Alice Cooper

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Alice Cooper

Por Marcelo Nucci

  | Comentários:

Nascido Vincent Damon Furnier em 4 de fevereiro de 1948, em Detroit, Michigan, Alice Cooper tinha asma quando pequeno, o que levou sua família a realizar diversas mudanças durante sua infância. Aos 10 anos, seu pai é nomeado ministro da Igreja de Jesus Cristo, levando a família à sua ultima mudança, desta vez para Phoenix, visando ajudar os nativos da região.

Em 4 de julho de 58, Vincent começa a adoecer. Após passar por uma cirurgia descobrem que ele tinha peritonites e apendicite. Muito enfraquecido, ele passa por mais uma cirurgia (que lhe deixa as famosas cicatrizes visíveis no pôster do álbum "Killer"). Seu estado era muito grave. Após sair do hospital ele se encontra tão debilitado que passa um ano na cama vendo televisão, o que lhe confere um gosto muito grande por filmes.

Visando melhorar a asma que o acompanha, ele entra para o time de corrida de sua escola (Cortez High School), onde conhece Dennis Dunnaway, John Speer, e John Tatum.

Também faz parte do jornal da escola, "Cortez Tip Sheet", com sua coluna "Get Out of My Hair", sobre o pseudônimo Muscles McNasel, onde conhece Glen Buxton, fotógrafo do jornal. Encarregado de organizar o festival "Lettermen Talent Show", Vince tenta recrutar quem queira participar. Após fracassar, Dennis sugere que os cinco se reúnam e participem eles mesmos, tocando as paródias dos Beatles que eles costumavam cantar enquanto corriam. Forma-se os Earwigs

Eles participam do festival dublando as músicas, já que apenas Glen Buxton sabe tocar, e gostam do sucesso que conseguem na escola por fazê-lo. Decidem, então, continuar com a banda. Todos aprendem a tocar instrumentos apropriadamente, e começam a ensaiar constantemente. John Tatum, guitarrista da banda, sai do grupo. Eles colocam um anúncio no jornal em busca de outro, e acham Michael Bruce. Mudam o nome para The Spiders. Tocando sempre em festas e ensaiando constantemente, conseguem uma repercussão local. Começam a tocar no Vip Club, propriedade de Jack Curtis. Nessa época eles conseguem abrir o show de várias grandes bandas, entre eles Jimi Hendrix e Yardbirds. Jack Curtis lança o primeiro single deles, que chegaria a primeiro lugar numa das rádios locais, com a música "Why Don’t You Love Me". Mudam o nome para The Nazz quando John Speer sai da banda, e contratam Neal Smith.

Eles crescem bastante na cena local, e decidem tentar a sorte em Los Angles. Lá eles perdem todo o dinheiro em 3 dias. Tendo sorte por estarem nos tempos hippies eles conseguem sempre algum lugar para dormir. Com dificuldades, o grupo sobrevive, porém enfrenta problemas com o nome da banda, pois já havia um grupo com esse nome. O nome Alice Cooper surge, porém de imediato não é aceito. Nessa mesma época eles devem voltar para Phoenix por causa do serviço militar. Eles conseguem resolver sua situação, e o pai de Vince compra uma van com equipamentos para eles. Porém, um dia eles perdem o controle do carro, que capota quatro vezes. Por sorte o carro tinha seguro e eles compram outro. Após esse acidente eles decidem que o nome seria Alice Cooper.

De volta a Los Angeles eles conhecem o grupo GTO’s, ou Girls Together Outrageously. Elas deram roupas antigas para eles, ajudando-os a formarem o novo visual da banda. Miss Christine, uma das GTO’s, era também babá do filho de Frank Zappa. Ela consegue um encontro entre eles. Eles conseguem marcar uma audição com Zappa, e conseguem um contrato.

Porém, eles não tinham empresário ainda, e precisavam de um. Conhecem Shep Gordon por conselho de Jimi Hendrix e Janis Joplin, que moravam no Landmark Hotel, mesmo hotel onde Shep estava, e lugar onde o próprio Alice chegou a morar um tempo. Após ver o grupo esvaziar lugares com 3000 pessoas em alguns minutos o empresário fica encantado, pois, de acordo com ele, "alguém que consegue fazer 3000 pessoas fazerem qualquer coisa em tão pouco tempo pode gerar milhões".

