Matérias Mais Lidas

Legião Urbana: por que Renato Russo proibia risada no palco, segundo tecladistaLegião Urbana: por que Renato Russo proibia risada no palco, segundo tecladista

Iron Maiden: em 1993, o inconformado Nicko McBrain fritava Bruce Dickinson em entrevistaIron Maiden: em 1993, o inconformado Nicko McBrain fritava Bruce Dickinson em entrevista

Júnior Bass Groovador: desabafando após internauta dizer que sente nojo de suas caretasJúnior Bass Groovador: desabafando após internauta dizer que sente nojo de suas caretas

Metal sinfônico: os 25 melhores álbuns do estilo, em lista da Metal HammerMetal sinfônico: os 25 melhores álbuns do estilo, em lista da Metal Hammer

Boate Kiss: Juiz cita Lemmy e Jimi Hendrix durante julgamentoBoate Kiss: Juiz cita Lemmy e Jimi Hendrix durante julgamento

Tim Ripper Owens: ele manda a real ao contar por que não pode ficar só em uma bandaTim Ripper Owens: ele manda a real ao contar por que não pode ficar só em uma banda

Iron Maiden: as únicas cinco músicas da banda que terminam com fade outIron Maiden: as únicas cinco músicas da banda que terminam com fade out

Metallica: Como eles ficarão putos se são bilionários?, diz líder do DestructionMetallica: "Como eles ficarão putos se são bilionários?", diz líder do Destruction

Black Sabbath: Bill Ward ainda é amigo dos outros integrantes originais?Black Sabbath: Bill Ward ainda é amigo dos outros integrantes originais?

Anthrax: Frank Bello elogia Jason Newsted, mas sentiu pena dele no MetallicaAnthrax: Frank Bello elogia Jason Newsted, mas sentiu pena dele no Metallica

John Lennon: Suas 9 maiores músicas, segundo a Ultimate GuitarJohn Lennon: Suas 9 maiores músicas, segundo a Ultimate Guitar

Black Sabbath: Bill Ward sabia que primeiro álbum da banda causaria alguns problemasBlack Sabbath: Bill Ward sabia que primeiro álbum da banda "causaria alguns problemas"

Galeria do Rock: Fernanda Lira, do Crypta, passei pelo lendário lugar e conta históriasGaleria do Rock: Fernanda Lira, do Crypta, passei pelo lendário lugar e conta histórias

Heavy metal: 10 álbuns que os fãs amam odiar, em lista do canal Ruthless MetalHeavy metal: 10 álbuns que os fãs amam odiar, em lista do canal Ruthless Metal

Nergal: líder do Behemoth feliz com solo; Maiden, Slayer e Venom, faltou o MetallicaNergal: líder do Behemoth feliz com solo; "Maiden, Slayer e Venom, faltou o Metallica"


WhatsApp
Garimpeiro

Porno Para Ricardo: o grupo cubano que desafia governo dos Castro

Por Gustavo da Silva Bezerra
Fonte: Diversas, citadas no corpo.
Em 12/08/14

Todo governo totalitarista que se preze é dependente de uma manipulação cultural para manter a população sob as rédeas; os artistas e intelectuais que corroborarem com as ideologias impostas pelo partido dominante, independente da qualidade do conteúdo que produzem, são exaltados. Do outro lado temos aqueles que são incapazes de alinhar seus ideais para agradar o governo despótico e acabam tendo sua liberdade suprimida, no mais brando dos casos. Não precisamos ir longe para ver exemplo, basta olharmos para trás, na própria história do Brasil, onde artistas do calibre de Caetano Veloso, Chico Buarque e mesmo Raul Seixas se viram obrigados a deixar o país e se exilarem em outras nações. O apogeu do absurdo aconteceu na Camboja sob o pulso comunista de Pol Pot: o Khmer Vermelho (partido que detinha o poder) assassinava aqueles que usavam óculos por considerá-los prováveis intelectuais e, então, subversivos. É um fenômeno pandêmico que se alastra pelos dois extremos do espectro ideológico.

Não é diferente na ilha dos Castro. Pouco se conhece daqueles que embatem o despotismo de dentro do país, a maioria dos cubanos que criticam o governo dissidem antes para não encarar face-a-face a tirania cubana. No entanto, o movimento Punk não é exatamente conhecido por andar dentro da linha e por se conformar com o status quo.

