Motorhead em Florianópolis: "O troço é alto, muito alto!"

Resenha - Motorhead (Floripa Music Hall, Florianópolis, 20/04/2011)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Daniel Otto Franz, Fonte: Blog dos Feras
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Como bom brasileiro que sou, decidi ir ao concerto no último instante, o show começava as 22:30, minha decisão foi às 20:30, tanto é que quando cheguei a banda de abertura (Baranga) já tinha se apresentado, isso depois de passar por um cambista, que por milagre estava vendendo o ingresso mais barato que na bilheteria.

Saxon: Novo álbum em 2018 e homenagem a LemmyMemoráveis como a música: os 25 melhores logos de bandas

A capa do Jornal de 20/04/2011 já previa: "Floripa vai tremer".

Lemmy, Phill e Mikkey entram, o barbudão saúda os 'fiéis' e a pancadaria começa, é "Iron Fist" já de cara, e amigo, o troço é alto muito alto, nos primeiros acordes você acha que não vai aguentar, seu cérebro parece que vai explodir, e aí quando se nota já assimilamos os trocentos decibéis despejados pelos lendários músicos.

Depois vieram as clássicas "Stay Clean", "Get Back in Line"... a galera agitando direto dava pra sentir a empolgação de ver o Motörhead assim tão de perto. O setlist é basicamente o mesmo que eles vem executando pela América do Sul.

Quando termina "Rock Out", sonzeira que já virou clássico, o grande guitar man Campbell vem com um solo, suave por sinal, pra dar uma relaxada.

E assim continua o desfile das eternas canções de Lemmy & Cia. “The Thousand Names of God”, “I Got Mine”, “I Know How to Die” e “The Chase Is Better Than the Catch” então o sueco Mikkey nos é apresentado por Lemmy e o batera começa seu solo... quem estava escorado nas estruturas do local, deve ter sentido a vibração das batidas, o cara toca muito, rápido, preciso, coeso, mostrou todo seu talento nas baquetas, mas também o cara já passou por bandas como King Diamond e Helloween.

Depois vieram Just ‘Cos You Got the Power”, “Going to Brazil”, “Killed by Death” e a famosa “Ace of Spades” que como sempre dobrou a empolgação do público, aí veio o momento de jogar as baquetas e palhetas aos fãs e os agradecimentos, eles saem do palco, e logo voltam para o bis depois da galera berrar em coro...

"Overkill" encerra a noite deixando os presentes com gosto de quero mais, um baita show sem sobra de dúvida, memorável, fiquei ali parado por uns instantes, enquanto a galera ia se retirando, tentando assimilar o que tinha acontecido ali naquela uma hora e meia, e posso garantir fiquei satisfeito, o meu encanto pela banda e pelo rock só se reforçou, long live rock'n'roll.

Veja fotos do show no link abaixo.

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Motörhead
Pela 1ª vez, Mikkey Dee visita estátua de Lemmy

Saxon: Novo álbum em 2018 e homenagem a LemmyBlend Guitar: em vídeo, as dez maiores bandas de Heavy MetalRock e Metal: em vídeo, as 10 despedidas mais épicas da históriaTodas as matérias e notícias sobre "Motorhead"

Motorhead
Phil Taylor deixou R$6,4 milhões, nada pra ex-mulher

Motorhead
Memorial de Lemmy ocupará toda a Sunset Strip

Lemmy e David Bowie
A conexão entre dois artistas tão diferentes

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Motorhead"

Bandas de rock
O logo pode ser tão memorável quanto o maior hit

Ciência
Rock torna as pessoas racistas, diz estudo

Queen
Algumas curiosidades sobre a banda

Zakk Wylde: guitarrista lembra de testes para o Guns N' RosesBateria: conheça a maior do mundo, a serviço de DeusAlemanha: a terra do... Metal?A História da Guitarra - Parte 1: do Alaúde ao ViolãoSlipknot: Corey Taylor dá tapa em lutador da WWEOzzy Osbourne: a estrada do Sabbath a Blizzard

Sobre Daniel Otto Franz

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online