Eles assinam o contrato e lançam "Pretties For You" (1969). Fazem uma pequena turnê, conseguem abrir para algumas bandas importantes, incluindo o próprio Zappa. Porém, é graças a Shep que eles conseguem tocar no Toronto Rock Revival Festival. Nesse show estariam tocando nomes como John Lennon. É também nesse show que o vocalista joga a galinha para o público.

Apesar de conseguirem alguma atenção da imprensa por esse show, não chegam ao sucesso. Lançam o segundo álbum, "Easy Action" (1970), que tem menos repercussão ainda. Fazem outra pequena turnê, passando por Detroit, onde eles finalmente conseguem agradar o público. Mesmo assim, decidem que precisam melhorar sua música, e para isso precisariam de um bom produtor. Eles procuram o melhor da época, que manda o jovem Bob Ezrin ver a banda. Após ouvir a banda, Ezrin diz não valer a pena. Shep Gordon convence-o a conhecer a banda, o que ele faz, porém ainda não se interessa. Ainda por insistência do empresário, Ezrin vê um show da banda, e acaba gostando deles. Porém, como já havia dito ao produtor que não valia a pena, ele mesmo produz o novo álbum. O selo de Frank Zappa, Straight Records, que tinha um contrato com eles para 3 LPs, fora vendido para a Warner Brothers, que não queria lançar mais um álbum da banda.

Porém eles conseguem lançar um single, "I’m Eighteen", que repercute muito bem em território americano, e consegue para a banda o lançamento do álbum "Love it to Death" (1971). Com músicas como "Ballad of Dwight Fry", em homenagem ao ator Dwight Fry do filme Drácula, e o hit "I’m Eighteen", o álbum seria ótimo para os shows do grupo, que passam a incluir a famosa cobra, camisa de força, e as primeiras formas de morte do vocalista. Depois de algumas tentativas se decidem pela cadeira elétrica.

Pagando todas as dividas que a banda havia adquirido nos anos anteriores e finalmente conseguindo sucesso, eles lançam o álbum "Killer" (1971). Durante a turnê deste álbum começam a surgir as marcas que seriam associadas ao nome Alice Cooper para sempre: forca, maquiagem com apenas um risco em cima e um risco em baixo, violência no palco ("Killer"), bebês sendo mortos ("Dead Babies"), etc. A banda já havia mostrado que viera para ficar, e chega a vez de, em 1972, lançarem o álbum "School’s Out".

O álbum precisava de um pequeno empurrão para alavancar as vendas, e Shep Gordon sabe como fazê-lo. Encomenda mil calcinhas de material inflamável da Inglaterra, produto proibido nos EUA. Ele acerta tudo para que as calcinhas não passem pela fiscalização sem serem apreendidas, e no dia seguinte os jornais do país inteiro mostravam que o novo álbum de Alice Cooper, "School’s Out", traria calcinhas em seu interior.

Após lançarem o álbum ele chega à segunda posição nos EUA e Inglaterra. O single da música homônima ao álbum chega a primeiro lugar, e é o mais vendido pela Warner Bros na época. A música, de acordo com Alice, tenta capturar o que seriam os três últimos minutos de aula no último dia antes das férias. O álbum também traz "Gutter Cats vs. The Jets", baseada na violência do filme "Laranja Mecânica", que traria brigas ao palco quando fosse tocada ao vivo.

Em 1973 chega a hora de eles entrarem para a elite. Seus shows estavam cada vez mais elaborados, contando com truque de mágicas, sangue, brigas no palco, e, agora, a forca havia saído de cena para a entrada da guilhotina. Os shows sem dúvida alguma faziam grande sucesso, lotando todos os lugares por onde passavam e batendo diversos recordes locais. Porém, faltava um álbum que vendesse tanto quanto os shows. E é para isso que "Billion Dollar Babies" é feito. Sendo o álbum mais bem produzido até seu lançamento, e contando com uma turnê que seria a mais cara do mundo à época.

Tendo como tema a própria banda e o sucesso deles, assim como o dinheiro absurdo que eles ganhavam, o álbum começa com um cover, "Hallo Hurray", música que versa sobre o sentimento em um show. Segue-se para a louca "Rapped and Freezin’", o hit "Elected", música favorita do Beatle John Lennon, "Billion Dollar Babies", "Unfinished Sweet", música em que, ao vivo, o cantor sofre ao ser tratado por um dentista. "No More Mr. Nice Guy" é uma resposta de Vincent à imprensa, que o atacava por mais que, fora dos palcos, ele fosse um "bom garoto". "I Love The Dead" abre as portas para a necrofilia, causando grande polêmica na época.

O álbum emplaca o primeiro lugar tanto na Inglaterra como nos EUA, e a turnê do disco é sucesso absoluto, desbancando bandas como Led Zeppelin. Eles conseguem recordes de público em varias cidades. Nessa turnê gravam o vídeo "Good To See You Again Alice Cooper".

Chega a vez de "Muscle Of Love". O álbum foi basicamente feito pela banda sem o vocal, pois eles queriam mais espaço e reconhecimento. O encarte controverso do disco causou alguns problemas em certos lugares, incluindo o Brasil, pois nesses lugares a capa original do disco (que imitava uma embalagem de encomenda por navio) foi retirada, deixando exposto o encarte, que trazia o grupo espancado de um lado e contando dinheiro no outro, ambos em frente a uma casa noturna, como capa.

O álbum é lançado no final de 1973, visando as vendas de natal. A turnê do álbum, "Billion Dollar Babies Holiday Tour", segue a linha da anterior, porém com um clima natalino. Ao final do show, onde eles costumavam espancar o presidente Nixon, eles espancavam Papai-Noel. Essa turnê foi curta, pegando apenas os meses de novembro e dezembro, com alguns shows nos EUA. Acaba no dia de reveillon de 1973.

Em 1974 eles lançam o álbum "Greatest Hit 1974", contendo as melhoras músicas da banda. Com a vinda ao Brasil eles se tornaram a primeira banda daquele porte a fazer um show na América do Sul, e batem o recorde de audiência para locais fechados, marca que até hoje ninguém superou. É nesse ano também que o grupo se separa. Os membros se desentendia muito por causa da atenção que o vocalista estava recebendo. Queriam mais espaço, e decidem lançar discos solos. Vincent era conhecido como Alice Cooper, apesar de este ser o nome da banda e não do vocalista, e por isso decide mudar seu nome para Alice Cooper oficialmente, a fim de manter o nome da banda para ele.

Ele passaria o ano ensaiando para a nova turnê, do vindouro disco "Welcome To My Nightmare", que conta a história de Steven perdido em seus próprios pesadelos. O álbum seria lançado pela Atlantic Records, pois esta estava oferecendo mais dinheiro para a produção do disco. Para não romper o contrato com a Warner, eles deviam transformá-lo em uma trilha sonora. E para isso é feito o vídeo "The Nightmare", onde todas as músicas do álbum, mais "Ballad of Dwight Fry" entram. Contando com Vincent Price, o álbum é um grande sucesso, sendo até hoje um dos três mais vendidos da carreira do artista. Também é uma marca na carreira dele por ser o primeiro disco a trazer uma balada, "Only Women Bleed", o que atrairia novos fãs, porém afastaria outros.

A turnê deste álbum é extremamente bem produzida, com bonecos gigantes, caixa de brinquedos (que iria lhe custar um acidente no qual ele quebraria as costelas) e aranhas gigantes. Durante a turnê ele conhece a dançarina Sheryl Gail Goddard, com quem se casaria no ano seguinte, e que seria também produtora e atriz em vários de seus shows até 2000. Porém, pelo tamanho da turnê e cansaço causados pelos anos sem pausa em que o cantor estivera em atividade, Alice começa a se enterrar no álcool. Ao fim da turnê ele está viciado e debilitado.

Em 1976 lança um novo disco, "Alice Cooper Goes to Hell", em que seu alterego vai para o inferno e depois volta. Traz a balada "I Never Cry", uma confissão alcoólica do cantor, e as músicas "tapa na cara das autoridades" "Go To Hell", em que ele satiriza o fato de tudo que o ele faz nos palcos ser motivo para ir para o inferno, e "Guilty", onde ele brinca com o fato de ser culpado das coisas que faz.

O álbum não conta com turnê, pois Alice está anêmico, e as vendas começam a cair.

Neste ano ele se casa com Sheryl, em 20 de março, em Acapulco, México. Também é lançada sua biografia, escrita por Steven Gaines, "Me, Alice. The autobiography of Alice Cooper, as told to Steven Gaines", contando sua vida desde a infância, porém com vários erros causados pelo excesso de álcool consumido por Alice.

Em 1977 ele lança "Lace and Whiskey", álbum sobre Maurice Escargot, nome que ele usava quando estava com Peter Sellers, ator da "Pantera cor-de-rosa". Maurice é um detetive, e na mesma época sai um livro com histórias sobre ele.

O álbum traz a balada "You and Me", grande sucesso, e a músicas "Road Rats", também usada no filme "Roadie". A turnê do álbum tinha como tema Maurice, e durante o show ele usava alguns comerciais criados por ele. Apesar de sempre lotados, os shows dessa época eram muito ruins devido ao estado do cantor, o que não impede, porém, que o primeiro álbum ao vivo seja gravado. "The Alice Cooper Show" foi gravado contra a vontade do vocalista, sendo que a turnê já havia acabado, porém a gravadora tinha um contrato que exigia dele um álbum assim. Até hoje ele diz ser o álbum de que menos gosta em sua carreira.

Ao fim do ano, Sheryl e Shep Gordon decidem interná-lo, e ele vai para o hospício. Após três meses lá dentro, ele consegue parar de beber, e volta em 1978 com "From the Inside", álbum conceitual sobre sua estada dentro do hospício. Todos os personagens do álbum refletem alguém que ele conheceu dentro do sanatório. A turnê conta com a coreografia feita por Sheryl, e Alice ainda encontra-se muito debilitado, fazendo com que os shows percam um pouco do brilho. O público, porém, lota todas as datas.

Em 1980 ele volta a beber, após tomar um gole de vinho de um copo de sua mulher. Progressivamente passa a beber mais, e como havia passado quase três anos sóbrio ninguém desconfia de sua recaída. Nesse ano ele decide mudar o rumo, e lança "Flush The Fashion", álbum new wave, com teclados e eletrônica nas músicas, fugindo completamente do rock and roll. O álbum consegue uma vendagem razoável, atingindo as paradas, coisa que ele não faria pelos próximos seis anos. Nos shows ele muda o visual também, aparecendo com o cabelo preso, fazendo parecer que ele o cortara. Todos os shows estão lotados.

Em 1981 ele lança "Special Forces", mantendo a linha do anterior, e sem conseguir vendagens relevantes. Porém, seus shows ainda lotam os lugares por onde passa. Nesse mesmo ano nasce sua primeira filha, Calico Cooper (que significa muitas cores), em 19 de maio. No ano seguinte ele lança "Zipper Catches Skin", álbum mais hard rock que os anteriores, que sem o apoio de uma turnê acabou esquecido pela mídia e público.

Em 1983 lança "Da Da", álbum que conta com uma releitura de Salvator Dalí na capa. O álbum é um pouco mais eletrônico que o anterior, porém não tanto quando os outros dos "dark years" (1980 -1983). Nesse ano Sheryl pede divorcio por causa dos problemas com bebida do marido, e após um tempo, em uma reunião, ele promete parar de beber por ela. Volta ao hospício Camelback em setembro desse ano, e passa quase um mês lá. Em 28 de setembro de 1983 ele sai de lá, e vê-se livre do alcoolismo para sempre.

Em 1984 e 1985 vai para a Espanha, na cidade de Torrelodones, gravar "Monster Dog", filme de terror com ele no papel principal. No filme ele vive um cantor de uma banda chamado Vincent, que vai para uma mansão com amigos, onde são atacados por lobisomens. Para o filme ele grava duas músicas, "See Me in The Mirror" e "Identity Crisis". 1985 também é o ano em que ele tem o segundo filho, Dashiel Cooper, em 20 de junho.

Em 1986, após um longo hiato de shows e álbuns, lança "Constrictor", primeiro álbum fora da Warner, lançado pela MCA. O álbum é extremamente hard rock, e conta com uma turnê avassaladora. Cheia de teatralidades e muito pesada, conta com o "Rambo do rock", Kane Roberts, excelente guitarrista que, com sua aparência, atraia o público aos shows. Uma performance dessa tour foi gravada e lançada sobre o título "The Nightmare Returns", e apesar de Alice estar um pouco tímido por ser o começo da turnê, ainda tem jeito para os shows, e é dono do palco.

A música "He’s Back (the Man Behind The Mask)" foi escrita para o filme "Friday the 13th Part 6: Jason Lives". Um clip foi gravado da música, com o tema central voltado ao filme. Na época rumores de que o próprio Alice interpretara Jason circularam, porém eram falsos.

Em 1987 Alice lança seu segundo álbum hard, "Raise Your Fist And Yell", ainda mais pesado que o anterior, e com uma turnê ainda mais sangrenta, que conta com ele matando uma prostituta no palco, agitando machados, e facões e a volta da forca. Em um dos shows da turnê o truque da forca falha e ele quase morre enforcado. Após alguns minutos desmaiado, ele acorda e volta a fazer o show, mostrando que o espetáculo nunca para. O álbum também contava com a participação de Robert Englund, ator que interpreta Freddy Krueger, fazendo a introdução da música "Lock me Up".

O ano de 1988 é inteiro tomado pela turnê do álbum, e, em 1989, ele lança o "Trash". Produzido por Desmond Child, o álbum é cheio de hits, incluindo o maior da carreira dele, "Poison", porém, muitos fãs o acham falho em relação à musicalidade do próprio cantor, dizendo ser mais latente a musicalidade do produtor. Novamente uma gravação do show pode ser encontrada, sobre o nome "Trashes The World". Um outro vídeo com clipes do álbum foi lançado, sob o nome de "Vídeo Trash".

Em 1991 mais um álbum hard, "Hey Stoopid", contando com participações de Ozzy, Slash, Joe Satriani e Steve Vai (ele é o único artista a ter os dois tocando na mesma música), Vinnie Moore, Nikk Sixx, Mick Mars, entre outros. A turnê contava com uma caveira gigante atrás do palco, teatralidade muito forte e pode ser conferida em parte no filme "Wayne’s World" (no Brasil "Quanto Mais Idiota Melhor"). Foi uma turnê conjunta com o Judas Priest, chamada "Operation Rock And Roll". Após o término dessa turnê, começa uma série de pequenos shows gratuitos em locais abertos, chamada "Nightmare On Your Street". O nome tem muito a ver com a turnê em si, que chegou a parar o trânsito de New York.

Em 1992 ele tem a terceira e última filha, Sonora Rose, nascida em 14 de dezembro. Em 1993 ele começa a trabalhar com Neil Gaiman para o próximo álbum, "The Last Temptation", que seria lançado no ano seguinte, contando a estória de Steven adolescente, quando ele encontra o Mestre de Cerimônias (Alice) que o tenta a se juntar ao "Teatro do Real", lugar onde ele jamais iria crescer para enfrentar a vida. Um gibi com a história foi feito, e até mesmo um videogame foi cogitado, apesar de nunca lançado. Infelizmente uma turnê jamais ocorreu, apesar dele ter feito uma viagem promocional à Europa com algumas seções de autógrafos e aparições na TV. Foi gravado também um vídeo da música "Lost In América" e em 1995 ele participa do "Monsters of Rock" sul-americano, tocando algumas das músicas do álbum.