A banda PORNO PARA RICARDO surgiu como uma maneira de afrontar o governo dos Castro de dentro, com coragem e sem escrúpulos. Fundada em 1998, o conjunto é formado por Górki Aguila (vocais), William Retureta (baixo), Renay Kairus (bateria) e Ciro Díaz (guitarra), e cumpre uma lacuna fundamental, sendo a voz de muitos jovens que se encontram insatisfeitos com a condição política do país. A quebra de paradigmas lograda pela banda já começa com o próprio nome, PORNO PARA RICARDO, que satiriza a proibição de conteúdo erótico no país, por ser considerado transgressor, assim como o grupo.

Desde o lançamento do primeiro álbum, "Rock para las masas cárnicas", a trupe de Górki se destacou no cenário musical entre a juventude, todavia, foi só a partir de 2003, com a prisão do vocalista, que o conteúdo das letras do PORNO se tornou majoritariamente político. Naquele ano, Górki fora tido como réprobo pela justiça cubana acusado pelo crime de posse de drogas, durante um festival na cidade de Pinar Del Rio. Ele acabaria solto num período de dois anos.

Em março de 2004, o vocalista foi indicado ao prêmio da organização britânica Index On Censorship na categoria "música", que luta pela liberdade de expressão por artistas ao redor do mundo, o que atraiu a atenção do mundo para a banda, mas não passou incólume pelo poder cubano: em pouco tempo, o site da banda foi excluído pela justiça e a banda temporariamente proibida de atuar em concertos.

Górki Aguila então percebeu a sua sina de não viver em sua relativa liberdade por muito tempo; em 2008 foi novamente preso, desta vez por "periculosidade", que ocorre quando a justiça cubana julga que alguém seja bastante propenso a vir a cometer um crime, mas dessa vez não ficou por lá um grande período, tendo sido liberado após pagar uma fiança de cerca de 25 dólares (lembrem-se, estamos falando de Cuba, não estranhem o valor), já com uma grande cobertura da mídia internacional, que parece ter diminuído um pouco o ímpeto das investidas do governo contra o músico doravante.

Em 2011, o conjunto fora convidado para o que seria o show de maior exposição da carreira, no United Islands Festival, em Praga, na República Tcheca, no entanto os músicos não obtiveram permissão para deixar o país, e apenas o vocalista Górki rumou para a Europa, pois já se encontrava fora de Cuba; estava no México cuidando de sua mãe. O show, então, foi feito em conjunto com uma banda local, o ALAVERDI.

Além do nome que representa o grupo, o primeiro grande símbolo a representar o descontentamento com o sistema governamental e econômico de Cuba é o emblema do Grupo, que satiriza a clássica bandeira vermelha do comunismo surgida na URSS, substituindo o facão por um símbolo fálico.

Já as letras ácidas da banda podem muito bem ser representadas pela canção "El Coma Andante", que faz um trocadilho satirizando a inércia (coma andante) de um governo tacanho e inerte em referência ao grande líder (comandante). O versos "El coma andante, quiere que yo trabaje/ Pagándome un salario miserable/ El coma andante quiere que yo lo aplauda/ después de hablar su mierda delirante" servem como uma perfeita metonímia para o que a banda apresenta, e faz jus ao incomodo e desconforto do alto escalão do governo cubano. O título dos discos segue esse mesmo tom, como "Soy Porno, soy popular" que satiriza uma canção popular e nacionalsita cubana chamada "Soy cubano, soy popular".

A banda, não obstante seja a oposição, rejeita qualquer rótulo de posicionamento político. desprezam tanto a esquerda quanto a direita, e bradam apenas a liberdade quando dizem que lutam apenas por si mesmos. O PORNO PARA RICARDO é um exemplo de que a música não é apenas arte; é política, é embate, e também é arte, e mostra que o rock de atitude tem lugar, não só sobre os palcos, mas dentro das cabeças.

Vídeo da canção "El Coma Andante":

Apresentação em Praga:

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Slayer: quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanistaSlayer
Quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanista

Guitarristas e vocalistas: os 10 melhores casamentosGuitarristas e vocalistas
Os 10 melhores "casamentos"