo controversos, Daniel Svensson e Peter Iwers também abandonaram o barco. Portanto, teremos uma banda um pouco diferente da que tocou por aqui em 2009, ao menos no baixo e na bateria, já que na passagem anterior do In Flames por aqui, o atual guitarrista, Niclas Engelin, havia sido escalado para substituir Jesper. E quanto ao som, o que podemos esperar das apresentações no Brasil?

Muita energia, em primeiro lugar. As performances da banda sempre foram muito intensas, com destaque para o vocalista Anders Fridén (que já não tem mais o mesmo alcance ao vivo, é verdade, mas compensa com muita energia). Os demais instrumentistas executam com muita precisão e presença de palco as músicas do repertório. E é aí que mora a maior dúvida da maioria dos fãs: o que a banda prepara em seu repertório?

A resposta, claro, ninguém sabe, já que não temos a capacidade de adivinhar o futuro. Porém, podemos ter uma prévia, de acordo com o as músicas tocadas pela banda nos últimos anos. Com base nesses shows, podemos esperar que a banda dê uma atenção especial para os últimos álbuns. E claro, que pelo fato da banda estar divulgando seu último lançamento, "Battles", é bem provável que o repertório conte com músicas do disco no começo, meio e fim do show.

Músicas de "Siren Charms", "Sounds Of a Playground Fading" e "A Sense Of Purpose" também aparecerão em um bom número, já que representam bem a mudança da banda na última década.

Clássicos dos discos "Come Clarity" e "Reroute To Remain" são praticamente obrigatórios no setlist. São os casos de "Take This Life" e "Cloud Connected".

Quanto aos discos mais antigos, acho difícil que toquem alguma coisa além de "Only For The Weak" (que por sinal, é o maior clássico da banda). Talvez toquem uma ou outra música de "The Jester Race", como fizeram no festival Hellfest este ano.

Analisando friamente, dificilmente a banda mudará o que vem fazendo nos últimos anos, que é dar uma ênfase maior para os discos da fase mais alternativa. Entretanto, por outro lado, existe uma outra situação que pode se tornar realidade. Como a banda pelo nosso continente apenas uma vez, pode apresentar surpresas em seu repertório, acrescentando clássicos que muitos fãs daqui gostam, casos de músicas dos estupendos "Whoracle" e "Colony", ou de "Pinball Map", por exemplo.

Acho difícil que mudem muita coisa, e sinceramente, gostaria, e muito, que a músicas dos últimos discos não fossem a base do show. Porém, é praticamente certeza que os últimos três discos construam a estrutura do show.

Resta aguardar, e torcer para que os caras reservem algumas surpresas para o pessoal da América do Sul, que tanto esperaram para receber a banda de braços abertos. De qualquer forma, podemos esperar um ótimo show, com muita emoção e profissionalismo.

Falta pouco. No próximo domingo a banda desembarca na Colômbia, e dia 19, chegam até o Brasil, para tocar em Belo Horizonte.Até lá, fica a dúvida, e a esperança de ver uma apresentação memorável.

Desejo a todos os fãs ótimos shows, e para quem for até o show em São Paulo, espero poder curtir com vocês!

In Flames We Trust!

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 10 de outubro de 2017


Pabllo VittarPabllo Vittar
Com camiseta do In Flames no programa de Tatá Werneck

135 acessosIn Flames: banda inicia hoje longa turnê pela América Latina861 acessosIn Flames: 25 músicas essenciais da banda676 acessosIn Flames: vídeo de "Karma", música da banda de dois ex-membros641 acessosIn Flames: uma volta triunfal com "Come Clarity"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "In Flames"

Metal suecoMetal sueco
Site elege as dez melhores bandas da Suécia

FamaFama
5 bandas que são grandes no exterior e nem tanto no Brasil

In FlamesIn Flames
Conheça o 2112, bar dos membros do grupo

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "In Flames"


SeparadosSeparados
Sarah Jessica Parker e o mascote Eddie

Zakk WyldeZakk Wylde
Cinco momentos insanos do guitarrista

Heavy MetalHeavy Metal
Os melhores álbuns de 2009 segundo o About.com

5000 acessosMetallica: a evolução de James Hetfield ao longo dos anos5000 acessosTamanho é documento?: os Rock Stars mais altos e baixos5000 acessosTime Magazine: os 100 maiores álbuns de todos os tempos5000 acessosSepultura: novos vídeos da série "o Eloy não é humano"5000 acessosMastodon: Brent Hinds foi expulso da cerimônia do Grammy5000 acessosJason Newsted: o que ele achou do "Hardwired" e do trabalho de Trujillo?

Sobre Mateus Ribeiro

Fanático por Ramones, In Flames e Soilwork. Limeirense com muito orgulho (e sotaque).

Mais matérias de Mateus Ribeiro no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online