Em 1996 ele faz uma turnê com o grupo alemão Scorpions, shows com pouca teatralidade e set de músicas centrado nos clássicos. Em 2 de junho ele grava o próximo álbum, "A Fistful Of Alice", ao vivo, sendo lançado em 1997, ou seja, 20 anos após o primeiro álbum ao vivo. Com 12 músicas ao vivo no álbum americano (esse CD traz diversas versões com músicas diferentes, sendo a versão japonesa a mais completa, que trás 17 músicas, sendo 16 músicas ao vivo, o show inteiro) e a inédita "Is Anyone Home?", o CD traz a energia do Alice no palco, coisa que os fãs esperaram muito tempo para ter de novo.

Em 1997 ele apenas faz a turnê de promoção de "A Fistful Of Alice", mas esse ano marca a história do grupo original como o ano em que houve uma reunião, e a morte do guitarrista original, Glen Buxton. Aos 49 anos, apenas uma semana após realizar o show com os companheiros de banda Neal Smith, Dennis Dunnaway e Michael Bruce, Glen morre de pneumonia, em 19 de outubro. Alice, em turnê, é o único da banda a não poder ir ao enterro.

Em 19 de dezembro de 1998 é aberto o restaurante Alice Cooper’s Town em Phoenix. Na ocasião ele toca com Michael Bruce e Neal Smith. Em 1999 é lançado a box set do cantor, "The Life And Crimes Of Alice Cooper", que traz músicas de todos os álbuns, varias músicas não lançadas antes e músicas das primeiras bandas do vocalista, além de um livro com um pequeno resumo de sua história, frases de outros artistas sobre ele e comentários dele e da banda sobre todas as músicas da Box.

Em 2000 Alice lança seu álbum mais pesado, "Brutal Planet", contando a história de um mundo dominado pela dor. A turnê do álbum é sombria e muito bem produzida, contando pela primeira vez com sua filha, Calico, fazendo parte do show. Ele começa a zoar com Britney Spears, usando uma camiseta que diz "Britney Me Quer", e nas costas "Morto". Uma apresentação foi lançada em DVD, sobre o nome "Brutally Life". A música "Take It Like A Woman" é uma continuação de "Only Women Bleed", e no próximo álbum, "Dragontown", a música "Every Woman Has a Name" fecha uma trilogia em homenagem às mulheres.

O álbum foi lançado em 2001, e é uma continuação de "Brutal Planet", sendo "Dragontown" a capital do planeta brutal. Várias das passagens de "Brutal" são citadas na música "Dragontown". A turnê segue o mesmo tom da anterior, também muito bem produzida e pesada, ainda com Calico participando do show.

Em 2003 ele abandona o projeto original que seria lançar uma trilogia, e lança um álbum de volta às origens, "The Eyes Of Alice Cooper", com um rock de garagem estilo anos 70, gravado o mais "ao vivo" possível, com a banda inteira tocando junto e sem uso de equipamentos eletrônicos ou overdubs. Nessa mesma época ele decide não tentar chocar o público, dizendo ser impossível chocar alguém por cortar a cabeça no show quando essas mesmas pessoas viam terroristas cortando a cabeça de reféns na TV. Portanto, a turnê tem muito pouco do teatro que é a marca registrada do cantor, com apenas o uso da camisa de força e sem execução.

Em 2 de dezembro ele recebe sua estrela na calçada da fama em Hollywood, e no dia seguinte anuncia o começo de seu programa de radio "Nights With Alice Cooper", programa diário com 5 horas de rock clássico.

Em 2004 é gravada a música "Stand" para as olimpíadas, junto ao rapper Xzibts, música que seria lançada no CD oficial das olimpíadas, e também como música bônus do álbum "Dirty Diamonds", de 2005. Também um álbum voltado ao rock de garagem, um pouco mais de tecnologia foi usada para gravá-lo. Algumas músicas foram tocadas antes do lançamento em seu programa de radio. A turnê já apresenta um pouco mais de teatralidade, inteira desenhada por sua filha, com um palco incrementado e uma sátira com Paris Hilton, que é interpretada por Calico, sendo atacada por seu cachorro.

Um DVD foi lançado em 2006, filmado no festival de jazz de Montreux em 2005, trazendo o show completo e um CD contendo algumas das músicas. Nesse mesmo ano, em seu show anual chamado "X-mas Pudding Date", criado em 2001, ele se reúne à banda pela primeira vez.

