Pink Floyd: e se Syd Barrett não tivesse enlouquecido?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por André Floyd, Fonte: Confraria Floydstock, Press-Release
Enviar correções  |  Comentários  | 


Roger Keith Barrett chegou diante de seus colegas colegiais Bob Klose, Roger Waters, Richard Wright e Nick Mason baterem cabeça e não se acertarem enquanto banda e menos ainda nos nomes desta, passando por Sigma 6, The Meggadeaths, Tea Set e The Abdabs, The Screaming Abdabs, The Architectural Abdabs.
982 acessosDavid Gilmour: músico elogia público da América do Sul em vídeo5000 acessosGuns N' Roses: A crítica de Portnoy ao trabalho de Matt Sorum

Barrett, já o querido Syd, apareceu e pôs ordem na casa, começando por firmar um nome que emplacasse e surgira o The Pink Floyd Sound que futuramente perderia os nomes das pontas para cravar Pink Floyd, homenageando os dois bluesmen obscuros Pink Anderson e Floyd Council, dos quais Syd era fã.

Syd Barrett conceituou toda a arte musical e visual do grupo, que conquistou os jovens do templo underground londrino UFO e logo despertara a atenção da gravadora EMI, que sem perder tempo lançou os singles "Arnold Layne" e "See Emily Play" que logo conquistou a ilha do cachorro de costas e tal sucesso não demoraria a cruzar o Atlântico.

Então veio o álbum de estreia do Pink Floyd, "The Piper at Gates of Dawn" em agosto de 1967, praticamente todo concebido por Syd, um marco do cult-psicodélico.

Todavia Barrett começou a tomar ácido e mandrax de mais e compor e se apresentar de menos, restando-lhe umas pontas no álbum seguinte, "A Saucerful of Secrets", de 1968.

Alí a esquizofrenia tóxica sepultava a carreira de Syd Barrett junto à banda que ele mesmo criara, que seguira em frente, virara a década e nesta se tornara um dos maiores pilares do rock progressivo de todos os tempos.

Mas, e se Syd Barrett não tivesse enlouquecido, ou pelo menos não a ponto de ser demitido e continuar exercendo sua liderança no grupo?

Como seriam as trilhas sonoras feitas pelo Floyd com ele a bordo?

Sua parte em "Ummagumma", dá para imaginar, ainda que por alto?

Como seria o primeiro álbum na década de 70 com Syd no Pink Floyd, "Atom Heart Mother", com ele sendo autor ou co-autor?

O Pink Floyd passaria a ganhar sonoridade A La Bob Dylan ou Neil Young na década seguinte?

Como seriam os duos vocais, com Waters, Gilmour e Wright e a divisão das guitarras com Gilmour?

Imaginem "Echoes" e "Comfortably Numb" contendo Syd Barrett.

E "The Dark Side of The Moon" a mais nababesca e emblemática obra do Pink Floyd, com Syd ganharia um tom menos pessimista e rascante e um pouco mais de clareza e esperança?

E a talvez mais difícil das questões?

Até quando o ego de Roger Waters o permitiria coadjuvar diante de Syd Barrett?

Elocubrações.

E aí, o que você acha?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 06 de agosto de 2017

David GilmourDavid Gilmour
Músico elogia público da América do Sul em vídeo

785 acessosRoger Waters: criticando novamente o Radiohead por tocar em Israel1355 acessosLoja de Discos do Cassio: Waters ou Gilmour, qual é melhor?5000 acessosPink Floyd: Do pior ao melhor álbum da carreira1149 acessosPink Floyd: As 50 melhores músicas da banda0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Pink Floyd"

Pink FloydPink Floyd
Nick Mason compara saída de Waters à morte de Stalin

MustaineMustaine
Uma nota de Gilmour vale mais que muitos solos incríveis

Pra discutirPra discutir
Os 100 melhores discos de rock progressivo

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "Pink Floyd"0 acessosTodas as matérias sobre "Syd Barrett"

Guns N RosesGuns N' Roses
A crítica de Portnoy ao trabalho de Matt Sorum

Edu FalaschiEdu Falaschi
Os dez vocalistas brasileiros preferidos dele

Sasha GreySasha Grey
Sua real paixão pela música de atitude e sua coleção de vinil

5000 acessosBlack Sabbath: o dia em que Tony Iommi quase matou Bill Ward5000 acessosHeadbangers: o preconceito mostrado em vídeo bem-humorado5000 acessosGuns N' Roses: veja capa que Axl queria no lugar do robô estuprador de AFD5000 acessosSlash: abençoado por ter trabalhado com os melhores vocalistas5000 acessosGuns N' Roses: Em 1992, uma imagem clássica de Axl trollando Slash5000 acessosCorey Talor: "Axl é um pau no cu e quem espera por ele é otário"

Sobre André Floyd

Amante e ouvinte constante de música. Editor do blog Confraria Floydstock.

Mais matérias de André Floyd no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online