Rock: alguns dos discos mais raros (e caros) do mundo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Ricardo Seelig, Fonte: Collectors Room
Enviar correções  |  Comentários  | 

Imagem
Blend Guitar: em vídeo, as dez maiores bandas de Heavy MetalIron Maiden: fatos estranhos na gravação de The Number Of The Beast

A lista abaixo compila alguns dos discos mais raros e caros do universo de quem coleciona música. Foquei apenas em álbuns e EPs, deixando os singles/compactos de fora. Outro corte foi a opção de trazer apenas títulos de artistas populares e conhecidos, e que se encaixam no universo do rock and roll.

Desnecessário dizer que todos os títulos referem-se ao formato LP, que os preços indicados variam conforme o estado de conservação (os valores citados são os utilizados em sites destinados a colecionadores de discos como Eil, MusicStack e outros) e são relativos apenas às edições cujas características são explicadas no texto que acompanha cada um dos títulos.

Imagem

Bob Dylan - The Freewheelin’ Bob Dylan (1963)

A primeira versão norte-americana, com prensagem limitada a poucos exemplares, vinha com quatro músicas que foram retiradas das edições anteriores: “Rocks and Gravel”, “Let Me Die in My Footsteps”, “Gamblin' Willie’s Dead Man’s Hand” e “Talkin' John Birch Blue”. A versão com essas faixas incluídas é extremamente rara e vale entre 20 e 30 mil dólares.

Imagem

The Beatles - Please Please Me (1963)

A primeira prensagem em estéreo lançada pela Parlophone vinha com a palavra “Stereo" escrita nas cores dourada e preta no label (o selo circular que fica no centro dos LPs). Essa rara edição vale entre 15 e 20 mil dólares entre os colecionadores.

Imagem

The Beatles - Yesterday … and Today (1966)

A versão em estéreo desta compilação, com a famosa capa em que os Beatles posam ao lado de bonecas decapitadas e membros humanos ensanguentados (conhecida como “Butcher Cover” entre os fãs), é muito difícil de encontrar e, dependendo do estado de conservação, vale entre 7 e 15 mil dólares.

Imagem

The Beatles - White Album (1968)

Versão inglesa exportada para diferentes partes do mundo, onde o label central não é o da Apple Records presente na versão comum, mas sim o da Parlophone nas cores preta e dourada. Além disso, a capa e os pôsteres internos com fotos dos integrantes contém laminação em brilho. Essa edição vale entre 2 e 12 mil dólares para os colecionadores do Fab Four.

Imagem

The Misfits - Horror Business (1979)

A primeira prensagem deste EP, em vinil preto, foi limitada a apenas 25 cópias. Por esta razão, o item está avaliado entre 2.500 e 10 mil dólares no mercado de colecionadores.

Imagem

Led Zeppelin - Led Zeppelin (1969)

O primeiro disco do Led Zeppelin teve uma capa variante onde o nome da banda e a marca da Atlantic foram impressas em azul turquesa. Bastante rara, essa versão vale entre 5 e 7.500 dólares entre os colecionadores.

Imagem

The Beatles - Yellow Submarine (1969)

Versão inglesa produzida para o mercado externo, com o label da Odeon e limitada a apenas 300 cópias. Cotação: entre 4 e 6 mil dólares.

Imagem

Led Zeppelin - Classic Records Road Case (2006)

Caixa com 48 LPs trazendo toda a discografia do Led Zeppelin em vinis de 78 rotações acondicionados em um road case de metal. Está cotada entre 3 e 5 mil dólares.

Imagem

The Misfits - Legacy of Brutality (1985)

Compilação lançada em 1985, cuja tiragem teve 16 cópias prensadas em vinil rosa. Cada uma delas vale entre 2 e 5 mil dólares.

Imagem

Elvis Presley - Speedway (1968)

Trilha sonora compilando canções do início da carreira de Elvis, com tiragem limitada a cerca de 300 cópias em mono. Algumas trazem um adesivo vermelho na capa e uma foto colorida do Rei do Rock dentro. Cotação entre 2.500 e 5 mil dólares.

Imagem

The Beatles - Abbey Road (1969)

Versão para exportação com o label da Parlophone em preto e dourado - o label original era o da Apple. Algumas cópias vinham com um adesivo dourado na capa. Vale entre 2 e 4 mil dólares

Imagem

The Rolling Stones - Sticky Fingers (1971)

Prensagem em mono enviada como item promocional para rádios, DJs e imprensa, com um adesivo nas cores laranja e vermelho trazendo a inscrição “DJ copy monaural" na capa. Incrivelmente rara, essa edição vale entre 2 e 4 mil dólares para colecionadores.

Imagem

Elvis Presley - Elvis Presley (1956)

O icônico primeiro LP de Elvis, aqui em uma edição limitada vendida apenas pelo correio, acompanhada por um compacto triplo trazendo várias faixas bônus. Raríssima, custa entre 2 e 3.500 dólares.

