Lucille chora sua viuvez: a história da guitarra de B.B. King

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Leonardo Daniel Tavares da Silva, Fonte: Wikipedia e WorldBlues.com
Enviar correções  |  Comentários  | 


5000 acessosPantera: o surreal e constrangedor funeral de Dimebag Darrell5000 acessosIGN Music: os álbuns de Metal mais influentes segundo o site

Segundo a Wikipedia, no verão de 1949, a lenda do Blues, B.B. King, tocou em um salão de dança em Twist, Arkansas. Para aquecer o ambiente, um barril meio cheio de querosene foi aceso, um procedimento bastante comum naquela época. Durante a performance, dois homens começaram a brigar, esbarrando no barril e espalhando combustível em chamas pelo recinto. Quase todo mundo, inclusive King, correram para fora do lugar. Uma vez do lado de fora, King percebeu que tinha deixado sua guitarra do lado de dentro, então ele voltou para o edifício em chamas para recuperar sua amada Gibson de 30 dólares. Dois homens morreram no incêndio e, no dia seguinte, King descobriu que eles estavam brigando por uma mulher chamada Lucille. King subsequentemente deu esse nome à sua primeira guitarra, assim como a toda guitarra que teve desde então, como um lembrete de nunca mas fazer algo tão estúpido quanto entrar em um prédio em chamas ou brigar por uma mulher.

B.B. King escreveu uma canção chamada "Lucille", na qual ele fala sobre sua guitarra e sobre como ela ganhou esse nome. Esta canção foi lançada no álbum de mesmo nome e foi incluída no álbum "B. B. King Anthology 1962–1998".

King tocou com vários tipos de guitarras durante sua carreira, todas chamadas de Lucille por ele, mas é mais conhecido por tocar variações da Gibson ES-355. Em 1980, a Gibson lançou o modelo "B. B. King Lucille", baseado na ES-355TD-SV, mas com algumas adaptações a pedido do próprio King. Epiphone, subsidiária da Gibson, também lançou um modelo de baixo custo da guitarra Lucille.

Em 1999, mais uma homenagem da Gibson, a Little Lucille foi lançada baseada na guitarra Blueshawk.

Em 2005, em homenagem ao aniversário de 80 anos de King, a Gibson lançou uma série chamada "80th Birthday Lucille", com apenas 80 guitarras. O primeiro protótipo foi presenteado ao guitarrista, que o usou como guitarra principal até que ela fosse roubada em 2009. Meses depois, a guitarra foi recuperada e devolvida a King.

Em tempo, segundo a worldblues.com, B.B. King jamais conheceu a tal mulher chamada Lucille, que teria sido o motivo daquela briga naquela fria noite no Arkansas, mas eternizou o nome da moça, assim como o seu próprio, ha história da música. Lucille, a guitarra, assim como talvez a moça de 1949, agora chora sua viuvez.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

5000 acessosB. B. King: lendário guitarrista morre aos 89 anos5000 acessosEric Clapton para B.B. King: "Obrigado, do fundo do meu coração"5000 acessosB.B. King: músicos comentam falecimento do lendário bluesman4590 acessosB.B.King: algumas colaborações roqueiras do lendário bluesman1860 acessosBarack Obama: "O Blues perdeu seu Rei, e a América, uma lenda"

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "B. B. King"

B.B. KingB.B. King
Filhas dizem que o bluesman foi envenenado

GuitarristasGuitarristas
Time Magazine elege os 10 maiores de todos os tempos

Lucille chora sua viuvezLucille chora sua viuvez
A história da guitarra de B.B. King

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "B. B. King"

PanteraPantera
O surreal e constrangedor funeral de Dimebag Darrell

MetallicaMetallica
"Master of Puppets" é eleito o álbum de metal mais influente

Thrash MetalThrash Metal
Dez novas promessas, incluindo uma brasileira

5000 acessosGuitar World: as 50 melhores canções de Rock de todos os tempos5000 acessosTop 500: as melhores músicas de todos os tempos segundo a Rolling Stone5000 acessosRock e Heavy Metal: E se as capas dos álbuns fossem honestas?5000 acessosLed Zeppelin: em quantas músicas Plant não fala "baby"?5000 acessosMetallica: membros entre os maiores maricas de todos os tempo5000 acessosUltimate Classic Rock: as dez melhores duplas de guitarristas

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 15 de maio de 2015
Post de 19 de maio de 2015
Post de 16 de junho de 2017

Sobre Leonardo Daniel Tavares da Silva

Daniel Tavares nasceu quando as melhores bandas estavam sobre a Terra (os anos 70), não sabe tocar nenhum instrumento (com exceção de batucar os dedos na mesa do computador ou os pés no chão) e nem sabe que a próxima nota depois do Dó é o Ré, mas é consumidor voraz de música desde quando o cão era menino. Quando adolescente, voltava a pé da escola, economizando o dinheiro para comprar fitas e gravar nelas os seus discos favoritos de metal. Aprendeu a falar inglês pra saber o que o Axl Rose dizia quando sua banda era boa. Gosta de falar dos discos que escuta e procura em seus textos apoiar a cena musical de Fortaleza, cidade onde mora. É apaixonado pela Sílvia Amora (com quem casou após levar fora dela por 13 anos) e pai do João Daniel, de 1 ano (que gosta de dormir ouvindo Iron Maiden).

Mais matérias de Leonardo Daniel Tavares da Silva no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online