Aborted: O horror toma forma em seu mais novo capítulo

Resenha - Necrotic Manifesto - Aborted

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Guilherme Niehues
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
Um novo capítulo do ABORTED sairá oficialmente no dia 28 de Abril, mas nós da Horns Up já obtivemos acesso a este petardo.
Kreator, Sepultura, Soilwor, Aborted: show na terra da rainhaSlipknot: Corey Taylor redefine o termo "vergonha alheia"

A arte da capa é simplesmente fenomenal e nos remete muito ao encontrado em seu capítulo anterior, o aclamado "Global Flatline" (2012), um mundo pós-apocalíptico e dando enfase ao tema doentio da banda que é muito bem trabalho, em ambas as formas, musicalmente e artisticamente, claro.

O por que utilizo a ênfase de um novo capítulo da banda?

Pois bem, "The Necrotic Manifesto" é uma evolução de tudo o que "Global Flatline" nos providenciou. E novamente a banda aposta em um aspecto que é brando entre uma estrutura de riffs bem construídas e uma bateria que mostra toda a sua ignorância e versatilidade: a brutalidade!

Um novo nível é alcançado pela banda e, que beira a perfeição em quase todas as faixas apresentadas, em especial os ótimos vocais Sven "Svencho" de Caluwé.

A introdução do álbum "Six Feet of Foreplay", um tanto quanto enigmática com uma atmosfera mórbida nos apresenta uma singela frase ao seu final: "I AM PAIN".

As músicas que se seguem demonstram uma habilidade simplesmente fenomenal de seus integrantes, em especial na primeira música da bolacha que logo de inicio apresenta uma sonoridade tipica do Aborted e mostra toda a técnica do baterista, Ken Bedene.

Porém, não se pode desmerecer seus colegas de bandas e o vocalista já supracitado e aqui tudo se encaixa perfeitamente. Os riffs bem construídos aliados aos vocais exibem uma técnica incrível e deve ser respeitada. Não há sombras de dúvidas de que, a banda está em seu auge e, usa e abusa do que sabem fazer melhor: um Death Metal habilidoso e bem trabalhado.

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Mas, é válido ressaltar de que, apesar de existir uma boa variação de tempo, ótimos riffs e todo o brilho de seus membros, infelizmente o Aborted nos demonstra que está confortável e não aprimora nenhum grande experimento ao longo das 14 faixas. Tudo o que aqui existe, já foi apresentado em seu antecessor. Todavia, é melhor aprimorado e encaixado em termos de musicalidade.

Também é preciso ressaltar que as letras continuam insanas, macabras e apresentam o Gore em sua forma mais pura e decadente.

Apesar de não introduzir nenhuma música épica ou longa que permite a banda a explorar todos os seus conceitos e exibir passagens mais trabalhadas entre o brutal e o melódico - que ocorre com doses certas entre as músicas -, a banda nos apresenta em sua última faixa, intitulada "Cenobites" a mais longa do disco com um pouco mais que 5 minutos.

E se tratando desta última música, ganhamos uma homenagem ao filme cult "Hellraiser", onde os Cenobites são as criaturas do inferno que buscam a alma aprisionada ao inferno para tortura eterna. E de fato, a banda provou que esta música é o ápice de todo o disco, e que a homenagem é bastante digna, inclusive, contando com uma frase clássica de Hellraiser, o líder dos Cenobites. Aliás, para aqueles que conhecem o filme ou tenham acesso a letra, encontrarão claras referências a falas e cenas do primeiro filme da franquia.

Até mesmo a foto promocional do álbum possui algumas pistas referente ao filme e, é digna de transparecer a mensagem que The Necrotic Manifesto apresenta.

Nos resta somente, aumentar o volume no máximo e bater cabeça ao som de mais um excelente trabalho do grupo e do gênero.

Imagem

"The Necrotic Manifesto":

01. Six Feet Of Foreplay (01:12)
02. The Extirpation Agenda (03:11)
03. Necrotic Manifesto (02:45)
04. An Enumeration Of Cadavers (03:31)
05. Your Entitlement Means Nothing (01:44)
06. The Davidian Deceit (03:32)
07. Coffin Upon Coffin (03:25)
08. Chronicles Of Detruncation (03:07)
09. Sade & Libertine Lunacy (03:41)
10. Die Verzweiflung (02:28)
11. Excremental Veracity (02:38)
12. Purity Of Perversion (02:44)
13. Of Dead Skin & Decay (03:08)
14. Cenobites (05:28)

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Necrotic Manifesto - Aborted

Aborted: Músicas tão doentias quanto empolgantes

Kreator, Sepultura, Soilwor, Aborted: show na terra da rainhaPegadas de Andreas Kisser: Ouça entrevista com belgas do AbortedTodas as matérias e notícias sobre "Aborted"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Aborted"

Slipknot
Corey Taylor redefine o termo "vergonha alheia"

Pan
Patinador brasileiro ganha ouro com trilha dos Beatles

Guns N' Roses
Causa "sobrenatural" separou Axl e Slash?

Axl Rose: Texto analisa rivalidade com Kurt CobainKiss sobre Secos e Molhados: "há quem acredite em OVNIs"Suzi Quatro: a importância da linda baixista para o rockMotorhead: as 10 melhores músicas que não são "Ace Of Spades"Broderick: estar no Megadeth é constantemente pesar prós/contrasOzzy Osbourne: o veredito do madman sobre plágio do Led Zeppelin

Sobre Guilherme Niehues

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online