Resenha - Theatre Of Fate - Viper

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Resenha - Theatre Of Fate - Viper


  | Comentários:

O texto representa a opinião do autor, não do Whiplash.Net ou de seus editores.

Imagem
Com este álbum, o Viper, sendo uma das principais bandas nacionais de heavy metal, passou a soar mais autêntico. Seu antecessor, Soldairs of Sunrise, ficou muito distanciado daquilo que Theatre of Fate trazia, sonoramente. Indiscutivelmente, houve uma guinada quase que total; a começar pela produção mais elaborada. Outro fato marcante foi a saída de Cassio Audi(ex- baterista) para a entrada de Guilherme Martins (atual baterista do Toy Shop, antes Party Up); completando o time, André Matos (vocal; agora com seus 17 anos de idade), Yves Passarell (guitarra), Felipe Machado (guitarra) e Pit Passarell (baixo), foram responsáveis por um álbum muito mais trabalhado e diferenciado do que haviam feito antes.

Facilmente podemos encontrar muito mais melodia do que o peso antes apresentado em Soladairs of Sunrise. Quem presenciou de perto o lançamento deste álbum sabe que houve quem amasse e detesta-se Theatre of Fate- segundo alguns, faltava o peso que a banda tinha. De qualquer forma, absolutamente, não pode-se dizer que o peso é algo escasso neste álbum. Elementos de música clássica estão inseridos no conteúdo musical, devido aos estudos de André Matos, voltados para esta área.

Tecnicamente, os vocais estão mais definidos, trabalhados e nítidos- certo que a produção melhorada ajudou muito para isso. As guitarras vieram mais afinadas, bem como um baixo mais destacado. Em se tratando de bateria, vale dizer que a mesma não foi tão quebrada quanto em Soldairs of Sunrise. Saldo final: uma banda muito mais evoluída, tecnicamente e musicalmente.

Ao analisar o conteúdo, temos a bela e profunda melodia introdutória de Illusions. Logo após, podemos escutar a maravilhosa At Least a Chance, com guitarras melódicas, música clássica e um vocal que chega a ser alto; o teclado existente no fundo dá um toque todo especial. To Live Again foi um clássico justificado por todos os aspectos; seus arranjos são belos, onde as guitarras são o destaque especial, bem como o encaixe do vocal à estrutura da música. A seguir, temos toda a formosura em moldura melódica de A Cry From the Edge, que foi o clip do álbum. Sua introdução é de emocionar qualquer amante do heavy melódico, com as duas guitarras juntas em ação; após isso, o peso toma conta do pedaço, provando que o Viper, até 1989, foi perito em saber dosar melodia e heavy tradicional. Já Living for the Night foi, indiscutivelmente, o maior sucesso da banda; possui uma introdução com violão e voz absurdamente bonita. Prelude to Oblivion é outro ponto forte aonde se nota uma bela mescla de heavy melódico com música clássica. Dando seqüência, a faixa- título se mostra pesada e é a música mais longa do álbum, mostrando que André Matos, desde então, preparava seu caminho para ser o que, então, é atualmente: um dos melhores vocalistas. Para finalizar este excelente álbum, temos a super clássica Moonlight que é uma adaptação da sonata de Bethoveen, onde André Matos, à época, colocou uma grande dose de lirismo em sua voz, provando ser capaz de atuar não só no heavy metal.

Enfim, um álbum que provou, em pouco tempo, considerando-se o início da banda, todo um poderio de evolução, sob todos os ângulos.

A título de curiosidade, foram relançados Soldairs of Sunrise e Theatre of Fate em versão CD- 2 em 1- pela Paradoxx Music; possui um encarte luxuoso com algumas fotos e uma biografia da banda- vale muito a pena!

Up the Vipers!

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Outras resenhas de Theatre Of Fate - Viper

Viper: Em 1989, lançando um clássico do metal nacional
Tradução - Theatre Of Fate - Viper


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs
Todas as matérias sobre "Viper"

V Project: regravando clássico do Viper
V Project: Sergio Facci revive os tempos de Vodu, Viper e Volkana
Metal SP: documentário sobre Heavy Metal em São Paulo
Hélcio Aguirra: Felipe Machado homenageia guitarrista
Andre Matos: sua carreira, seus últimos anos e projetos para 2014
Andre Matos: vídeo de "Carry On" do último show de 2013
Andre Matos: show em SP terá 3h de duração
Andre Matos: A carreira solo não foi uma escolha
Viper: Evolution, o disco mais bem sucedido? Arte Extrema discute
Andre Matos: encerrando tour comemorativa de Angels Cry em SP
Andre Matos: volta a São Paulo na comemoração de Angels Cry
Andre Matos: concedendo entrevista à CETV
Andre Matos: participando do projeto (IM) Pulso do SESC
Andre Matos: confirmado show em Belo Horizonte
Viper: resgatado registro da primeira apresentação da banda

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre André Toral

Formado em Administração de Empresas. Curte Hard clássico dos anos 70 e início dos 80; Heavy Metal é sua religião.

Mais matérias de André Toral no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas