Linkin Park em BH: "Era melhor ter assistido ao filme do Pelé"

Resenha - Festival Circuito Banco do Brasil (Estádio Mineirão, BH, 18/10/2014)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Pedro Gianelli, Fonte: #VamosMusicalizar
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

No último sábado (18), ocorreu em Belo Horizonte, na Esplanada do Estádio Mineirão, o festival Circuito Banco do Brasil. O festival contou com cinco bandas, sendo elas: Stereophant (vencedora do concurso VOZPARATODOS), Nação Zumbi, Titãs, Panic! At The Disco e a headliner, Linkin Park. O evento contou com a presença de 20.000 fãs enlouquecidos para ver os seus “ídolos”, – sim, existiam 20.000 pessoas sem nada para fazer, e decidiram pegar um sol de 36º C, apenas para “refrescar”.

Rio Rock City: O que houve com o Linkin Park depois de Meteora?Black Metal Barbie: o ensaio lindo e true de Antonella Arismendi

Stereophant

A banda carioca foi escolhida por votação popular através do concurso VOZPARATODOS, – das duas, uma: ou não existiam outras bandas concorrendo, ou os fãs da banda são realmente muito fiéis.

O show começou exatamente na hora marcada, 16:50h, e então... entra essa banda medonha. Com guitarras fracas, bateria que parece as panelas da sua bisavó, e um vocal... enfim, nota 0,2.

Nação Zumbi

Depois de um início “triunfante”, o show de horrores não podia parar! Jorge dü Peixe e sua “turma” entram no palco com uma música simplesmente RIDÍCULA, chamada ‘Foi de Amor’, faixa do último álbum, ‘Nação Zumbi’, a música mais se parece com uma música das Meninas Super Poderosas do que aquelas grandes músicas que ganharam as rádios nos anos 90, com o grande Chico Science.

Uma banda com mais percussionistas que membros da sua família, um baixista praticamente em coma no palco, e um bom guitarrista, que não conseguiu fazer milagre e apagar a performance vexatória. Nota 3.

Titãs

O que dizer desses dinossauros do rock? Seria um show inesquecível, o melhor da noite, certo? Pois é, sem sombra de dúvidas foi a maior decepção do festival. Um setlist forte, pesado, mas com os membros totalmente desligados.

E convenhamos, o que foi aquele começo de show? Me senti no show do Patati & Patatá, máscaras ridículas, que não chamaram nem um pouco a atenção dos que estavam lá, muito pelo contrário, causou muitas gargalhadas.

Mas depois das músicas do pavoroso último álbum, ‘Nheengatu’, algumas das boas faixas da carreira do Titãs, como: ‘Polícia’ e ‘Sonífera Ilha’. Mas não posso deixar de destacar a grande vitória da carreira do Titãs, que foi a exclusão da enfadonha, ‘Epitáfio’. É com muita tristeza e decepção que dou a nota 4,5.

Panic! At The Disco

Com toda a certeza, a maior surpresa da noite! Confesso que não esperava nem um pouco sobre essa banda. Mas ao entrar no palco, se mostraram uma banda muito madura e extremamente eficiente.

Um vocal extremamente competente de Brendon Urie, uma guitarra impecável de Kenneth Harris, um baixo incrível de Dallon Weekes, e Ian Crawford segurando muito bem a base.

Destaques para a incrível ‘Vegas Lights’, que abriu o show com tudo, e o excelente cover da banda Queen, ‘Bohemian Rhapsody’, interpretada de forma incrível por Brendon. Um grande show, nota 9,7.

Linkin Park

Chegou a hora do headliner do festival, e convenhamos, só teve esse posto pelo nome, porque se for depender da qualidade musical...

Não restam dúvidas que o Linkin Park é muito fiel às versões de estúdio, mas assim como nos estúdios, continuam a mesma banda chata, sem atitude alguma, sem um estilo definido, e um “frontman”... afinal, podemos considerar Chester Bennington um frontman? Porque a sua capacidade de realizar tal ação, é praticamente zero.

Um setlist que condiz com o que a banda é, ou seja, um setlist fraco, que nem as famosas ‘Numb’ e ‘With You’ conseguiram disfarçar a mediocridade da banda. Nota 5.

#VamosMusicalizar

http://www.vamosmusicalizarnews.blogspot.com.br

Imagem

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Linkin Park
Como adolescentes de hoje reagem ao ouvir a banda?

Rio Rock City: O que houve com o Linkin Park depois de Meteora?Linkin Park: veja lyric vídeo de "Battle Symphony"Comedy Central: Halford, Sambora, Bach e outros em sérieLinkin Park: Chester explica o segredo da longevidade da bandaLinkin Park: veja o vídeo oficial de "Heavy"Todas as matérias e notícias sobre "Linkin Park"

Linkin Park
Mike Shinoda opina sobre comentários de Chester Bennington

Memes
Versões para Slipknot, Linkin Park e SOAD

New Metal
Raiva, calças folgadas, problemas na infância...

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 25 de outubro de 2014

Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Linkin Park"Todas as matérias sobre "Panic At The Disco"Todas as matérias sobre "Titãs"

Black Metal Barbie
O ensaio lindo e true de Antonella Arismendi

Tradução
O clássico Brave New World, do Iron Maiden

Sociedade Alternativa
Fama proporcional à escassez teórica

Ogro do Metal: os álbuns mais importantes da história do RockBateria: imagine se ele tocasse um equipamento mais decenteCovers: quando bandas de Heavy e Power Metal prestam tributoTom Morello: Pagando de rockstar contra pequeno restaurante em SeattleManowar: vídeo antigo mostra quebra de recorde mundialHelloween: "temos boa relação com Kai Hansen"

Sobre Pedro Gianelli

Colunista musical do Jornal Gazeta do Oeste em Divinópolis - MG, CEO and FOUNDER do blog #VamosMusicalizar. Músico, professor, fotógrafo, escritor.

Mais matérias de Pedro Gianelli no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online