O ano de 2007 começa com a promessa de um novo álbum, porém problemas com agenda de produtores, e uma turnê já agendada, fazem com que o álbum tenha de ser atrasado. A turnê desse ano é repleta de clássicos, razoavelmente teatral, e começa em terra brasileira! Também nesse ano sai a segunda biografia do cantor, "Golf Monster", que conta como ele passou de alcoólatra a viciado em golf, além de varias informações sobre sua vida, fotos e um capitulo inteiro dedicado à sua vinda ao Brasil em 74.

Em 2008 a turnê continua, porém pára após alguns shows para a gravação do CD. "Along Came a Spider" saí em 29 de julho nos EUA, e é o álbum mais bem recebido por público e critica em muitos anos. O álbum trazendo novamente o personagem Steven, como um serial-killer que corta uma perna de cada vitima para construir uma aranha. Chegando à 53ª posição na lista da Billboard, sua promoção conta com jogo de pinball, site exclusivo do CD, vídeos promocionais antes do lançamento, além de o próprio CD ter sido postado no Myspace oficial do cantor. Ozzy e Slash voltam a participar de obras do artista nesse álbum. A turnê do álbum anterior, "Psycho-Drama", continua pelo mundo, agora com suas duas filhas, Calico e Sonora, e sua mulher no palco.

Em 2008 a turnê continua, porém pára após alguns shows para a gravação do CD. “Along Came a Spider” saí em 29 de julho nos Eua, e é o álbum mais bem recebido por público e critica em muitos anos. Trazendo novamente o personagem Steven, o álbum traz como tema este como um serial-killer que corta uma perna de cada vitima para construir uma aranha. Chegando a 53ª na billboard americana, sua promoção contra com jogo de pinball, site exclusivo do Cd, vídeos promocionais antes do lançamento, além de o próprio Cd ter sido postado no Myspace oficial do cantor. Um curta-metragem foi lançado ao final do ano, trazendo as músicas “Vengeance is mine”, “(In touch with) you feminine side” e “Killed By Love”. Ozzy volta a participar de músicas do cantor, tocando gaita na “Wake the Dead”, e Slash toca em “Vengeance is Mine”, também aparecendo no curta-metragem.

2009 começa com a continuação da turnê Psycho-drama, desta vez em conjunto com o grupo Scorpions (novamente). Para o final do ano uma turnê grandiosa foi prometida, tendo Alice dito que os fãs iriam se surpreender e o show seria “invertido”. Nesse mesmo ano, de 13 a 15 de março, há uma pequena reunião da banda na feira de horror “Monster Mania”, porém apenas para autógrafos e não para shows, apesar de, quando questionados, Alice e Neal tenham afirmado que uma reunião é certa, apenas ninguém sabe quando será (nem mesmo eles)."

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Esta é uma matéria antiga do Whiplash.Net. Por que destacamos matérias antigas?


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Matérias e Biografias
Todas as matérias sobre "Alice Cooper"

Alice Copper: 40 anos do primeiro show no Brasil
Rock Meets Classic: vídeo do set completo tocado na Alemanha
Alice Cooper: Um ícone da irreverência e espírito sarcástico
Astros do Rock: como seriam suas versões tatuadas
Alice Cooper: Um dos seus álbuns mais ousados
Alice Cooper: O álbum que retrata a fase dos excessos alcoólicos
Alice Cooper: guitarrista Ryan Roxie comenta tour com Mötley Crue
Alice Cooper: O primeiro álbum ao vivo do cantor
Alice Cooper: com 66 anos, ele afirma que não vai se aposentar
Gibson Guitartown: esculturas de guitarras em leilão beneficente
Alice Cooper: O segundo álbum da trilogia autobiográfica
Alice Cooper: divulgado trailer de seu documentário
Alice Cooper: assista trailer do novo documentário
Alice Cooper: Descendo ao inferno com o "Goes To Hell"
Slash, Vince Neil e Alice Cooper: show beneficente em Las vegas

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Marcelo Nucci

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados.

Caso seja o autor, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas