Matérias Mais Lidas

imagemVital, o ex-Paralamas que virou nome de música e depois foi pro Heavy Metal

imagemMarcello Pompeu agradece mobilização de fãs

imagemA opinião de Arnaldo Antunes sobre a competição interna que havia nos Titãs

imagemAs composições de Paul McCartney nos Beatles preferidas de John Lennon

imagemNicko McBrain, do Iron Maiden, mostra o seu novo (e enorme) kit de bateria

imagemO que Adrian Smith descobriu ao retornar ao Iron Maiden

imagemVocalista do Greta Van Fleet não entende os haters: "parece a p**** de uma religião"

imagemMark Tremonti, do Alter Bridge, revela que é grande fã de lendária banda de metal

imagemGene Simmons compartilha tweet com meme da ex-presidente Dilma Rousseff

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemEvanescence coloca baixista no cargo de guitarrista e anuncia nova baixista

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemThe Offspring: Soco de faca, brinde milionário e outras histórias

imagemO reencontro entre Steve Harris e Paul Di'Anno na Croácia

imagemMetallica divulga vídeo oficial da clássica "For Whom The Bell Tolls" ao vivo em SP


Nervosa: a pista do Bar Opinião virou um grande mosh pit

Resenha - Nervosa (Bar Opinião, Porto Alegre, 11/12/2019)

Por Mateus Rister
Em 17/12/19

Na noite de quarta-feira (11/12), Porto Alegre recebeu pela primeira vez o show da banda NERVOSA, um dos grupos brasileiros que mais cresce no cenário mundial da música pesada. O power trio feminino de Thrash Metal, está em tour divulgando seu mais recente trabalho, o álbum "Donwfall of Mankind", lançado em 2018. A apresentação ocorreu no Bar Opinião, com produção da Rei Magro Produções.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Passava das 21h quando o público que enchia o local presenciou o início do espetáculo. As meninas começam a noite com "Horrordome" e mesmo com a pequena falha no equipamento de som da guitarrista Prika Amaral, mostram que não vieram para brincadeira. Em seguida já emedam "…And Justice From Whom?". Fernanda Lira agradece a presença de todos antes da próxima música, "Intolerance Means War".

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

A iluminação em tons de vermelho, roxo e verde, aliada a postura de palco da banda, contribuem muito para reforçar a agressividade das músicas, que seguem uma sequência frenética, com "Bleeding", "Arrogance", "Hostages", "Enslave" e "Time Of Death", transformando a pista do Bar Opinião em um grande mosh pit.

O público começa a gritar o nome da baterista Luana Dametto, que incentivada pela vocalista Fernanda, inicia um curto, mas veloz, solo de bateria. Realmente é impressionante ver Luana tocar, com sua velocidade extrema, utilizando pedal duplo e a famosa técnica bleast beats, mas com o semblante e elegância de quem está fazendo uma caminhada leve no parque. Com certeza, a gaúcha de Tapejara foi um achado para a banda, que contou com outras grandes bateristas, mas que achou em Luana o ingrediente certo. Essa combinação certeira já é possível ser notada no álbum "Donwfall Of Mankind", que possui em muitos momentos, uma pegada mais Death Metal, influenciada pela forma de Luana tocar.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Chega a vez da única música cantada em português no concerto, "Guerra Santa", que Fernanda apresenta falando dos perigos de aliar política e religião em um governo. O show segue com as poderosas "Kill the Silence", "Raise Your Fist!" e "Vultures".

Vale muito ressaltar o carisma de Fernanda Lira. A baixista e vocalista, além de desempenhar muito bem o seu papel como instrumentista e cantora, com sua voz rasgada que caí muito bem para o estilo de suas músicas, ainda é uma frontwoman como poucas. Suas caretas, olhares e modo de se portar, encarar o público e interagir com as outras integrantes, é sensacional. Podemos notar a influência de Cronos (VENOM) em sua performance, mas a essa altura de sua carreira, Fernanda já possui identidade própria e merece muito crédito por desempenhar de forma magistral todos os papéis que se propõem em cima do palco. Também não podemos deixar de mencionar seu posicionamento e pensamento crítico, sem medo de retalhações por defender o que acredita. Um exemplo aconteceu quando Fernanda pegou uma bandeira com o rosto da vereadora Marielle Franco (assassinada em 2018) e colocou em suas caixas do amplificador do baixo, onde permaneceu até o fim do show.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

A noite segue com o primeiro hit do grupo, a já clássica "Masked Betrayer", que leva o público a loucura com sua pegada Thrash, refrão forte e direito a coreografia de Fernanda e Prika, empunhando seus instrumentos como armas. Nessa altura, chega até ser injustiça ainda não ter mencionado Prika Amaral. A guitarrista se vira em duas para dar conta de todas as bases e solos. É uma metralhadora de riffs, além de manter uma boa presença de palco, assumindo a posição central sempre que necessário. Seus backings vocals também não ficam para trás, com voz gutural que dá um contra ponto interessante ao vocal rasgado da Fernanda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O trio toca mais uma do disco novo, "Fear, Violence And Massacre", seguida pelo "Death", single do álbum "Victim of Yourself" de 2014, e retornando para o disco mais recente com "Never Forget, Never Repeat". Estasiados pelo espetáculo de Thrash e Death Metal que estão presenciando, o público lamenta quando Fernanda anuncia que o show está chegando ao fim. Após agradecer mais uma vez e pedir para o público se preparar, a vocalista anuncia "Into Moshpit". A multidão concorda e faz sua parte.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

A banda agradece o carinho que recebeu durante toda a noite, distribui palhetas e baquetas, faz a tradicional foto com a plateia e se despede. Os fãs ficam por mais uns minutos, pedem por mais uma música, mas infelizmente o show acaba por ali.

Quem pagou para ver um espetáculo de Metal, com certeza, não saiu decepcionado, pois foi um show com tudo que os fãs esperam de uma grande banda. A NERVOSA não poderia ter feito uma estreia melhor em palcos porto-alegrenses e o público certamente já espera por uma próxima oportunidade de assistir a banda ao vivo mais uma vez.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Imagens:
Alex Vitola, Jailson "Véio" Dias e Mariane Prestes


Outras resenhas de Nervosa (Bar Opinião, Porto Alegre, 11/12/2019)

Resenha - Nervosa (Bar Opinião, Porto Alegre, 11/12/2019)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp




Sobre Mateus Rister

Jornalista, assessor de comunicação/imprensa e músico. Apaixonado por Rock And Roll, cinema e contracultura. Dono do blog insanityrecords.com.br e incentivador de cenário musical autoral.

Mais matérias de Mateus Rister.