RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemIron Maiden anuncia "The Future Past Tour", com foco no "Somewhere in Time" e "Senjutsu"

imagemEngenheiros do Hawaii não era uma banda amiga da galera, diz ex-baterista

imagemA única banda inédita em condições de ser headliner do metal no RIR, segundo Rick Dallal

imagemA música de Paul McCartney que flopou nos Beatles, mas bombou em carreira solo

imagemVídeo de vocalista brasileiro batendo cabeça em "Toxicity" atinge 1 milhão de views

imagemO Sepultura honrou nossos ancestrais bem antes do pessoal da Noruega lembrar dos vikings

imagemSlipknot: o nojento porém genial motivo do apelido dos fãs da banda

imagemAC/DC parabeniza o aniversariante Brian Johnson nas redes da forma mais direta possível

imagem"Greta Van Fleet é prova de que toda geração tem o Restart que merece", diz Regis Tadeu

imagemFloor Jansen explica por que deixou seu cabelo mais curto

imagemDream Theater já fala de novo álbum; Mike Portnoy cada vez mais próximo da banda

imagemO guitarrista que o Pink Floyd queria ao invés de David Gilmour

imagemNoel Gallagher detona o jazz: "Todo mundo tocando músicas diferentes ao mesmo tempo"

imagemJéssica di Falchi é efetivada como guitarrista da banda Crypta

imagemBittencourt assume que é "eternamente insatisfeito" com algumas músicas do Angra


NFL Steve Harris

Resenha - Billy Idol (Rock In Rio, Rio de Janeiro, 10/09/2022)

Por Rudson Xaulin
Postado em 15 de setembro de 2022

O que eu li, entre tantos "bons" adjetivos: "Velho, decadente, passando vergonha, vexame e fim de carreira deprimente". O que eu vi: "Um senhor de 66 (sessenta e seis) anos, ainda lembrando quem ele era na sua juventude, no palco do maior festival de música do mundo". Billy Idol sempre será Billy Idol. Esse é seu legado, sua história e seu registro no túmulo até o fim. E você? Que mal se reconhece em fotos do colegial, ou de uns dez ou quinze anos passados, escondido atrás de um teclado, feroz, salivando o destilado venenoso para um click bait de quinta categoria. O show foi ruim? Não! Foi abaixo? Sim! Problemas técnicos, e inúmeros, vergonhoso, só que aí sim: Por parte do evento, jamais pelos músicos lá em cima, que não se ouviam. O baterista, gesticulando ao guitarrista, que nada, nada podia ser ouvido, e os caras ainda seguiram, porque são ótimos no que fazem. Se BILLY IDOL é um velho decadente, que a história me permita chegar nos meus 66 anos sendo tão decadente assim, torço por isso...

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Foto: Facebook Oficial
Foto: Facebook Oficial

O show, que começou com o maior hit do "ómi", DANCING WITH MY SELFIE, pegou o Rock In Rio inteiro e colocou no colo da banda. Outras grandes canções vieram a seguir, mas duelar com o público, bem morno, que esperava outras atrações, mais "joviais", era nítido e de tarefa difícil. Mas tudo bem, normal e dentro do esperado. O punk quase dançante do Supla original, seguiu com CRADLE OF LOVE. O trabalho do telão, a cara de old school e trazendo uma áurea mais oitentista, só de ver o que o telão mostrava, foi certeiro, para o que IDOL quer mostrar e ser. Mas talvez o público, aquela plateia, não estava entendendo isso tão bem. Ele é um ícone da sua geração, e onde passa, tenta transportar as pessoas para esses momentos. Isso é viver de passado ou é saber quem de fato você é?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Nitidamente feliz, até ali, IDOL trocou de roupa em cima do palco, cantou o antigo jingle do evento muitas vezes e fez caras e bocas. Suas dancinhas, o couro e a cabeleira característica, estavam lá, simplesmente sendo ele, no auge da idade, ainda sendo quem ele está disposto a ser. Espaço para a ótima FLESH FOR FANTASY e seu quase desnude e CAGE, que ao vivo ficou bem acima. Espaço para WHITE WEDDING, BITTER TASTE e em EYES WITHOUT A FACE, que começou a ficar nítido que a banda tinha problemas, sérios problemas, e mesmo assim, seguiram com o show. IDOL até meio que alfineta o evento, os músicos se olham, se buscam, e ele, não se ouve, ninguém se ouve, uma vergonha, para o evento. Se fosse Veloso, já ia meter um "eu quero ver essa porra funcionado, Rock In Rio", mas... MONY MONY foi muito bacana ao vivo, mesmo com todos os problemas, a cara do baterista já dizia tudo. RUNNING FROM THE GHOST, ao vivo, paulada, bateria estridente e competente, mesmo aos trancos e barrancos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Tivemos ainda BLUE HIGHWAY e o tema de TOP GUN (ANTHEM), de STEVE STEVENS, "O GUITARRISTA", em letra maiúscula mesmo, se sobrai e é sempre um show à parte. Visualmente sempre lembrando quem ele é, claro, com o fator idade ali, e tudo certo, é a vida, mas com as cordas, o rapaz é de outro mundo, ainda. A banda é coesa, precisa, IDOL cantou mais baixo, tivemos problemas e encerramos o show com REBEL YELL, com BILLY IDOL jogando sua jaqueta, nos braços de uma bondosa fã, uma senhora, de certa idade, que chorou com o adereço nos braços. Então, isso explica que IDOL estava jogando num campo complicado, de uma ou duas gerações, que não lhe pertenciam, mas mesmo assim, ter IDOL para "aquecer" a galera, com 66 anos, ainda sendo ele, não importa o tempo que passe, foi bem divertido sim. Valeu, Billy!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Rudson Xaulin é escritor, autor e produtor

- Mais de 130 livros escritos
- Publicados em Portugal, Brasil, Inglaterra e Argentina

http://www.rudsonxaulin.com

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Ouça "The Cage", novo EP de Billy Idol, lançado nesta sexta-feira

Resenha - Billy Idol (Rock In Rio, Rio de Janeiro, 10/09/2022)

Guitarrista Steve Stevens explica os problemas de Billy Idol no Rock in Rio

Supla enfim encontra Billy Idol e compartilha registro nas redes sociais

Rock in Rio: Billy Idol diz que nunca ouviu falar em Supla, mas "adoraria conhecer"

Listed: TV americana elege os maiores bad boys da música

Censura: 8 clipes de rock/metal que já foram banidos da televisão

Billy Idol: fã processa cantor porque ele não passou a noite com ela

Kurt Cobain e a banda brasileira que mexeu com ele: "eles foram muito revolucionários"

O trocadilho picante que Ney fazia em "Pro Dia Nascer Feliz" que Cazuza gargalhava