Imagem

The Beatles - Help! (1965)

Rara edição suíça com capa diferente da original. Avaliada entre 1.500 e 3 mil dólares.

Imagem

Genesis - From Genesis to Revelation (1969)

O disco de estreia da lendária banda prog inglesa em prensagem mono da Decca, limitada a cerca de 150 cópias. O item está avaliado entre 1.500 e 3 mil dólares.

Imagem

NOFX - Liberal Animation (1991)

Lançado originalmente pela gravadora Wassall em 1988, Liberal Animation foi relançado pela Epitaph Records em 1991, e essa edição da Epitaph contou com cinco cópias prensadas em vinil colorido. Custa entre 1.500 e 3 mil dólares.

Imagem

Pink Floyd - The Wall (1979)

Edição italiana em vinil laranja translúcido, com tiragem limitada a apenas 800 cópias. Avaliada entre 1.500 e 3 mil dólares.

Imagem

Joy Division - An Ideal for Living (1978)

Primeiro EP do Joy Division, com tiragem de apenas 1.000 cópias. Cada uma delas vale entre 1.250 e 2.500 dólares.

Imagem

Nirvana - Bleach (1989)

A reedição lançada em 1992 trazia o vinil na cor gelo iceberg, mas foi rejeitada pela Sub Pop Records. O problema é que aproximadamente 200 cópias já haviam sido prensadas, e hoje são muito raras e disputadas a tapa por colecionadores. Vale entre 1.500 e 2.500 dólares.

Imagem

Bruce Springsteen - Born to Run (1975)

As primeiras cópias promocionais de Born to Run tinham as letras da capa em uma fonte script e vinham acondicionadas em um envelope customizado trazendo os títulos das canções. Está avaliada entre 1.500 e 2.500 dólares.

Imagem

The Beatles - Let It Be (1970)

Edição limitada lançada em formato de box no mercado inglês. Dificílima de encontrar, a caixa vinha acompanhada de um poster e de um livro de 164 páginas. Vale entre 1 e 2 mil dólares.

Imagem

Mayhem - Deathcrush (1987)

Apenas 1.000 cópias deste EP da lendária banda norueguesa foram lançados, e todos traziam a numeração escrita a mão pelo falecido Euronymous. Avaliado entre 1 e 2 mil dólares.

Imagem

Metallica - Metallica (2008)

O box quádruplo lançado pela banda norte-americana em 2008 teve 50 de suas cópias prensadas em vinil branco de 45 RPM. Vale entre 1 e 2 mil dólares.

Imagem

Mötley Crüe - Too Fast for Love (1981)

Apenas 900 cópias da prensagem original do primeiro disco do Mötley Crüe traziam o label impresso com um material semelhante ao couro. Avaliada entre 1 e 2 mil dólares.

Imagem

Pink Floyd - The Dark Side of the Moon (1973)

A prensagem original inglesa trazia um triângulo sólido azul no label e vinha com pôsteres e adesivos. Vale entre 1 e 2 mil dólares.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Rockers respondem
O que você achou do novo do Metallica? Parte 1

Blend Guitar: em vídeo, as dez maiores bandas de Heavy MetalMetallica: banda chama DJ pra abrir shows na América do NorteAzry: tocando Metallica aos cinco anos de idadeTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

Metallica
Robert Trujillo fala sobre sua relação com Lars Ulrich

Cantam muito
Onze dos maiores vocais isolados que você vai ouvir

Metallica
Lars Ulrich explica sua falta de interesse em mostrar técnica

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 01 de julho de 2016
Post de 09 de agosto de 2016

Todas as matérias da seção CuriosidadesTodas as matérias sobre "Beatles"Todas as matérias sobre "Bob Dylan"Todas as matérias sobre "Bruce Springsteen"Todas as matérias sobre "Elvis Presley"Todas as matérias sobre "Genesis"Todas as matérias sobre "Joy Division"Todas as matérias sobre "Led Zeppelin"Todas as matérias sobre "Mayhem"Todas as matérias sobre "Metallica"Todas as matérias sobre "Misfits"Todas as matérias sobre "Motley Crue"Todas as matérias sobre "Nirvana"Todas as matérias sobre "Pink Floyd"Todas as matérias sobre "Rolling Stones"

Iron Maiden
Fatos estranhos na gravação de The Number Of The Beast

Black Metal Cristão
Site elege 7 bandas que todos tem que ouvir

Sebastian Bach
Afinal, porque ele não entrou no Priest?

Metal: 16 músicas dos anos 80 para se escutar durante o treinoCinema: as 11 melhores bandas fictícias das telonasAs regras do Metal NeoclássicoKurt Cobain: filha presta tocante homenagem ao pai, que faria 50 anos hojeBlack and "Blues": a influência do lamento negro no Black SabbathYngwie Malmsteen: a pirataria matou a indústria musical

Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online